Pesquisadores desenvolvem nova forma de medir a gravidade

Pesquisadores desenvolvem nova forma de medir a gravidade

Novo método usa átomos flutuantes

Uma equipe de pesquisadores da Universidade da Califórnia descobriu uma nova forma de medir a gravidade – observando diferenças nos átomos em um estado de superposição, suspensos no ar por lasers. Em seu artigo publicado na revista Science, a equipe descreve sua nova técnica e explica por que eles acreditam que ela será mais útil do que os métodos tradicionais.

Atualmente, a maneira padrão de conduzir experimentos sobre a gravidade é soltar as coisas em tubos blindados e assim realizar as medições usando instrumentos. Além de dar aos pesquisadores um breve vislumbre de interações gravitacionais, tais métodos muitas vezes são vítimas de campos magnéticos. Com a nova descoberta, os pesquisadores encontraram uma maneira de medir a gravidade que não envolve a queda de objetos em um tudo.

A nova abordagem envolve a liberação de uma nuvem de átomos de césio no ar em uma pequena câmara e, em seguida, usando luzes piscando para dividir vários deles em um estado de superposição. Uma vez divididos, lasers foram usados para manter todos os átomos em posições fixas com um de cada par sendo elevado um pouco acima de seu companheiro. A equipe então mediu a dualidade de partículas de onda de cada átomo, que é impactada pela gravidade. Medindo a diferença na dualidade entre os átomos emparelhados (por causa da diferença em suas distâncias da Terra), os investigadores puderam obter uma predição para a gravidade.

A nova técnica também pode permitir que as medições ocorram em períodos mais longos de tempo, já que os átomos que estão sendo medidos não estão se movendo. Além disso, ela poderia ser usada para medir a atração gravitacional entre dois objetos. Outro ponto que merece ser destacado é que como o aparelho usado para medir a atração gravitacional é pequeno, é muito mais fácil de ser protegido contra a interferência de campos magnéticos aleatórios. Ele também poderia permitir a construção de dispositivos portáteis de medição de gravidade que poderiam ser usados para medir a atração gravitacional da Terra em diferentes locais - uma maneira possível de ajudar a identificar depósitos minerais.

A nova forma de medir a gravidade também pode ser útil para os cientistas que tentam entender a natureza da matéria escura e testar outras ideias de física, como o princípio da equivalência.

Via: Phys.org Fonte: TweakTown
User img

Fabio Rosolen

Cientistas instalam alto-falantes no fundo do mar para repopular recifes danificados

Cientistas instalam alto-falantes no fundo do mar para repopular recifes danificados

A pesquisa mostrou que os sons saudáveis podem atrair peixes jovens


Computação na velocidade da luz é atingida por cientistas em Oxford

Computação na velocidade da luz é atingida por cientistas em Oxford

Pesquisadores conseguiram eliminar a barreira entre ótica e eletrônica


Cientistas descobrem buraco negro tão grande que “nem deveria existir” na Via Láctea

Cientistas descobrem buraco negro tão grande que “nem deveria existir” na Via Láctea

O “monstro” tem massa aproximada 70 vezes maior que a do Sol


Microsoft usa Inteligência Artificial para diagnosticar câncer cervical mais rápido na Índia

Microsoft usa Inteligência Artificial para diagnosticar câncer cervical mais rápido na Índia

Projeto foi desenvolvido em conjunto com a SRL Diagnostics