Ataques de drones em petrolíferas sauditas causam disparo no preço global do petróleo
Créditos: O Globo | Head Topics

Ataques de drones em petrolíferas sauditas causam disparo no preço global do petróleo

O barril do tipo Brent chegou a quase US$72, maior alta desde 1991

No último sábado, dia 14, duas instalações petrolíferas da Arábia Saudita sofreram um ataque executado por drones que diminuiu a produção de petróleo do país em 5,7 milhões de barris por dia (equivalente a 6% do abastecimento mundial). O resultado disso foi o corte de 50% dessa produção e, mais recentemente, o disparo do preço do petróleo no mercado global.

12/09/2019 às 17:46
Notícia

Casal australiano é preso no Irã após voo ilegal com drone

Blogueiros filmavam viagem da Austrália a Londres quando foram presos

No domingo, o barril do tipo Brent sofreu um aumento de 19,5%, chegando a US$71,95 no mercado futuro* (cerca de R$294 em conversão direta) - a maior alta registrada desde 1991. O WIT (petróleo leve americano) também subiu 15%, alcançando US$63,34. Para dar um pouco mais de contexto, o Brent é referência internacional para os preços do petróleo. Tratando-se de Brasil, ele é bem importante para os contratos da Petrobras.

*Mercado futuro se refere a negociações de contratos de ativos que serão liquidados em uma data posterior. No caso do Brent, o contrato vence em novembro. 

O presidente  da petrolífera saudita Aramco, Amin Naser, disse que "obras" já estão sendo realizadas para voltar com a produção normal de petróleo bruto do país. Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, também autorizou o uso de petróleo da Reserva Estratégica dos EUA e declarou que seu governo acredita saber "quem é o culpado [pelos ataques]” e que “estão prontos para reagir, dependendo da confirmação”.

Os ataques foram reivindicados por rebeldes houthi do Iêmen. O governo da Arábia Saudita atribui a responsabilidade de ataques anteriores aos xiitas iranianos e acusa o Irã de armar esses rebeldes iemenitas. O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo culpou exclusivamente o Irã pelo acontecido.

"Teerã fez um ataque sem precedentes contra o fornecimento mundial de energia." - Mike Pompeo.

Teerã, capital e principal cidade da República Islâmica do Irã , rejeitou as acusações de que estariam por trás dos ataques. 

Por fim, é válido lembrar que esse tipo de ataque não é realizado por drones comuns de uso doméstico.

Via: Folha de S. Paulo (1), (2), O Globo (1), (2)
Drone Skydio 2 ganha Dock, estação de pouso inteligente

Drone Skydio 2 ganha Dock, estação de pouso inteligente

Peça é resistente e não tem problemas com diferentes condições climáticas


Ford registra patente de sistema com drone que segue o carro

Ford registra patente de sistema com drone que segue o carro

A aeronave pode ajudar em situações de emergência


Firefly surpreende com apresentação de dezenas de drones iluminados

Firefly surpreende com apresentação de dezenas de drones iluminados

Aeronaves trabalham de maneira sincronizada para formar imagens


Rumores indicam lançamento do drone DJI Mavic 3 em Janeiro de 2020

Rumores indicam lançamento do drone DJI Mavic 3 em Janeiro de 2020

A expectativa é que a aeronave venha com a tecnologia Air Sense da DJI


DJI Mavic Mini chega dia 30 de outubro, indica rumor

DJI Mavic Mini chega dia 30 de outubro, indica rumor

Novo drone da DJI deve pesar menos de 250g e filmar em até 4K30fps