Cientistas registram o som do nascimento de um buraco negro
Créditos: National Science Foundation/Event Horizon Telescope/Reprodução

Cientistas registram o som do nascimento de um buraco negro

Pesquisadores do MIT contam que o ruído lembra o piar de um pássaro

Esta é a primeira vez que cientistas registram o som do nascimento de um buraco negro. Pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT), nos Estados Unidos, disseram que o som parece com o piar de um pássaro. Um estudo publicado na revista Physical Review Letters na quarta-feira (11) conta como foi observado o fenômeno natural.

Os resultados confirmaram teorias de Albert Einstein, que dizia que um buraco negro surgia com a colisão de outros dois. Ele descreveu que isso resulta em ondas gravitacionais, em um efeito como de um sino reverberando após o toque. O cientista previu que isso tornaria possível o estudo da massa e a trajetória de um buraco negro, conforme explicado pelo MIT.

Cientistas criam tinta que
muda de cor com luz ultravioleta

Os cientistas chegaram a um resultado após a análise de dados gravados há 4 anos. Estudando ondas gravitacionais geradas pela colisão de buracos-negro foi possível identificar diferentes frequências, cada uma delas com uma duração diferente. Foi dessa forma, através das frequências, que foi possível ouvir o som do nascimento do corpo celeste.

Mas não foi só Einstein que teve suas teorias comprovadas pelo mais recente estudo feito. Os cientistas também descobriram que os buracos-negro têm apenas massa, carga elétrica e a propriedade de rotação. Isso foi explicado primeiro pelo físico John Wheeler, que dizia que esses corpos celestes são "carecas", o cabelo (que seriam as outras características), seriam engolidas no nascimento, impedindo a observação.

Os avanços tecnológicos na área da ciência estão permitindo estudos detalhados do espaço, recentemente um imagem de Saturno foi divulgada mostrando em detalhes o anel do planeta.

Fonte: MIT

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.