Defesa Civil utiliza TV por assinatura para enviar alertas de risco de desastres
Créditos: IrishTimes

Defesa Civil utiliza TV por assinatura para enviar alertas de risco de desastres

Sistema já é utilizado por grande parte do país e chega agora em São Paulo

A Defesa Civil está trabalhando em maneiras eficazes de deixar a população alerta para situações de perigo envolvendo desastres naturais, o mais novo reforço é a utilização da rede de TVs por assinatura para avisar os moradores de riscos variados. O recurso é novidade principalmente em São Paulo, onde começa a partir de agora, outras regiões do Brasil já são avisados através das televisões.

DJI lança novos drones para
agricultura e atendimentos de desastres

O informe aparece como pop-up, no canto da tela e sem interromper a programação, é algo discreto e sua apresentação depende do sistema da TV por assinatura utilizado, além de poder ser visualizado através da caixa de mensagens de acordo com a rede contratada pelo usuário. Desde março deste ano, Paraná e Santa Catarina estão com o sistema de aviso implementado, chegando em setembro no Rio Grande do Sul e em outubro em Alagoas, Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

25/10/2019 às 11:24
Notícia

Tecnologia permite que drones diferenciem pessoas vivas de mo...

Inovação é útil para resgatar pessoas em cenários de tragédia

Desde 2017 a Defesa Civil utiliza mensagens de texto (SMS) para avisar os moradores dos possíveis problemas causados por riscos ambientais, que incluem, entre outros, chuvas fortes, alagamentos, deslizamentos de terra, baixa umidade relativa do ar e enchentes.

Enquanto o serviço oferecido pela TV é automático, para passar a receber mensagens de aviso no celular, é necessário enviar uma mensagem de SMS para o número 40119 com o CEP do endereço a ser monitorado. Também é possível cadastrar mais de um endereço, sendo o serviço oferecido sem taxa adicional.

O programa vem do Ministério da Integração, coordenado pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) e implementado pela Defesa Civil em parceria com as operadoras de telefonia. Também contou com a organização da Anatel para o pleno funcionamento de modo que os custos pelas SMS ficam por conta das operadoras.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.