Google quer unificar Android com Linux e mostra kernel rodando no PocoPhone F1
Créditos: Afaae

Google quer unificar Android com Linux e mostra kernel rodando no PocoPhone F1

Processo está em fases iniciais, mas pode trazer grandes benefícios

A Google está engajada em tornar o sistema operacional Android mais próximo de sua origem, o Linux. Durante o evento Linux Plumbers Conference, a empresa deu mais detalhes sobre o plano, que está em desenvolvimento desde o ano passado, e até demonstrou seu progresso em um celular da Xiaomi.

O smartphone rodando uma versão mais pura do Android 10 exibido pela companhia foi o PocoPhone F1, modelo da Xiaomi conhecido pelo seu custo-benefício. O dispositivo foi mostrado trazendo somente a base do Linux e sem modificações feitas pela companhia.

Como dá para notar, o smartphone ainda possui muitas funções do sistema desabilitadas e o processo ainda está em fases iniciais. Ainda assim, já é possível ligar o aparelho e fazer o Android com kernel Linux padrão funcionar em um smartphone.

Atualizações mais rápidas

O objetivo da Google com o projeto de adotar o kernel padrão do Linux no Android é tornar a distribuição do sistema unificada e simples, o que faria o processo de liberar atualizações mais ágil. Além disso, o uso da tecnologia com poucas modificações deixaria a vida da empresa mais simples, já que a "linha de montagem" do SO atualmente é bem truncada.

Apesar de ser baseado em Linux, o Android recebe uma tonelada de códigos antes de chegar ao consumidor final. Só da parte da Google, o sistema recebe 32 mil inserções e 1500 remoções em comparação ao kernel original. Isso não inclui as modificações feitas pelas empresas de componentes, como Qualcomm e MediaTek, e das fabricantes do smartphone, que também fazem suas "firulas" antes do lançamento do celular. O gráfico abaixo mostra como esse processo é realizado atualmente.


O kernel passa por muitas modificações e possui uma "linha de montagem" bagunçada. A Google que resolver isso com um sistema modular

De acordo com a Google, o processo de customização é tão grande que é praticamente impossível um celular Android conseguir rodar com o sistema final lançado em outro aparelho. O primeiro objetivo da Google é fazer uma limpeza no número de modificações que diferenciam o seu OS, chamado de Android Common, do Linux padrão, para depois trabalhar com fabricantes de componentes e parceiras.

Mais modularidade, menos fragmentação

Para fazer isso acontecer, a empresa vai trabalhar para trazer ferramentas que atualmente estão presentes somente no Android para a versão padrão do Linux e criar uma imagem do kernel que funciona em todos os smartphones baseados em ARM64.

Além de criar uma ponte entre o Android e o Linux padrão, a empresa também pretende tornar mais abrangente a filosofia do Project Treble, que separa a base do sistema operacional dos updates feitos por fabricantes.

Segundo a companhia, a missão é criar um sistema modular para as donas dos smartphones e empresas de componentes adicionarem suporte para o hardware no sistema com mais independência. Assim, o processo de implementação também seria facilitado, já que a Google entregaria o kernel estável e as fabricantes só teriam que adicionar mais funcionalidades por meio de módulos.

Como o projeto ainda está em desenvolvimento, é difícil dizer se o Linux padrão já estará presente no Android 11 ou até mesmo se veremos essa grande aproximação acontecendo no mercado algum dia. De qualquer forma, vale a pena ficar de olho nas novidades, pois uma maior integração entre Android e Linux com certeza daria mais atenção para o setor de código aberto.

Via: Ars Technica

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Google I/O 2020: Evento para desenvolvedores começa no dia 12 de maio

Google I/O 2020: Evento para desenvolvedores começa no dia 12 de maio

A data foi confirmada no Twitter pelo CEO Sundar Pichai


Novo celular da POCO será lançado em fevereiro

Novo celular da POCO será lançado em fevereiro

Teasers indicam que ele pode ser lançado como POCO X2


Samsung lançará Galaxy S20 com Quick Share, função para competir com AirDrop [Rumor]

Samsung lançará Galaxy S20 com Quick Share, função para competir com AirDrop [Rumor]

Novo recurso promete facilitar o compartilhamento de arquivos entre aparelhos da Samsung


Google ajuda Janelia Research Campus em novo marco no mapeamento de neurônios

Google ajuda Janelia Research Campus em novo marco no mapeamento de neurônios

Modelo com 25.000 neurônios de uma mosca é o maior e mais completo já feito


Xiaomi Mi 10

Xiaomi Mi 10

Confira a ficha técnica