HTC Exodus 1s chega com Snapdragon 435, Android Oreo e novo recurso para Bitcoins
Créditos: HTC

HTC Exodus 1s chega com Snapdragon 435, Android Oreo e novo recurso para Bitcoins

O aparelho chega ao mercado europeu por menos da metade do preço do Exodus 1, lançado em 2018

A HTC anunciou o seu novo smartphone Exodus 1s, versão mais barata do seu smartphone focado em blockchain. Enquanto o Exodus 1 chegou ao mercado, em 2018, por US$699, o novo aparelho custa  €219 (que se convertem em US$244) na Europa.

O smartphone tem tela de 5,7 polegadas com resolução HD+ e proporção 18:9. Ele traz um processador Snapdragon 435, Android Oreo, bateria de 3075mAh, 4GB de memória RAM e 64GB de armazenamento interno. Sobre câmeras, temos 13MP tanto na frontal quanto na traseira.

Página oficial do Exodus 1s

Assim como o modelo mais caro, o Exodus 1s possui o Zion Vault, que é um cofre de blockchain privado que permite fazer transações de criptomoeda e gerenciar sua carteira. Ele suporta Bitcoin, Ether, Litecoin, Steller, ERC-20 e ERC-721 baseados em Etherum

O dispositivo também traz um novo recurso: capacidade total de nó do Bitcoin. Isso significa que o dispositivo tem o histórico completo de blockchain da criptomoeda para que o usuário envie transações para a rede sem um software de carteira. No entanto, a empresa recomenda que o telefone esteja conectado ao Wi-Fi e a uma fonte de energia enquanto estiver executando o nó completo. Um cartão SD com capacidade de 400GB ou mais também será necessário. Por fim, o smartphone não poderá operar como um nó de mineração.

A HTC planeja ter o Exodus 1s nos mercados de Taiwan, Arábia Saudita e Emirados Árabes também.

Além dessa versão mais barata do Exodus 1, a HTC planeja lançar ainda este ano o sucessor desse smartphone. De acordo com o chefe descentralizado da HTC, Phil Chen, essa segunda geração estenderia "seus aplicativos blockchain para incluir outras áreas, como navegação, mensagens e mídia social". 

Continua após a publicidade

12/09/2019 às 12:25
Notícia

HTC Vive Cosmos chega às lojas em outubro prometendo um grand...

A HTC aposta em novos sensores e em um aumento de resolução para garantir uma ótima experiência na re...

A empresa também tem planos para um "5G Mobile Smart Hub", que seria algo parecido com um roteador Wi-fi portátil que usa conexão 5G. Outro projeto da empresa é criar sua própria criptomoeda, mas isso ainda está bem vago em termos de mercado.

A HTC foi uma das pioneiras no mercado de smartphones, ao lado da Nokia. Ela foi a empresa a criar o primeiro smartphone comercial Android - o HTC Dream, em 2008. No entanto, ela não conseguiu se manter a vista por todo esse tempo, o que levou alguns grupos a acreditarem que a empresa "estava morrendo". Porém, parece que agora a HTC quer mostrar que ainda está viva com seus futuros produtos.

Via: XDA, The Verge Fonte: HTC
User img

Saori Almeida

Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul, técnica em administração formada pelo Centro Tecnológico de Caxias do Sul (CETEC) e estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.