MIT mostra teste de nove de seus robôs Mini Cheetah em novo - e curioso - vídeo
Créditos: MIT

MIT mostra teste de nove de seus robôs Mini Cheetah em novo - e curioso - vídeo

Pequenos robôs ficam pra lá e pra cá brincando no mato e passando uma sensação de vida

Os robôs já fazem parte de nossa vida de muitas formas, principalmente no segmento de produção. Mas quando pensamos nas obras clássicas de ficção científica, onde os autômatos parecem pessoas ou animais, ainda estamos um tanto distantes dessa realidade. É por isso que criações como as da Boston Dynamics chamam tanto a atenção, assim como o pessoal do MIT (Massachussets Institute of Technology) fez dessa vez, em um novo vídeo:

No vídeo acima podemos ver um teste de campo com nove Mini Cheetahs, que é o nome desses pequenos robôs saltitando e brincando no mato que aparecem. Essa não é a primeira vez que este robô é revelado, inclusive em sua habilidade de realizar saltos mortais para trás. Mas agora foi revelado que o MIT está indo em frente em produzir mais desses modelos e, não só isso, mas no vídeo eles aparecem interagindo, o que torna tudo mais interessante.

"O Mini Cheetah tem mais ou menos o tamanho perfeito. Nove quilogramas não é muito pequeno, mas nem tão grande que fique perigoso ou frágil. Nós criamos essa máquina para ser capaz de absorver os impactos, de pular, aterrissar e por aí vai."
Sangbae Kim, diretor de biomimética no MIT

Para quem já começa a falar da revolução das máquinas, é interessante enfatizar que os Mini Cheetahs não são "inteligentes". As habilidades motoras dos robôs são impressionantes, mas eles não contam com tecnologias de aprendizado de máquina ou inteligência artificial avançada. Apenas fazem o que são programados para fazer.

04/11/2019 às 11:35
Notícia

Conheça os M-Block 2.0, pequenos blocos que na verdade são ro...

Tecnologia está apenas no começo, mas tem imenso potencial para o futuro

No momento esse tipo de robótica não tem sido extensivamente usado no mundo comercial e o exemplo mais proeminente de suas aplicações é para trabalhos de reconhecimento, em terrenos difíceis ou perigosos. A expectativa, no entanto, é que no futuro eles consigam realizar tarefas mais complexas, como a entrega de encomendas e, aí sim um pouco mais assustador, trabalho de segurança.

Fonte: The Verge
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Universidade cria gafanhoto ciborgue que identifica explosivos

Universidade cria gafanhoto ciborgue que identifica explosivos

Insetos levam consigo mini mochilas detectoras com sinal wireless


Booster do foguete usado no quinto lançamento de satélites Starlink ficou no oceano

Booster do foguete usado no quinto lançamento de satélites Starlink ficou no oceano

Esse é o quarto impulsionador que a companhia espacial perde no mar


Nova técnica de impressão 3D promete criar objetos em segundos

Nova técnica de impressão 3D promete criar objetos em segundos

Técnica utiliza lasers e resina para construir o objeto inteiro ao invés de camadas


Chuva vai se tornar uma fonte altamente eficaz de energia em breve

Chuva vai se tornar uma fonte altamente eficaz de energia em breve

Uma única gota de água poderá acender 100 lâmpadas de LED


Cientistas criam papel de parede inteligente que deixa sinal de WiFi 10x mais forte

Cientistas criam papel de parede inteligente que deixa sinal de WiFi 10x mais forte

Tecnologia funciona ao refletir o sinal de internet, sem precisar de energia ou cabeamento