Executivo do AliExpress revela que gostaria de abrir centro de distribuição no Brasil
Créditos: AliExpress

Executivo do AliExpress revela que gostaria de abrir centro de distribuição no Brasil

Representante da empresa para a LATAM falou da importância do Brasil em entrevista

Qualquer pessoa que já fez compras pela internet deve conhecer o AliExpress. O site que vende produtos da China tem uma presença gigante no país, oferecendo desde as famosas imitações de baixa qualidade até produtos bastante procurados por preços bem competitivos. O Brasil é tão fã do AliExpress que o site considera nosso país entre os cinco principais mercados do mundo e queria aumentar ainda mais sua presença por aqui criando um centro de distribuição local.

A informação vem de Ken Huang, o líder da empresa chinesa para a América Latina que recentemente concedeu uma entrevista ao Estadão, no caderno Link do jornal. Huang falou que um dos principais problemas para o AliExpress no país, apontado pelos consumidores e reconhecido pela empresa, é o tempo que leva para as mercadorias chegarem. Para contornar essa situação, a companhia chega a estudar o centro de distribuição, conforme Huang disse ao jornal:

"Há algumas opções. Não há nada confirmado, mas estudamos abrir um centro de distribuição com depósitos alugados, para onde despacharíamos os produtos. Ou fecharíamos parcerias locais. É algo a médio prazo."

06/09/2019 às 15:23
Notícia

Primeira loja física da Aliexpress é inaugurada no Brasil

O negócio segue o modelo "pop-up" e funcionará por 30 dias em Curitiba

O executivo também foi perguntado a respeito da possibilidade de estabelecer uma loja física por aqui e comentou sobre o projeto piloto feito em Curitiba com parceria com a Ebanx:

"O projeto em Curitiba foi liderado pela Ebanx para testar a reação das pessoas, já que o nosso marketing sempre foi online. A Ebanx percebeu que muita gente não está nos achando na internet. Vimos alguma tração, mas não há certeza se foi um sucesso. Foi um teste e isso é sempre bom. Em Madri, a loja também foi uma parceria com o varejo local. Até agora, não há planos concretos para abrir lojas físicas no Brasil. Ainda acho que há grandes oportunidades para otimizar nossa operação online."

Pelo visto ainda vai um tempo para termos um centro de distribuição por aqui, isso se a AliExpress realmente decidir fazer um. Ainda assim, podemos ter certeza que a empresa tem uma atenção especial com nosso país.

Fonte: Estadão
User img

João Gabriel Nogueira

Realme 5s será lançado na semana que vem com quatro câmeras, a principal com 48MP

Realme 5s será lançado na semana que vem com quatro câmeras, a principal com 48MP

Smartphone chega dia 20 de novembro ao lado do Realm X2 Pro


Relatório fiscal do terceiro trimestre da HTC continua registrando perdas

Relatório fiscal do terceiro trimestre da HTC continua registrando perdas

Apesar das quedas nas receitas, o trimestre tem sétimo crescimento consecutivo na margem bruta


Hisense apresenta KingKong 6, smartphone com bateria gigante de 10010mAh

Hisense apresenta KingKong 6, smartphone com bateria gigante de 10010mAh

Aparelho utiliza uma capinha para atingir a quantia, sozinho ele tem 5510mAh


Mercado de câmeras fotográficas sofre queda de vendas geral em Q2 2019/2020

Mercado de câmeras fotográficas sofre queda de vendas geral em Q2 2019/2020

Os esforços e dificuldades das empresas estão bastante direcionados para as máquinas mirrorless


Alibaba bate recorde de US$ 38 bilhões em vendas durante

Alibaba bate recorde de US$ 38 bilhões em vendas durante "Black Friday chinesa"

Ofertas especiais acontecem durante o evento Singles Day, dia dos solteiros na China