Office 365 impedirá que documentos maliciosos infectem o Windows com malware
Créditos: Microsoft

Office 365 impedirá que documentos maliciosos infectem o Windows com malware

Office Application Guard usará segurança baseada em virtualização para isso

A Microsoft anunciou que o Office 365 ProPlus receberá um novo recurso chamado Application Guard que permitirá que os usuários abram anexos potencialmente maliciosos em um ambiente isolado sem risco de infectar o Windows.

O Office 365 ProPlus é voltado especificamente para o mercado corporativo e oferece recursos como ferramentas de colaboração em tempo real, ferramentas que usam inteligência artificial e a nuvem parta ajudar na criação de textos e apresentações, ferramentas de proteção de dados e mais.

Para quem não sabe ou não se lembra, o navegador Microsoft Edge no Windows 10 Pro e Enterprise inclui suporte para um recurso de segurança chamado Windows Defender Application Guard.

Baseado em virtualização, este recurso abre uma janela do navegador em um ambiente isolado e com isso o usuário pode acessar sites potencialmente maliciosos de forma segura. Qualquer tentativa do site de comprometer o computador do usuário será bloqueada.

Na imagem abaixo é possível ver um exemplo de site aberto com o Windows Defender Application Guard habilitado:

Este mesmo ambiente isolado passará a ser oferecido com o nome Microsoft Office Application Guard para os usuários do Office 365 ProPlus com o objetivo de oferecer melhor proteção contra anexos maliciosos usados comumente para instalação de malware.

07/02/2018 às 20:42
Notícia

Microsoft lança ferramenta de criação de currículos no Office...

A primeira grande integração de Word e LinkedIn

Com o Office Application Guard, um documento do Office como um .doc do Word ou .xls do Excel poderá ser aberto no ambiente isolado protegido com a segurança baseada em virtualização e sem acesso ao ambiente normal do Windows.

Embora os usuários sejam capazes de imprimir, editar e salvar alterações, o ambiente isolado impedirá que macros sejam executadas para instalação de malware, para exploração de vulnerabilidades no sistema operacional ou no Office e para execução de comandos do PowerShell ou JavaScript que poderiam afetar o ambiente normal do Windows.

Se o usuário decidir definir o documento como “confiável”, ele será verificado pelo Microsoft Defender Advanced Threat Protection antes que ele possa ser visualizado. Esta camada extra de segurança é útil principalmente porque muitos ataques começam justamente quando o usuário abre um documento do Word ou do Excel que chega como anexo.

No momento o Office Application Guard está disponível para testes de forma limitada e estará disponível para todos os usuários do Office 365 ProPlus a partir de 2020.

Fonte: Bleeping Computer
User img

Fabio Rosolen

Conheça o Luna! O novo serviço de STREAMING de JOGOS da Amazon

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.