Próxima atualização do Windows 10 vai identificar o núcleo favorito do seu processador
Créditos: The Verge

Próxima atualização do Windows 10 vai identificar o núcleo favorito do seu processador

Essa otimização deve deixar máquinas com CPU multi-core mais rápidas

A próxima grande atualização do Windows 10 está programada para algum momento do final deste ano e a informação mais recente é que ela vai conseguir identificar o núcleo favorito do seu processador. Com isso, o desempenho geral dos equipamentos deve ficar mais rápido.

Quando uma CPU é fabricada, alguns núcleos podem ter características diferentes de tensão elétrica e potência devido a variações nos processos -  falando de processadores com mais de um núcleo, claro. Isso resulta em um aumento de desempenho e esses núcleos são chamados de "núcleos favorecidos" ou "núcleos favoritos" (favored cores), já que podem oferecer mais do que outros núcleos na matriz.

30/09/2019 às 21:52
Notícia

Microsoft: atualizações do Windows impulsionadas por IA reduz...

Empresa de software revela que usa machine learning para corrigir updates falhos

"Uma CPU pode ter vários núcleos "favorecidos" [...]. Para fornecer melhor desempenho e confiabilidade, implementamos uma política de rotação que distribui o trabalho de maneira melhor distribuída entre esses núcleos favorecidos."- Trecho da publicação da Microsoft no seu blog oficial 

Com essa otimização do Windows 10 19H2, como é chamada a próxima atualização, o sistema operacional usará as informações armazenadas na CPU para identificar os núcleos mais rápidos e enviar um volume maior de tarefas intensivas para eles. De acordo com dados  da Intel, a otimização adequada dos melhores núcleos melhora em até 15% o desempenho em cargas de trabalho de 1 a 4 linhas de processamento. Porém, é preciso ter suporte ao Turbo Boost Max 3.0 - presente apenas nos modelos HEDT da empresa até o momento.

Tanto os processadores Intel com Turbo Boost Max 3.0 quanto os AMD Ryzen conseguem informar ao sistema quais dos seus núcleos são melhores, qual é o melhor da matriz e qual é o melhor em um complexo de núcleos (CCX) específico. A própria fabricante faz essa seleção.

Os processadores "Zen" da AMD conseguem relatar seus melhores núcleos por CCX, matriz e pacote, e o software Ryzen Master exibe essas informações. A  Microsoft foi além e conseguiu identificar detalhes sobre o design multi-CCX e multi-matriz desses processadores (utilizando o Windows 10 1903) e os programas de cargas de trabalho. Porém, o Windows não tinha capacidade de explorar os núcleos favoritos - coisa que deve mudar com o próximo update.

Para entender melhor como funciona a fabricação de um chip, confira esse vídeo do Adrenaline:

Via: Bleeping Computer

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Amazon entra na justiça para pausar negociações do acordo JEDI com a Microsoft

Amazon entra na justiça para pausar negociações do acordo JEDI com a Microsoft

A empresa afirma que a escolha foi baseada em interferência política e favoritismo


Microsoft expõe registros de suporte de 250 milhões de clientes por acidente

Microsoft expõe registros de suporte de 250 milhões de clientes por acidente

Erros de base de dados deixaram dados expostos a qualquer um com um navegador


Microsoft está tentando resolver problema de alto consumo de RAM e bateria do Chrome

Microsoft está tentando resolver problema de alto consumo de RAM e bateria do Chrome

A preocupação da companhia pode ter bastante relação com o seu próprio navegador Edge


Primeiro comercial do Microsoft Teams coloca pressão no Slack

Primeiro comercial do Microsoft Teams coloca pressão no Slack

Propaganda para TV irá ser veiculada durante os playoffs da NFL


Primeiros computadores com conexão USB 4.0 devem chegar ainda neste ano

Primeiros computadores com conexão USB 4.0 devem chegar ainda neste ano

Tecnologia chegará junto com as placas-mãe com chipsets AMD de série 600