Drone DJI Inspire é utilizado para estudo de baleias
Créditos: Frederik Christiansen

Drone DJI Inspire é utilizado para estudo de baleias

Cientistas conseguem descobrir peso, tamanho, registrar hábitos e até mesmo descobrir como anda a saúde dos mamíferos

Cientistas estão utilizando drones para estudar baleias, sobrevoando elas é possível coletar informações sobre peso, tamanho, registrar hábitos e até mesmo descobrir como anda a saúde delas capturando um pouco da mucosa espirrada para o alto de tempo em tempo.

Imagem capturada por drone mostra
tubarão branco ao lado de surfistas

Anos atrás a tarefa de medir baleias não era nada fácil, mesmo achando esses mamíferos em alto mar, as condições de trabalham não eram favoráveis. Agora esses estudos foram simplificados com a chegada dos drones, com eles é possível ter muito mais controle dos estudos sem precisar descolar uma equipe para o meio do mar.

Nas estações de migração, os cientistas que já conhecem os hábitos desses mamíferos, podem procurar por elas sobrevoando a região e registrar fotos e vídeos à vontade. E é isso que tem sido feito pelo Instituto de Oceanografia Woods Hole e de Estudos Avançados Aarhus da Dinamarca.

Esses pesquisadores registraram 86 fotos de baleias francas no sul da costa da Península Valdés, na Argentina, utilizando um DJI Inspire 1. As fotos foram feitas a cerca de 18 a 30 metros das baleias. A partir disso, um método simples para o cálculo do peso foi desenvolvido, permitindo o estudo detalhado delas. As capturas também foram úteis para a criação de objetos 3D dos animais, algo útil para fins científicos e também educacionais.

"Conhecer a massa corporal de baleias de vida livre abre novos caminhos de pesquisa. Agora poderemos analisar o crescimento de indivíduos idosos conhecidos para calcular o aumento da massa corporal ao longo do tempo e as necessidades de energia para o crescimento. Também poderemos analisar as necessidades diárias de energia das baleias e calcular a quantidade de presas que elas precisam consumir. ”
Christiansen, do Instituto de Estudos Avançados Aarhus

Outra prática curiosa, esta feita pelos cientistas da Ocean Alliance, é a de utilizar o DJI Inspire para coletar a mucosa presente no jato de água disparado pelos seres marinhos. Através dele é possível ter informações importantes sobre hábitos alimentares e sobre a saúde em geral do mamífero. Assista no vídeo abaixo.

Aqui no site, nós já vimos como cientistas utilizam drones para estudar tubarões e como isso tem mudado a nossa relação com o predador dos mares. Com cada vez mais pessoas utilizando drones em praias onde há surfistas, tem ficado claro que os tubarões não têm o menor interesse em atacar humanos. Eles até demonstram curiosidades, mas não atacam assim que enxergam que é um banhista ou surfista. É claro que águas escuras e a roupa de borracha utilizada para surfar pode complicar um pouco a situação, saiba mais aqui.

Via: DroneDJ
Computador quântico da Google supera supercomputadores clássicos em velocidade

Computador quântico da Google supera supercomputadores clássicos em velocidade

Empresa passou mais de 10 anos trabalhando na tecnologia


SpaceX quer oferecer internet com satélites até metade de 2020

SpaceX quer oferecer internet com satélites até metade de 2020

Notícia foi dada por Gwynne Shotwell, presidente da empresa


Internet completa 50 anos! Veja como tudo começou

Internet completa 50 anos! Veja como tudo começou

Há 50 anos estudantes da UCLA enviavam a primeira mensagem para outro computador


UPS anuncia parceria com a CVS para entrega de medicamentos com drones

UPS anuncia parceria com a CVS para entrega de medicamentos com drones

Ainda não foi confirmada em qual data os serviços vão começar a ser realizados


Nvidia revela nova plataforma EGX de supercomputação para Edge AI

Nvidia revela nova plataforma EGX de supercomputação para Edge AI

Processador irá impulsionar dispositivos de IoT e de 5G baseados em inteligência artificial