Ações da Netflix caem em 27% nos últimos três meses

Ações da Netflix caem em 27% nos últimos três meses

Empresa sofre pressão de futuros streamings como o da Disney

As ações da Netflix vêm sofrendo uma queda nos últimos três meses, e aconteceu hoje o maior declínio trimestral da empresa em sete anos. Nesta terça, as ações da plataforma de streaming caíram mais de 4%, sendo este um possível efeito da pressão de outros serviços de streaming, como da competição com a Disney, por exemplo. 

Desde o fim de junho, a Netflix sofreu um declínio de 27%, apontam dados da companhia. A empresa está passando por seu pior desempenho trimestral desde 2012, e especula-se que essa situação possa piorar. Para consertar o problema, a Netflix tem produzido séries e filmes originais, o que mantém conteúdo na plataforma e gera uma moral adicional. Entretanto, essa tentativa de aumentar sua popularidade custa muito dinheiro, o que não compensa caso a empresa não consiga manter seus assinantes.

22/07/2019 às 18:01
Notícia

Google compara Stadia Pro com PS Plus e Xbox Live Gold: "Não ...

Usuários terão que comprar games, mas assinatura terá jogos gratuitos e recursos extras

A empresa deve perder cerca de 40% de sua programação disponível para novos serviços de streaming, como a Disney. A Apple também é uma das concorrentes que assombram as ações da Netflix, já que ela vai estrear o mesmo serviço on demand. Mas esse não é um problema enfrentado apenas pela Netflix, outros serviços como o YouTube Red têm perdido usuários ao longo do tempo.

O serviço concorrente Disney + será lançado em novembro, oferecendo aos assinantes séries de programas de TV novos e clássicos, além de filmes, animações e franquias superpopulares.  O serviço Apple TV + da Apple será lançado no dia 1º de novembro, aumentando a concorrência com a Netflix e com o streaming da Amazon, por exemplo.

12/07/2019 às 00:58
Notícia

Stranger Things 3 quebra recordes de streaming da Netflix

40,7 milhões de domicílios assistiram a série desde o lançamento e 18,2 milhões já terminaram a tempo...

Atualmente, os planos da Netflix se dividem em três tipos: Básico por R$ 21,90 mensais, Padrão por R$ 32,90 mensais e Premium por R$ 45,90 ao mês. Cada plano oferece diferentes tipos de qualidade de imagem com opções de visualização em 1 ou mais telas.

Curiosidade: A Netflix, hoje, é um serviço de streaming, mas ela foi originalmente fundada em 1997 nos Estados Unidos como um serviço de entrega de DVD pelo correio.

Via: Wccf Tech
User img

Mariela Cancelier

Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

SpaceX busca financiamento de US$ 250 milhões para projetos

SpaceX busca financiamento de US$ 250 milhões para projetos

Empresa de Elon Musk é atualmente avaliada em US$ 33,3 bilhões


IDC Brasil prevê que mercado de TIC crescerá 4,9% no Brasil em 2020

IDC Brasil prevê que mercado de TIC crescerá 4,9% no Brasil em 2020

Crescimento deverá ser impulsionado pela expansão de dispositivos inteligentes no varejo


Apple é multada em US$ 27,5 milhões por desacelerar iPhones antigos

Apple é multada em US$ 27,5 milhões por desacelerar iPhones antigos

Empresa foi acusada de limitar baterias dos dispositivos


Netflix começa a usar o codec AV1 para gastar menos dados no Android

Netflix começa a usar o codec AV1 para gastar menos dados no Android

AV1 está disponível em um número limitado de títulos para streaming através do app para Android


Spotify tem crescimento

Spotify tem crescimento "exponencial" de podcasts e alcança 124 milhões de assinaturas

Serviço de streaming talvez em breve não tenha mais as músicas como principal negócio