Wave introduz a primeira plataforma global de concertos virtuais do mundo
Créditos: Wave

Wave introduz a primeira plataforma global de concertos virtuais do mundo

Empresa diz que sua nova plataforma permite conectividade sem precedentes entre artistas e fãs

A Wave, empresa de tecnologia voltada ao entretenimento conhecida antes como TheWaveVR, introduziu o que ela descreve como "a primeira plataforma de entretenimento virtual multi-canal do mundo para concertos ao vivo".

A plataforma usa tecnologia proprietária de transmissão ao vivo que permite que os artistas se apresentem para seus fãs em todo mundo em diferentes canais digitais.


"Há uma onda de telespectadores da próxima geração migrando para canais digitais de todos os tipos para encontrar entretenimento envolvente. E os jogos, a maior categoria de entretenimento e a com crescimento mais rápido, tornaram-se uma força motriz na descoberta da música. Hoje, estamos ampliando o trabalho inovador que fizemos em realidade virtual para tornar os concertos virtuais mais abrangentes, para que os artistas possam liberar sua criatividade e alcançar os fãs em qualquer plataforma digital, social ou de jogos."
-- Adam Arrigo, co-fundador e CEO da Wave

A tecnologia de transmissão "de ponta" da Wave transforma artistas em avatares digitais em tempo real e, em seguida, os coloca em um palco virtual. Estes avatares digitais aparentemente oferecem interações personalizadas que se adequam ao estilo do artista. A empresa distribuirá esses concertos virtuais através dos principais canais digitais, como YouTube, Twitch, Facebook e outros.

Wave introduz a primeira plataforma global de concertos virtuais do mundo

Um dos maiores destaques da plataforma da Wave é que ela integra o pessoal presente no chat na experiência, o que significa que os fãs começam a aparecer como avatares na plateia virtual e podem impactar diretamente a arte dentro da performance ao vivo.

Os fãs podem assistir aos concertos virtuais usando os aplicativos de desktop de realidade virtual e para PC da empresa, que são suportados no Steam para HTC Vive, Oculus Rift, Valve Index, Windows Mixed Reality e em outros dispositivos.

Os concertos gratuitos também tornam possível para os artistas alcançar um público global e muito maior do que com eventos ao vivo tradicionais. Eles também podem monetizar esses concertos através da venda de produtos físicos e de produtos virtuais, patrocínios e outros métodos.

Fonte: Android Central
User img

Fabio Rosolen

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Lenovo trabalha em novo headset VR standalone corporativo

Lenovo trabalha em novo headset VR standalone corporativo

Migare VR S3 foi criado para ser usado por professores e administradores


Novos óculos VR da Panasonic têm suporte HDR, 4K e design futurista

Novos óculos VR da Panasonic têm suporte HDR, 4K e design futurista

Gadget é apresentado na CES 2020 com estilo cyberpunk


Conheça os óculos de realidade virtual com resolução 8K desenvolvidos para a NASA

Conheça os óculos de realidade virtual com resolução 8K desenvolvidos para a NASA

Com preços a partir de US$ 8.000, os óculos de realidade virtual XTAL não são voltados para uso doméstico.


Smoke é um app que traz funcionalidades da Steam para o Apple Watch

Smoke é um app que traz funcionalidades da Steam para o Apple Watch

Que tal ver quais amigos estão jogando e em qual jogos eles estão pelo seu relógio?


MedRoom utiliza realidade virtual para treinar estudantes de medicina

MedRoom utiliza realidade virtual para treinar estudantes de medicina

Fundada em 2016, startup já faturou mais de R$1 milhão e a expectativa é alcançar R$5 milhões até o final de 2020