Receita Federal apreende R$2 milhões em iPhones de ônibus vindo do Paraguai
Créditos: Receita Federal

Receita Federal apreende R$2 milhões em iPhones de ônibus vindo do Paraguai

Além dos 370 iPhones, também foram encontrados 20 HDs e 10 memórias RAM

Com o lançamento do iPhone 11 no Paraguai, a Força Nacional e a Receita Federal já estavam esperando encontrar um número alto de contrabando do aparelho e acabaram encontrando um ônibus com 370 celulares no dia 24 de setembro. Além disso, também foram encontrados 20HDs e 10 memórias da fabricante Kingston.

Os objetos foram identificados com a utilização de um scanner capaz de detectar a mercadoria, apesar de os pacotes terem sido embrulhados para dificultar a inspeção.

iPhone 11, 11 Pro e 11 Pro Max chegarão
ao mercado brasileiro no dia 18 de outubro

Os celulares foram escondidos nas laterais do ônibus, nos bagageiros superiores. Para conseguir acessar os dispositivos, foi necessário desparafusar e desencaixar uma peça da parede do veículo, revelando centenas deles.

A apreensão aconteceu em uma linha que percorria Assunção/São Paulo e foi feita na Ponte Internacional da Amizade próximo das 16h30. Os dispositivos foram enviados em seguida para a sede da Receita Federal, segundo o analista tributário Hugo Thales.

A soma do valor dos produtos apreendidos fica em cerca de R$ 2 millhões e não foram revelados quais modelos do iPhone 11 foram transportados e nem mais detalhes sobre os tipos de HDs e memórias RAM Kingston. Ao que tudo indica, todo o conteúdo é de alto desempenho, a versão mais cara do iPhone 11 foi lançada por U$ 1099 (~R$4570 sem impostos), 370 unidades do aparelho resultam em um preço próximo do anunciado.

A compra de produtos do Paraguai tem sido, durante anos, uma maneira de vendedores e consumidores conseguirem preços mais acessíveis, já que o país tem uma política de precificação diferente, com uma carga tributária muito mais baixa. Os vendedores também costumam colocar uma margem de lucro menor em vendas de grande escala.

Via: O Paraná

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.