Licença que vai permitir comércio entre empresas dos EUA e Huawei será liberada em breve
Créditos: Business Times

Licença que vai permitir comércio entre empresas dos EUA e Huawei será liberada em breve

O governo dos EUA vai liberar a negociação, desde que não apresente ameaças a segurança

A licença especial para empresas dos Estados Unidos que desejam continuar a realizar comércio com a Huawei, vai começar a ser liberada em breve. O anúncio foi publicado pelo site Bloomberg, que em entrevista com o secretário de Comércio Wilbur Ross confirmou que o número de pedidos dobrou nos últimos meses para 260 empresas interessadas na licença. Ross falou que todos os pedidos estão sendo analisados e as licenças que forem aprovadas seriam emitidas "muito em breve". O secretário também lembrou que não será uma ordem geral, dependendo da situação pode haver a negação do governo em conceder o documento.

25/07/2019 às 09:15
Notícia

Donald Trump concorda que empresas dos EUA retomem relações c...

As licenças de comércio vão poder ser emitidas onde não há ameaça à segurança nacional

A guerra comercial entre os Estados Unidos e China se intensificaram depois que o governo dos EUA baniu relações comerciais entre as empresas norte-americanas com a maior fabricante de smartphones do mundo, a Huawei. A decisão foi recuada, prorrogando o "período de trégua" por mais seis meses. Dentro desse tempo, o Departamento de Comércio dos EUA anunciou que poderia emitir licenças especiais para empresas de tecnologia locais que tivessem interesse em manter seus vínculos comerciais com a Huawei, desde que não implicasse em riscos para a segurança nacional. O resultado foi que mais de 130 empresas solicitaram a certificação, número este que foi duplicado até o momento.

Dentre as 260 empresas que fizeram o pedido para permanecer fazendo trocas com a Huawei, está a Google. A empresa é responsável por fornecer o sistema operacional Android, que equipa todos os dispositivos móveis que são fabricados pela chinesa (no momento). O anúncio de que a empresa americana não iria mais dar suporte para os aparelhos da Huawei, obrigou a gigante dos smartphones a lançar o seu próprio sistema. Ele foi lançado com a proposta de ser flexível a diversos gadgets, não somente smartphones e tablets. 

Embora ainda não tenha data e nem a lista de quais empresas terão a licença para realizar o comércio com a Huawei, isso é uma notícia animadora para a chinesa. Os EUA estão negociando um acordo comercial com a China, que tem o prazo até o final deste mês para ficar pronto.

Para entender melhor o início dessa polêmica, veja o vídeo abaixo:

Via: GSM Arena Fonte: Bloomberg
User img

Ana Luiza Pedroso

Tablet Huawei MatePad Pro aparece em vídeo oficial

Tablet Huawei MatePad Pro aparece em vídeo oficial

Vídeo confirma que ele será apresentado em evento no próximo dia 25


TV Huawei Smart Screen foi certificada pela Wi-Fi Alliance

TV Huawei Smart Screen foi certificada pela Wi-Fi Alliance

Smart TV da Huawei terá modelos com 55, 65 e 75 polegadas


Huawei Mate X: Conserto da tela dobrável custará o valor de um iPhone 11 Pro

Huawei Mate X: Conserto da tela dobrável custará o valor de um iPhone 11 Pro

Novo smartphone dobrável da Huawei começou a ser vendido no dia 16/11 na China


Huawei P Smart Z 2020 deverá ter câmera flip, aponta patente

Huawei P Smart Z 2020 deverá ter câmera flip, aponta patente

Aparelho deve vir em duas opções, uma com câmera simples e outra com duas lentes rotativas


Huawei P40 e P40 Pro terão lançamento global em 2020 [Rumor]

Huawei P40 e P40 Pro terão lançamento global em 2020 [Rumor]

Eles poderiam ser lançados mesmo com o embargo comercial imposto pelos Estados Unidos