HTC Exodus 1s chega com Snapdragon 435, Android Oreo e novo recurso para Bitcoins
Créditos: HTC

HTC Exodus 1s chega com Snapdragon 435, Android Oreo e novo recurso para Bitcoins

O aparelho chega ao mercado europeu por menos da metade do preço do Exodus 1, lançado em 2018

A HTC anunciou o seu novo smartphone Exodus 1s, versão mais barata do seu smartphone focado em blockchain. Enquanto o Exodus 1 chegou ao mercado, em 2018, por US$699, o novo aparelho custa  €219 (que se convertem em US$244) na Europa.

O smartphone tem tela de 5,7 polegadas com resolução HD+ e proporção 18:9. Ele traz um processador Snapdragon 435, Android Oreo, bateria de 3075mAh, 4GB de memória RAM e 64GB de armazenamento interno. Sobre câmeras, temos 13MP tanto na frontal quanto na traseira.

Página oficial do Exodus 1s

Assim como o modelo mais caro, o Exodus 1s possui o Zion Vault, que é um cofre de blockchain privado que permite fazer transações de criptomoeda e gerenciar sua carteira. Ele suporta Bitcoin, Ether, Litecoin, Steller, ERC-20 e ERC-721 baseados em Etherum

O dispositivo também traz um novo recurso: capacidade total de nó do Bitcoin. Isso significa que o dispositivo tem o histórico completo de blockchain da criptomoeda para que o usuário envie transações para a rede sem um software de carteira. No entanto, a empresa recomenda que o telefone esteja conectado ao Wi-Fi e a uma fonte de energia enquanto estiver executando o nó completo. Um cartão SD com capacidade de 400GB ou mais também será necessário. Por fim, o smartphone não poderá operar como um nó de mineração.

A HTC planeja ter o Exodus 1s nos mercados de Taiwan, Arábia Saudita e Emirados Árabes também.

Além dessa versão mais barata do Exodus 1, a HTC planeja lançar ainda este ano o sucessor desse smartphone. De acordo com o chefe descentralizado da HTC, Phil Chen, essa segunda geração estenderia "seus aplicativos blockchain para incluir outras áreas, como navegação, mensagens e mídia social". 

12/09/2019 às 12:25
Notícia

HTC Vive Cosmos chega às lojas em outubro prometendo um grand...

A HTC aposta em novos sensores e em um aumento de resolução para garantir uma ótima experiência na re...

A empresa também tem planos para um "5G Mobile Smart Hub", que seria algo parecido com um roteador Wi-fi portátil que usa conexão 5G. Outro projeto da empresa é criar sua própria criptomoeda, mas isso ainda está bem vago em termos de mercado.

A HTC foi uma das pioneiras no mercado de smartphones, ao lado da Nokia. Ela foi a empresa a criar o primeiro smartphone comercial Android - o HTC Dream, em 2008. No entanto, ela não conseguiu se manter a vista por todo esse tempo, o que levou alguns grupos a acreditarem que a empresa "estava morrendo". Porém, parece que agora a HTC quer mostrar que ainda está viva com seus futuros produtos.

Via: XDA, The Verge Fonte: HTC
Samsung Galaxy A71 terá câmera quádrupla e selfie em buraco na tela, indica rumor

Samsung Galaxy A71 terá câmera quádrupla e selfie em buraco na tela, indica rumor

Aparelho também pode vir com 5G e câmera principal de 48MP


Redmi Note 7S explode mas Xiaomi rebate dizendo que usuário forjou situação

Redmi Note 7S explode mas Xiaomi rebate dizendo que usuário forjou situação

Fato ocorreu com um cliente indiano que comprou o dispositivo na loja Flipkart


Xiaomi está construindo fábrica capaz de fazer 60 smartphones 5G por minuto

Xiaomi está construindo fábrica capaz de fazer 60 smartphones 5G por minuto

Empresa pretende lançar ao menos 10 smartphones com a tecnologia 5G em 2020


Super Charge Turbo de 100W da Xiaomi chega aos smartphones em 2020

Super Charge Turbo de 100W da Xiaomi chega aos smartphones em 2020

Tecnologia promete recarregar uma bateria de 4000mAh em apenas 17 minutos


Huawei Mate X: Conserto da tela dobrável custará o valor de um iPhone 11 Pro

Huawei Mate X: Conserto da tela dobrável custará o valor de um iPhone 11 Pro

Novo smartphone dobrável da Huawei começou a ser vendido no dia 16/11 na China