DJI explica por que está fazendo investimentos em robótica
Créditos: DJI

DJI explica por que está fazendo investimentos em robótica

Para a empresa, o entendimento da área está se tornando cada vez mais essencial para o dia a dia

 A DJI ganhou reputação de empresa inovadora em tecnologia global ao criar drones, mas nos últimos tempos, a fabricante líder na fabricação de drones no mundo está se concentrando no desenvolvimento de robôs mais complexos, além de sistemas aéreos. Desde 2014, a DJI tem investido no RoboMaster, um concurso de robótica de nível universitário. Segundo a empresa, este evento internacional e anual é uma amostra do motivo pelo qual a DJI começou a desenvolver robótica.

OFICIAL: Drone DJI Mavic Mini cabe na
palma da mão, voa por 30 minutos e custa US$399

A empresa explica que a RoboMaster é uma competição que traz equipes de estudantes de universidades de todo o mundo, tornando-as responsáveis pela criação de robôs que competem entre si. Desde a sua criação, o concurso atraiu mais de 20.000 estudantes de mais de 400 universidades. Esses alunos trabalham para serem mais inteligentes que outras equipes, ao apresentar melhores soluções de programação, execução de manobras, além de dominar a robótica e a engenharia. Mergulhando profundamente nesses tópicos de estudo, os alunos precisam aplicar o que aprenderam à competição para ganhar vantagem. Com um torneio de duas semanas em uma grande arena em Shenzhen, na China, a DJI conta que as finais são partidas intensas e emocionantes, transmitidas para milhões de espectadores em todo o mundo.

Segundo a empresa, é possível ver jovens engenheiros completamente imersos em suas criações. Fiação no chão, chassi do robô desmontado, telas de código indecifrável. E, nesse caos, a empresa consegue ver um cenário que deu origem à DJI: no dormitório de um estudante de graduação.

Ainda segundo explicado em nota, a competição RoboMaster permite que os alunos apliquem e mostrem suas teorias e conceitos em um palco ao vivo. Com essa expectativa, todos os participantes se aproximam da ocasião, provando que o gênio é 1% de inspiração, 99% de transpiração.

Por que o RoboMaster S1 foi criado?

Recentemente, noticiamos aqui que a empresa anunciou um robô inteligente e programável, o RoboMaster S1, surpreendendo muitos fãs da empresa que costumam acompanhar o lançamento de drones. Pois bem, a chegada deste pequeno robozinho foi melhor explicado do ponto de vista empresarial. Ela conta que o RoboMaster S1 foi apresentado como uma ferramenta educacional prática, interativa e rigorosa, sendo intuitivo e complexo para o benefício de alunos em idade escolar. Desde a primeira tarefa de montar o robô, tanto crianças e pais quanto professores mergulham de cabeça no mundo da robótica. Para ele, a DJI tornou a linguagem de programação e codificação o nome do jogo para que o S1 pudesse servir qualquer sala de aula como um recurso atraente para STEM, STEAM e até modelos de educação baseados em projetos.

Por último, a empresa explica que a robótica tem está se tornando cada vez mais parte de nossas vidas, sendo essencial compreendê-la. Esses robôs devem a inspirar a próxima geração de estudantes, engenheiros e cientistas a serem criativos e pensarem de maneira diferente quando se trata de como essa tecnologia pode ajudar o mundo.

Novos drivers Nvidia Studio RTX aceleram Blender em 4 vezes

Novos drivers Nvidia Studio RTX aceleram Blender em 4 vezes

Além de Autodesk e Maya, outros apps também são beneficiados


Drone marítimo da Saildrone é movido a energia solar e ajuda a estudar oceanos

Drone marítimo da Saildrone é movido a energia solar e ajuda a estudar oceanos

Embarcação já chegou a navegar por 196 dias seguidos coletando dados na Antártica


Drone pode ser lançado como bala de canhão para decolar

Drone pode ser lançado como bala de canhão para decolar

Aeronave tem hélices dobráveis e uma aerodinâmica propícia para o lançamento


Super Charge Turbo de 100W da Xiaomi chega aos smartphones em 2020

Super Charge Turbo de 100W da Xiaomi chega aos smartphones em 2020

Tecnologia promete recarregar uma bateria de 4000mAh em apenas 17 minutos


Amazon pode inaugurar supermercados sem atendentes humanos no início de 2020

Amazon pode inaugurar supermercados sem atendentes humanos no início de 2020

A companhia confirmou que seus engenheiros estão testando a tecnologia Go em Seattle