Huawei vai investir US$ 1 bilhão para desenvolvedores criarem aplicativos para sua loja proprietária
Créditos: Divulgação/Huawei

Huawei vai investir US$ 1 bilhão para desenvolvedores criarem aplicativos para sua loja proprietária

As restrições impostas pelo governo dos EUA impedem que a empresa use o Play Services da Google

Anunciada oficialmente na última quinta-feira (19), a linha Huawei Mate 30 é a primeira a ser diretamente afetada pelas restrições que os Estados Unidos impuseram sobre a fabricante a chinesa. O resultado disso é um dispositivo que traz a versão AOSP do Android 10, o que significa a perda de acesso à Play Store e a todos os serviços integrados oferecidos pela Google.

Sem o acesso aos Play Services, a Huawei está recorrendo à loja AppGallery como forma de oferecer os aplicativos de que seus consumidores precisam. Apesar de ter 45 mil softwares em sua biblioteca, ela sequer se aproxima das 2,7 milhões presentes na Play Store, o que levou a Huawei a criar um programa de incentivo com investimentos programados de US$ 1 bilhão.

Fonte da imagem - Divulgação/Huawei

Segundo o CEO da Huawei, Richard Yu, o HMS Ecosystem Incentive Program tem a intenção de atrair desenvolvedores interessados em criar apps para fora da China. Além dos incentivos financeiros, a companhia também promete oferecer uma fatia de 85% da receita gerada por cada software — tradicionalmente, a fatia oferecida pela Play Store e pela App Store, do iOS, é de 70%.

Decisão forçada pelos EUA

Fomos forçados a fazer isso. Temos boas relações com a Google, mas o governo dos Estados Unidos nos forçaram a fazer isso e não temos opções”, afirmou Yu em uma declaração reproduzida pelo Gizmo China. Enquanto ainda há meios de a linha Huawei Mate 30 ter acesso aos Play Services, eles dependem basicamente do conhecimento e vontade de cada consumidor, o que impede a companhia de apelar para essas soluções.

Fonte da imagem - Divulgação/Huawei

Oferecendo hardwares poderosos e conectividade 5G em alguns modelos, a nova linha de smartphones traz como um de seus destaques o “Halo Ring”, inspirado por câmeras profissionais. No entanto, ainda está incerto se as melhorias oferecidas pela fabricante vão ser suficientes para compensar o acesso restrito a diversos aplicativos que se tornaram parte integral da experiência Android.
 

Fonte: Gizmo China
User img

Felipe Gugelmin

Xiaomi anuncia atualização de seus aparelhos para MIUI 11 a partir de 22 de outubro

Xiaomi anuncia atualização de seus aparelhos para MIUI 11 a partir de 22 de outubro

O update será distribuído em quatro fases começando em outubro e terminando em dezembro


OnePlus 7 e 7 Pro recebem atualização OxygenOS 10.0.1 baseada no Android 10

OnePlus 7 e 7 Pro recebem atualização OxygenOS 10.0.1 baseada no Android 10

Lançamento da atualização tinha sido interrompido por problemas de bugs


Google Pixel 4

Google Pixel 4

Confira a ficha técnica


Google Pixel 4 XL

Google Pixel 4 XL

Confira a ficha técnica


Google vai obrigar todas as fabricantes a usarem Android 10 depois de janeiro de 2020

Google vai obrigar todas as fabricantes a usarem Android 10 depois de janeiro de 2020

Essa é mais uma medida da Google para resolver o problema de distribuição de novos softwares