Microsoft: atualizações do Windows impulsionadas por IA reduzem travamentos
Créditos: Microsoft

Microsoft: atualizações do Windows impulsionadas por IA reduzem travamentos

Empresa de software revela que usa machine learning para corrigir updates falhos

A Microsoft revelou que está usando inteligência artificial e técnicas de machine learning para fazer com que computadores com sistema operacional Windows 10 sofram com menos crashes e travamentos. Isso porque a empresa está usando esse tipo de tecnologia para evitar o lançamento de updates com falhas graves.

30/09/2019 às 15:18
Notícia

Microsoft e Cisco identificam novo malware que está atacando ...

As empresas suspeitam que ele seja um gerador de cliques automáticos para anúncios

De acordo com o site Extreme Tech, as ferramentas da Microsoft são capazes de identificar que sistemas irão lidar bem com as atualizações, assim como quais enfrentarão problemas. Com isso, a empresa passa menos tempo corrigindo falhas graves em suas atualizações e mais tempo liberando novas versões do Windows 10 de maneira mais rápida e com menos travamentos.

Segundo a Microsoft, a primeira atualização a utilizar esse novo sistema de checagem impulsionado por inteligência artificial foi a versão 1803 do Windows 10 — também conhecida como update de abril de 2018. Naquela ocasião, a empresa definiu por medir seis estatísticas de saúde do PC, verificar as saídas da atualização e levar todos esses dados para serem analisados num algoritmo de machine learning.


Fonte: Microsoft

Com isso, a Microsoft consegue como resulta uma lista dos computadores que têm menos chance de encontrar problemas com atualizações futuras do sistema operacionais. Com isso, a empresa escolhe as combinações de peças com maior compatibilidade para lançar primeiro os novos recursos.

Isso significa que os computadores mais compatíveis poderão receber as novas funcionalidades enquanto a Microsoft trabalha para resolver os problemas que podem aparecer em máquinas menos compatíveis.

Ainda segundo a companhia, o primeiro uso de inteligência artificial nas atualizações foi bem-sucedido e a empresa viu taxas de adoção maiores do que nos updates anteriores do sistema operacional. O que originalmente eram seis métricas de computadores foi expandido para 35 métricas na atualização Windows 1903, que chegou aos usuários em maio de 2019.

Essa melhoria nas métricas permitiu que a estratégia de atualizações da Microsoft funcionasse de maneira ainda mais precisa. Ainda assim, o sistema não é capaz de prever totalmente bugs inesperados como aquele que deletou dados dos usuários.

Via: Extreme Tech
DJI vai permitir que qualquer pessoa monitore seus drones nas proximidades

DJI vai permitir que qualquer pessoa monitore seus drones nas proximidades

Isso será possível através de um aplicativo planejado para ser lançado em 2020


Chrome OS mostrará quando o Chromebook vai parar de receber atualizações

Chrome OS mostrará quando o Chromebook vai parar de receber atualizações

Objetivo da Google é ser mais transparente sobre o tempo de vida dos produtos


Disney+ atinge mais de 10 milhões de assinantes no primeiro dia

Disney+ atinge mais de 10 milhões de assinantes no primeiro dia

Aqui no Brasil, serviço só chega em novembro de 2020


Atualização de software aprimora em 5% aceleração de carros da Tesla

Atualização de software aprimora em 5% aceleração de carros da Tesla

Pode parecer pouco, mas o update tem diferença perceptível


Microsoft usa Inteligência Artificial para diagnosticar câncer cervical mais rápido na Índia

Microsoft usa Inteligência Artificial para diagnosticar câncer cervical mais rápido na Índia

Projeto foi desenvolvido em conjunto com a SRL Diagnostics