Uber não tem mais licença para operar em Londres
Créditos: Uber/Divulgação

Uber não tem mais licença para operar em Londres

Empresa é acusada de ter diversas brechas de segurança

A Uber não poderá mais atuar em Londres nos próximos anos, isso porque a autoridade de trânsito da cidade anunciou que não vai renovar a licença de operação da empresa. Cabe ainda recurso sobre a decisão, a empresa  tem 21 dias para entrar com o pedido de revisão, podendo atuar enquanto o processo estiver sendo julgado. Uma das queixas está na possibilidade de um motorista utilizar dados de outra pessoa para criar um perfil, algo que a Uber parece não estar fazendo o controle.

Imagem: Uber/Divulgação

Além disso, segundo a autoridade de trânsito, há diversas violações que colocam os passageiros e sua segurança em risco, o órgão diz entender as especificidades de trabalho da companhia, mas ainda assim não dá a permissão porque não há como garantir que esses problemas não vão continuar ocorrendo.

Atualmente, Londres é um dos maiores mercados do aplicativo fora dos Estados Unidos e agora está em risco, sendo esta a segunda vez em menos de três anos que a licença é negada. Há mais de 45 mil motoristas licenciados e que podem ser impedidos de circular muito em breve. Isso gera um problema para quem vê o aplicativo como uma saída para o desemprego, muitos se endividaram assumindo prestações para um veículo que seria pago transportando passageiros.

Uber sobrevive mesmo com
prejuízo de U$1,2 bilhão, mas como?

Vale ressaltar que a Uber, que já está atuando com o prejuízo de U$1,2 bilhão, pode se ver em uma situação insustentável e terminar 2021 com um saldo devedor aos investidores ainda maior do que o deste ano. Comentando a decisão de negar a licença, a empresa diz ser uma afirmativa extraordinária e errada por parte do órgão estatal, comenta que seu negócio passou por mudanças nos últimos dois anos e que parâmetros de segurança estão sendo definidos.

Aqui no Brasil há investigações envolvendo a falta de segurança como o cadastro falso de motoristas no aplicativo, uma destas ocorrências é comentada pelo UOL nesta notícia.

Via: Bloomberg Fonte: Uol

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.