Spotfiy começa a testar exibição de letras de música em tempo real
Créditos: OneZero

Spotfiy começa a testar exibição de letras de música em tempo real

Recurso foi adicionado recentemente ao rival Apple Music e funciona em sincronia com o áudio

A equipe do Spotify confirmou de maneira oficial que está testando um recurso que exibe as letras das músicas em tempo real, de maneira sincronizada com o áudio que está sendo reproduzido. A funcionalidade é basicamente a mesma que foi implementada no Apple Music recentemente com a chegada do sistema operacional para dispositivos móveis iOS 13.

31/10/2019 às 19:46
Notícia

Spotify Kids é o novo aplicativo de músicas voltado ao públic...

Aplicativo contará com diversas músicas, trilhas sonoras e histórias criadas exclusivamente para as c...

De acordo com o site Tech Crunch, diversos usuários em diferentes regiões e mercados internacionais já relataram ter visto o recurso na versão mobile do Spotify. Ao ser ativado, as letras vão deslizando em tempo real, no mesmo ritmo que a música.

As capturas de tela que estão sendo compartilhadas pelos usuários mostram que a funcionalidade usa uma tecnologia da Musixmatch. Não há uma confirmação oficial dos locais onde o teste está sendo realizado, mas até agora já surgiram usuários de Canadá, México e Indonésia com a ferramenta nos seus aplicativos.

O recurso de letras de música em tempo real pode ser ativado através de um botão que fica abaixo dos controles de reprodução. É a mesma área do aplicativo onde hoje se encontram recursos como Behind the Lyrics ou Storyline.

Assim como o pessoal do Tech Crunch não conseguiu acessar o recurso nos Estados Unidos, nós ainda não temos acesso à funcionalidade no Brasil. Isso indica que, no momento em que esta notícia foi escrita, a função de letras de música em tempo real ainda está restrita a algumas regiões específicas.

Alguns anos atrás, o Spotify tinha suporte a letras de música na sua versão para desktop. Porém, a ferramenta acabou sendo removida do software. Desde então, os usuários têm pedido pelo retorno do recurso. Há, por exemplo, um tópico na comunidade de usuários do Spotify que pede o retorno das letras de música já recebeu mais de 14.300 votos positivos.

A equipe do Spotify não responde a esses pedidos, exceto para apontar a já existente integração do serviço de streaming de música com o Genius.

Via: Tech Crunch
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Mercado de streaming de músicas teve um aumento de 32% em 2019, revela relatório

Mercado de streaming de músicas teve um aumento de 32% em 2019, revela relatório

Spotify se mantem no topo dos aplicativos, com 35% do total de assinaturas pagas


LineageOS 17.1 baseado em Android 10 já está disponível

LineageOS 17.1 baseado em Android 10 já está disponível

ROM deve chegar primeiramente a dispositivos mobile específicos


Jogos mobile de graça e Promoções! Acompanhe atualizações contantes nesse artigo [ATUALIZADO+]

Jogos mobile de graça e Promoções! Acompanhe atualizações contantes nesse artigo [ATUALIZADO+]

Nesse período de quarentena, dá pra matar o tédio com vários games


Google usa IA para adicionar efeitos semelhantes a pinturas famosas em fotos

Google usa IA para adicionar efeitos semelhantes a pinturas famosas em fotos

Recurso está disponível no aplicativo Google Arts & Culture para Android e iOS


Apple dá recompensa de US$ 75.000 para hacker que encontrou falhas no sistema

Apple dá recompensa de US$ 75.000 para hacker que encontrou falhas no sistema

Ryan Pickren encontrou furos no sistema do Safari que dava acesso a câmera