Supercomputador leva um ano para simular a criação de uma galáxia
Créditos: Royal Astronomical Society

Supercomputador leva um ano para simular a criação de uma galáxia

Chamada de Hazel Hen, a máquina utilizou 16 mil núcleos de processamento para a simulação

Entender a origem da vida é um passo considerado tão misterioso quanto importante do ponto de vista da ciência e estudamos isso contando com o que há de mais moderno na atualidade. Para simular a criação de uma galáxia similar em massa à de Andrômeda, pesquisadores alemães e estadunidenses trabalharam juntos e utilizam um supercomputador. O vídeo abaixo demonstra as transformações na densidade de gases com o passar do tempo.

Para concluir a simulação, apesar de o vídeo demonstrado contar com cerca de dois minutos, foi necessário aproximadamente um ano, nesse período o supercomputador simulou quadro por quadro, garantindo que cada parte tivesse a movimentação mais natural possível. Esta é, atualmente, a simulação mais precisa já feita da formação de uma galáxia.

Rover Curiosity faz experimento raro em Marte
pela segunda vez - e pausa para tirar uma selfie

O supercomputador é chamado de Hazel Hen, fica em Stuttgart, na Alemanha, e é capaz de fazer milagre com seu poder de processamento, contando com 16000 núcleos. O vídeo demonstra 230 milhões de anos-luz de diâmetro e mais de 20 bilhões de partículas incluindo estrelas, gás cósmico, campos magnéticos, buracos negros, etc.

A simulação recebeu o nome de TNG50 e permite que os pesquisadores façam estudos aprofundados sobre o crescimento e expansão de galáxias com o passar do tempo em grande escala. Toda esta pesquisa fica por conta de um projeto chamado de IllustrisTNG, que prevê outras simulações envolvendo formações de galáxias. No passado, poucas simulações do tipo eram feitas, um fator dificultador para os pesquisadores e que vem diminuindo com o passar do tempo.

A pesquisa foi liderada pela Dra. Annalisa Pillepich do Instituto Max Planck de Astronomia e pela Dra. Dylan Nelson do Instituto Max Planck de Astrofísica. Já os resultados da pesquisa foram publicados na revista Monthly Notices of The Royal Astronomical Society.

Via: Universe Today

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Ministro estaria negociando fábrica da Tesla no Brasil

Ministro estaria negociando fábrica da Tesla no Brasil

Vinda da empresa para cá coincidiria com lei que beneficia veículos elétricos no país


Booster do foguete usado no quinto lançamento de satélites Starlink ficou no oceano

Booster do foguete usado no quinto lançamento de satélites Starlink ficou no oceano

Esse é o quarto impulsionador que a companhia espacial perde no mar


Estados Unidos podem bloquear fornecimento de chips para a Huawei

Estados Unidos podem bloquear fornecimento de chips para a Huawei

As autoridades estadunidenses alterariam a Regra de Produto Direto Estrangeiro para fazer isso


Asus e Samsung se destacam nos iF Design Awards 2020

Asus e Samsung se destacam nos iF Design Awards 2020

Premiação é considerada o Oscar do Design e é julgada por jurados especializados


SpaceX lança quinto lote de satélites Starlink

SpaceX lança quinto lote de satélites Starlink

Os 60 satélites foram colocados em órbita pelo foguete Falcon 9