Apple remove todos os aplicativos de 'vaping' da App Store nesta manhã
Créditos: Brockpress.com

Apple remove todos os aplicativos de 'vaping' da App Store nesta manhã

A CDC recomenda que as pessoas evitem o consumo os cigarros eletrônicos

A partir desta manhã, os clientes da Apple não encontrarão mais aplicativos destinados à prática do 'vaping', ato de inalar vapores criados por cigarros eletrônicos, utilizados principalmente por pessoas que estão procurando alternativas 'mais saudáveis' ao cigarro tradicional, ou que procuram abandonar o vício.

A decisão da Apple foi motivada principalmente pelo aumento de uma grave e misteriosa doença pulmonar ligada ao uso dos cigarros eletrônicos, que está preocupando as autoridades de saúde dos EUA. Os cigarros eletrônicos e os vaporizadores utilizam em sua composição a nicotina e, em alguns modelos, a THC (tetra-hidrocanabinol), componente psicoativo da maconha.

Os casos estão sendo investigados por especialistas do CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças, agência de pesquisa em saúde pública ligada ao Departamento de Saúde), da FDA (Food and Drug Administration, agência do governo responsável pelo controle de medicamentos) e de departamentos de saúde estaduais. Até agora, mais de 2.172 casos foram registrados pelas autoridades americanas em 33 Estados.

"Temos muito cuidado em selecionar a App Store como um local confiável para os clientes, principalmente os jovens, fazerem o download de aplicativos. Avaliamos constantemente os aplicativos e consultamos as evidências mais recentes para determinar os riscos à saúde e ao bem-estar dos usuários" - Nota oficial da Apple

Na AppStore, todos os 181 aplicativos existentes relacionados à prática do 'vaping' foram removidos. Os usuários que já os instalaram não perderão o acesso aos apps, podendo inclusive instalá-los em outros dispositivos cadastrados com a sua Apple ID. Desde Junho a empresa não permite novos aplicativos desta categoria e afirma que jamais permitiu a venda de cartuchos de reposição diretamente em seus aplicativos.

A Apple atualizou as Diretrizes de Revisão da App Store para reforçar a proibição dos aplicativos que incentivam ou facilitam a utilização destes produtos. Apps que incentivam o consumo de produtos de tabaco e vape, drogas ilegais ou quantidades excessivas de álcool não são permitidos na loja de aplicativos.

"Nossa esperança é que outros sigam nossa liderança e sigam com sua poderosa mensagem de que o vício em nicotina, causado também pelo uso de cigarros eletrônicos, está deixando milhares de pessoas doentes em todo o mundo" - Nancy Brown, CEO da American Heart Association.

A American Heart Association parabenizou a Apple pela atitude: "Estamos gratos que a Apple esteja se juntando a nós e a outras pessoas neste dia histórico para enfrentar o grande Vape e suas mentiras, removendo todos os aplicativos vaping da App Store", afirmou Nancy Brown, CEO da American Heart Association.

A CDC recomenda que, enquanto as investigações dos casos e das mortes não forem concluídas, as pessoas evitem ao máximo o uso dos vaporizadores e cigarros eletrônicos.

Fonte: 9to5mac
User img

Jean Oliveira

Apple vai realizar evento para premiar os melhores apps e games da iOS de 2019

Apple vai realizar evento para premiar os melhores apps e games da iOS de 2019

O evento vai acontecer no dia 2 de dezembro em Nova York