Apple ainda é a marca mais valiosa do mundo, mas Amazon teve o maior crescimento de novo
Créditos: B9 | TechSpot

Apple ainda é a marca mais valiosa do mundo, mas Amazon teve o maior crescimento de novo

O Facebook saiu do Top 10 da Interbrand, e quem estrou no grupo este ano foi a Disney

O ranking da Interbrand de empresas mais valiosas do mundo deste ano foi divulgado e a Apple manteve o primeiro lugar pelo sétimo ano consecutivo. No entanto, a Amazon foi quem levou o título de empresa que mais cresceu em 2019 com um aumento de 24% em comparação ao ano passado.

Ranking completo de empresas mais valiosas do mundo da Interbrand

As 10 empresas mais valiosas de 2019 são:

17/10/2019 às 16:29
Notícia

Ações da Netflix sobem 10%, mas empresa não bate meta de assi...

A empresa surpreendeu os analistas e está atenta aos futuros concorrentes

  1. Apple;
  2. Google;
  3. Amazon;
  4. Microsoft;
  5. Coca-Cola;
  6. Samsung;
  7. Toyota;
  8. Mercedes;
  9. McDonalds; e
  10. Disney.

A colocação das oito primeiras organizações ficou igual ao ranking de 2018. O MacDonalds tomou o nono lugar que antes era do Facebook - empresa que nem entrou no Top 10. O último lugar desse grupo ficou com a Disney.

A análise da Interbrand para definir a colocação das marcas se concentra, principalmente, nos "fatores que tornam a própria marca valiosa". O status financeiro está ali, mas o combo explora 10 fatores: clareza, comprometimento, governança, capacidade de resposta/responsividade, relevância, engajamento, diferenciação, consistência, autenticidade e presença. Com diferenciação, a Interbrand quer dizer a percepção do cliente de que a marca oferece uma experiência que a difere das outras.

"Marcas fortes influenciam a escolha do cliente e criam lealdade; atraem, retêm e motivam talentos; e diminuem o custo do financiamento. Nossa metodologia de avaliação de marca foi projetada especificamente para levar todos esses fatores em consideração." - Interbrand.

A Apple teve a mesma pontuação do ano passado em diferenciação e engajamento. Outro destaque de 2019 foi em governança, que representa a foma como a empresa é dirigida, monitorada e incentivada. O resultado líquido da gigante de Cupertino foi de US$234 bilhões, que representa um crescimento de 9% em relação a 2018. 

Via: 9to5mac
User img

Saori Almeida

Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul e estuda Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Relatórios mostram quais serão os efeitos do coronavírus na indústria de tecnologia

Relatórios mostram quais serão os efeitos do coronavírus na indústria de tecnologia

A TrendForce espera queda em vários setores por causa das mudanças no mercado chinês


Strava finalmente começa a sincronizar seus dados com o Apple Watch

Strava finalmente começa a sincronizar seus dados com o Apple Watch

Aplicativo de exercício agora compartilha informações com o Apple Health


Instagram gera receita de US$ 20 bilhões somente em publicidade

Instagram gera receita de US$ 20 bilhões somente em publicidade

Sozinho, o app gerou mais de um quarto da receita do Facebook em 2019


MWC 2020 é cancelada devido ao coronavírus e desistência de várias empresas

MWC 2020 é cancelada devido ao coronavírus e desistência de várias empresas

A Mobile World Congress é a maior feira anual da indústria de smartphones


WhatsApp alcança a impressionante marca de 2 bilhões de usuários no mundo

WhatsApp alcança a impressionante marca de 2 bilhões de usuários no mundo

Aplicativo se une ao Facebook e se torna o segundo serviço a atingir o feito