Redmi 5 e Redmi 5 Note recebem atualização para o MIUI 11
Créditos: Xiaomi

Redmi 5 e Redmi 5 Note recebem atualização para o MIUI 11

Infelizmente os aparelhos permanecem na versão 9 do Android

Próximo do final deste ano, a Xiaomi acelera seu programa de atualização do MIUI 11, afim de garantir que boa parte dos seus modelos o receba antes de 2020. Hoje a empresa começou a disponibilizar, inicialmente para os usuários da China, a atualização para os smartphones Redmi 5 e Redmi Note 5.

O Redmi 5 foi lançado em Dezembro de 2017 com o Android 7.1.2, e o Redmi Note 5 em Fevereiro de 2018 já com o Android 8.1. Ambos os modelos receberão a versão estável da ROM do MIUI 11.0.1, infelizmente ainda baseados no Android 9 Pie.

Não podemos afirmar que a Xiaomi pretende, no futuro, trazer o Android 10 para estes aparelhos. Provavelmente para o irmão menor, o Redmi 5, não teremos este salto das versões. Contudo a empresa deverá lançar novas atualizações do MIUI no futuro, já que os recursos da interface independem da versão do Android. O tamanho dos pacotes de atualização são de 591 MB para o Redmi 5, e 677 MB para o Redmi Note 5.

Apesar de a atualização não portar o Android 10 para os smartphones, a nova versão do MIUI 11 traz bons recursos para seus usuários. As novidades incluem um Dark Mode (modo escuro) aprimorado em todo o sistema, novos ícones para a interface gráfica, novos sons e alarmes, animações mais suaves, um modo agressivo de economia de energia e o Kids Mode, recurso muito interessante para os pais que fornece um ambiente seguro para as crianças, executando apenas aplicativos permitidos pelos pais ou responsáveis. Convenhamos que este último recurso a Google já disponibiliza desde o Android 4.4, o Family Link, mas não deixa de ser mais uma opção para os pais terem controle sobre os dispositivos dos filhos.

Outros recursos incluem alertas de terremoto e a funcionalidade de transmitir continuamente a tela do smartphone para um monitor externo, mesmo se a tela do aparelho for desligada para economizar energia.

Fonte: Gizmochina
User img

Jean Oliveira

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

POCO se separa da Xiaomi e vira marca independente

POCO se separa da Xiaomi e vira marca independente

Também foi confirmado que ela ainda está trabalhando no smartphone POCO F2


Xiaomi apresenta ar-condicionado que consome até 20% menos energia que modelos concorrentes

Xiaomi apresenta ar-condicionado que consome até 20% menos energia que modelos concorrentes

Xiaomi Smartmi Air Conditioner A possui versões com 1 e 1,5 toneladas de capacidade


MiStore Brasil

MiStore Brasil "reaparece" e publica nota sobre o fim da empresa sem resolver os problemas

Loja não diz motivo do encerramento das operações e nem como irá ressarcir pessoas que compraram através de boleto bancário


Xiaomi demonstra Mi Mix Alpha para jornalistas na Índia

Xiaomi demonstra Mi Mix Alpha para jornalistas na Índia

Evento permitiu que fossem feitas novas fotos do celular com tela surround


Pixel 4 XL e Redmi Note 7 são considerados os celulares mais frágeis de 2019

Pixel 4 XL e Redmi Note 7 são considerados os celulares mais frágeis de 2019

Ranking foi feito por JerryRigEverything, YouTuber que esta durabilidade dos dispositivos