Relatório de resultados da Tesla registra lucro líquido de US$143 milhões
Créditos: Motor y Racing

Relatório de resultados da Tesla registra lucro líquido de US$143 milhões

As ações tiveram aumento de mais de 20%, atingindo os valores mais altos desde fevereiro

A Tesla divulgou os seus lucros do terceiro trimestre de 2019. Superando as expectativas dos acionistas, a empresa teve US$143 milhões em lucro líquido, o que indica o começo da sua estabilização no mercado automotivo. Depois do anúncio as ações dispararam em mais de 20%, atingindo os valores mais altos desde fevereiro de 2019.

26/10/2018 às 12:43
Notícia

Tesla Motors relatou lucro de US$311 milhões no terceiro trim...

Essa é a terceira vez que a empresa tem saldos positivos

A empresa de carros elétricos comandada por Elon Musk já tinha começado a relatar altas taxas de lucro desde o final de 2018, quando teve o recorde de US$311 milhões de saldo positivo. A Tesla, assim como a maioria das empresas automobilísticas, teve problemas para manter os ganhos nos primeiros anos, de 2016 a 2018 não tinha sido relatado lucros por parte da fabricante. Pelo segundo ano consecutivo a receita é milionária, o que atrai ainda mais investidores interessados, aumenta os valores das ações e fomenta o seu desenvolvimento.

A Tesla relatou uma receita total de US$6,3 bilhões, ficando um pouco abaixo da previsão dos analistas, que falavam em US$6,42 bilhões. Como já falado, a empresa ficou com lucros gerais cerca de 7,5% menores do que o mesmo período do ano anterior.

Além da divulgação do seu relatório de lucros, a empresa também trouxe novidades para os seus investidores. Será aberta uma nova fábrica em Xangai, onde já se iniciou uma produção de veículos experimental. Ela também informou que está adiantada em relação a produção do Model Y e está empolgada para o lançamento de seu caminhão Tesla Semi, que deverá estar pronto em 2020. Também foi falado que o anúncio correto da localização exata de seu futuro Gigafactory europeu, acontecerá em breve. Essa novidade vai ser responsável pela produção de seus modelos elétricos em solo europeu a partir do ano de 2021.

Esse é o primeiro relatório de resultados da Tesla desde a saída de JB Straubel, co-fundador e ex-CTO (Chefe de Tecnologia). Além disso, a empresa também fez o investimento em duas startups, a DeepScal que é uma empresa de visão computacional e a Hibar Systems, que produz baterias.

Via: Tweak Town, CNBC
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

Testamos o ROG Phone 3!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.