Microsoft: atualizações do Windows impulsionadas por IA reduzem travamentos
Créditos: Microsoft

Microsoft: atualizações do Windows impulsionadas por IA reduzem travamentos

Empresa de software revela que usa machine learning para corrigir updates falhos

A Microsoft revelou que está usando inteligência artificial e técnicas de machine learning para fazer com que computadores com sistema operacional Windows 10 sofram com menos crashes e travamentos. Isso porque a empresa está usando esse tipo de tecnologia para evitar o lançamento de updates com falhas graves.

30/09/2019 às 15:18
Notícia

Microsoft e Cisco identificam novo malware que está atacando ...

As empresas suspeitam que ele seja um gerador de cliques automáticos para anúncios

De acordo com o site Extreme Tech, as ferramentas da Microsoft são capazes de identificar que sistemas irão lidar bem com as atualizações, assim como quais enfrentarão problemas. Com isso, a empresa passa menos tempo corrigindo falhas graves em suas atualizações e mais tempo liberando novas versões do Windows 10 de maneira mais rápida e com menos travamentos.

Segundo a Microsoft, a primeira atualização a utilizar esse novo sistema de checagem impulsionado por inteligência artificial foi a versão 1803 do Windows 10 — também conhecida como update de abril de 2018. Naquela ocasião, a empresa definiu por medir seis estatísticas de saúde do PC, verificar as saídas da atualização e levar todos esses dados para serem analisados num algoritmo de machine learning.


Fonte: Microsoft

Com isso, a Microsoft consegue como resulta uma lista dos computadores que têm menos chance de encontrar problemas com atualizações futuras do sistema operacionais. Com isso, a empresa escolhe as combinações de peças com maior compatibilidade para lançar primeiro os novos recursos.

Isso significa que os computadores mais compatíveis poderão receber as novas funcionalidades enquanto a Microsoft trabalha para resolver os problemas que podem aparecer em máquinas menos compatíveis.

Ainda segundo a companhia, o primeiro uso de inteligência artificial nas atualizações foi bem-sucedido e a empresa viu taxas de adoção maiores do que nos updates anteriores do sistema operacional. O que originalmente eram seis métricas de computadores foi expandido para 35 métricas na atualização Windows 1903, que chegou aos usuários em maio de 2019.

Essa melhoria nas métricas permitiu que a estratégia de atualizações da Microsoft funcionasse de maneira ainda mais precisa. Ainda assim, o sistema não é capaz de prever totalmente bugs inesperados como aquele que deletou dados dos usuários.

Continua após a publicidade
Via: Extreme Tech
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

A GoPro HERO9 Black chegou - praticamente PERFEITA!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.