Google anuncia o fim do Cloud Print - recurso será encerrado em 31 de dezembro de 2020
Créditos: Google

Google anuncia o fim do Cloud Print - recurso será encerrado em 31 de dezembro de 2020

Empresa não chegou a explicar porque vai encerrar o serviço, mas destaca funções do Chrome OS

A Google anunciou nessa semana o Cloud Print (Impressão na Nuvem), um serviço amplamente usado da companhia que permitia imprimir documentos usando a nuvem, mesmo em impressoras mais antigas, vai ser encerrado. Ainda há um longo período para os usuários procurarem alternativas, sendo que o Cloud Print vai deixar de funcionar oficialmente no último dia do ano que vem: 31 de dezembro de 2020.

"O Cloud Print, a solução da Google baseada na nuvem que está em beta desde 2010, não vai mais ter suporte a partir de 31 de dezembro de 2020. Começando em 1º de janeiro de 2021, dispositivos de todos os sistemas operacionais não serão mais capazes de imprimir usando o Google Cloud Print. Nós recomendamos que ao longo do próximo ano você encontre uma solução alternativa e execute uma estratégia de migração."

A Google não chega a explicar o porquê da medida, mas destaca que a impressão nativa do Chrome OS evoluiu muito desde que o Cloud Print começou a funcionar, em 2010. Além disso, a empresa pretende continuar adicionando recursos ao navegador, talvez um dia tornando o Cloud Print redundante ou desnecessário.

"A Google melhorou a experiência nativa de impressão do Chrome OS, e vai continuar a acrescentar recursos para a impressão nativa. Para ambientes fora do Chrome OS, ou em cenários de multi-OS, nós encorajamos vocês a usarem as infraestruturas de impressão nativas das plataformas respectivas e/ou realizar parcerias com uma provedora de soluções de impressão."

O Cloud Print pode ser acessado por qualquer dispositivo com acesso à internet, inclusive smartphones, e mandar qualquer documento ser impresso pela nuvem. A impressora pode estar conectada diretamente, se for uma das mais modernas, ou pode até mesmo ser uma antiga, que aí vai precisar de um computador configurado e conectado à nuvem. O vídeo abaixo sobre o serviço é bem didático, mas está em inglês:

Até o dia 31 de dezembro de 2020 o serviço vai continuar funcionando normalmente, até ganhar alguns recursos extras. Para mais informações, acesse o site de suporte oficial da Google neste link.

 

Fonte: 9to5Google
User img

João Gabriel Nogueira

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Google ajuda Janelia Research Campus em novo marco no mapeamento de neurônios

Google ajuda Janelia Research Campus em novo marco no mapeamento de neurônios

Modelo com 25.000 neurônios de uma mosca é o maior e mais completo já feito


HP anuncia três novos Chromebooks com foco em educação

HP anuncia três novos Chromebooks com foco em educação

Chromebook 11 G8 EE, Chromebook x360 G3 EE 11 e o Chromebook 14 G6 podem ser usados por alunos e professores


YouTube melhora proteção da privacidade das crianças

YouTube melhora proteção da privacidade das crianças

Mudanças anunciadas em setembro passado já começaram a ser implementadas


CEO da Google propõe regular inteligência artificial

CEO da Google propõe regular inteligência artificial "de forma sensata"

Executivo destacou que a tecnologia sempre possui partes boas e ruins


Microsoft está tentando resolver problema de alto consumo de RAM e bateria do Chrome

Microsoft está tentando resolver problema de alto consumo de RAM e bateria do Chrome

A preocupação da companhia pode ter bastante relação com o seu próprio navegador Edge