Volkswagen anuncia ID.3, novo carro elétrico com capacidade de autonomia de até 550km
Créditos: Volkswagen / imagens conceito

Volkswagen anuncia ID.3, novo carro elétrico com capacidade de autonomia de até 550km

Empresa promete entregar tecnologia, mobilidade sustentável, segurança e desempenho

A Volkswagen fez a estreia de seu carro totalmente elétrico, o ID.3. O veículo foi o destaque do Salão de Frankfurt deste ano e mostra a intenção da empresa em investir em carros verdes, deixando o evento de lançamento de um dos principais modelos da empresa, o Golf VIII que é a combustão, para outubro. A proposta é entregar tecnologia, mobilidade sustentável, segurança e desempenho, por a partir de 30 mil euros.

O design do carro aposta em luzes led, que é visto como uma nova proposta de inovação que irá substituir os cromados, já comuns em muitos automóveis. Ele mede 4,26 metros de comprimento, 1,80m de largura, 1,55m de altura e 2,76m de entre-eixos. Ele também apresenta um raio de giro de apenas 10,2 metros, que é indicado para manobras em pequenos espaços. O carro não tem túnel central e os balanços são mais curtos, o que optimiza os espaços internos e fazem ser possível o design Open Space anunciado pela Volkswagen.

A promessa é acomodar confortavelmente cinco pessoas, com a capacidade total de transporte de acomodar confortavelmente cinco pessoas com carga total de 416kg a 541kg. O peso inicial é de 1.719 kg (pode haver variações com as diferentes versões e locais de produção). O ID.3 consegue transportar até 385 litros de bagagem, com a possibilidade de abaixar os bancos traseiros para acomodar objetos grandes, ou muitas malas.

Uma das características mais importantes em carros elétricos é o tempo de autonomia. Esta versão apresentada pela Volkswagen é chamada de ID.3 1ST e vem com bateria de 58kWh, isso quer dizer que ele é capaz de rodar por 420km sem precisar reabastecer, isso considerando o padrão WLTP. A empresa disse que outras versões com menos capacidade também vão ser apresentadas posteriormente. Uma delas terá uma bateria menor que a primeira versão, será de 45kWh, que promete autonomia por 330km e o outra com 77kWh, podendo rodar até 550km em cada carga completa.

A empresa explicou que quando o carro for abastecido em tomadas de 100kW, em 30 minutos de carga será suficiente para ter energia para rodar 290km. Isso quer dizer que em cerca de uma hora será possível abastecer o carro completamente. 

Uma das coisas que mais chamam atenção são os comandos e botões internos no painel e volante do carro. Todos os comandos são sensíveis ao toque, podendo ser ajustáveis conforme a necessidade do condutor do veículo. Apenas os botões para abrir e fechar o vidro e as luzes de alerta são táteis. O carro deve promover um alto índice de integração com smartphones e já possuem duas entradas USB-C.

A Volkswagen vai fornecer garantias de até oito anos, ou 160 mil km para as baterias de todas as versões dos carros. O carro foi pensado para melhorar algumas características gerais que impactam diretamente no seu uso contínuo, como por exemplo a dirigibilidade e a distribuição de peso. A primeira versão garante que será possível atingir a potência máxima de 150 kW, o que aproximadamente 204 cv, ele também vai conseguir atingir a velocidade máxima de 160 km/h.

O primeiro mercado a ser atendido será o europeu, começando as vendas pela Alemanha e ainda não tem data definida, mas seu lançamento deve ocorrer no próximo ano. O ID.3 deve estar disponível para o mercado dos EUA no final de 2020 e ainda não há previsão para uma estreia mundial. Ele já foi anunciado por um valor de 30 mil euros, que em conversão direta é aproximadamente R$134 mil. O veículo deve sofrer alterações de valores conforme o mercado que estiver sendo vendido, já que a proposta é que ele consiga ser um modelo mais acessível.

A promessa da Volkswagen é investir 9 bilhões de euros em mobilidade elétrica até o ano de 2023, além de produzir mais de 10 milhões de veículos que utilizam formas de abastecimento diferente da combustão nos próximos dez anos. O objetivo é fornecer ao mercado um total de 20 modelos chamados EV.

Via: Engadget, Motor1
User img

Ana Luiza Pedroso

Google Stadia é lançado como primeira plataforma de streaming de games da Google

Google Stadia é lançado como primeira plataforma de streaming de games da Google

O serviço já está disponível para os primeiros 14 países com suporte a tecnologia


Qualcomm prevê fabricação de 750 milhões de smartphones com 5G até 2022

Qualcomm prevê fabricação de 750 milhões de smartphones com 5G até 2022

Segundo a empresa, 450 milhões desses chegam até 2021


Conselho de Diretores da HP rejeita proposta de aquisição da Xerox

Conselho de Diretores da HP rejeita proposta de aquisição da Xerox

Executivos da HP reforçaram confiança na sua estratégia atual de negócios


Câmera 360º Ricoh Theta 4K é oficialmente anunciada

Câmera 360º Ricoh Theta 4K é oficialmente anunciada

Dispositivo permite capturas embaixo d'água e traz diversas funcionalidades interessantes


Carros autônomos são 25% melhores na tomada de decisão do que motoristas egoístas

Carros autônomos são 25% melhores na tomada de decisão do que motoristas egoístas

Novos sistemas classificam motoristas como egoístas ou generosos