Android deve passar iOS e ser o principal SO de mobile games em 2020

Android deve passar iOS e ser o principal SO de mobile games em 2020

Preço de ações de marketing no Android seriam o diferencial para a ascensão do sistema

A empresa de marketing móvel Liftoff realizou uma pesquisa sobre o mercado global de games para smartphones e descobriu que o Android vai se tornar o principal sistema operacional de mobile games em 2020. A pesquisa analisou mais de 107 bilhões de impressões de anúncios, quase 82 milhões de instalações e 14 milhões de compras em 555 aplicativos de jogos entre junho de 2018 e maio de 2019. Oito países participaram da pesquisa, sendo eles Brasil, Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Reino Unido, Rússia, Japão e Coreia do Sul.

Confira a pesquisa na íntegra aqui

27/08/2019 às 14:50
Notícia

Mario Kart Tour chega dia 25 de setembro para iOS e Android

Usuários já podem fazer seu pré-cadastro na Play Store e na App Store

De acordo com a pesquisa, o Android, que é o sistema mobile mais popular do mundo, possui uma tendência a conquistar o mercado de games pouco a pouco, chegando em se ápice no ano que vem. A ascensão do Android se deve aos custos por meio de ações de marketing. A Liftoff explica que o preço de aquisição de um usuário por meio de ações de marketing no Android é de US$ 3,21, enquanto no iOS esse valor é de US$ 4,85. Isso significa que o valor de custo de um jogo é duas vezes mais caro na plataforma iOS em relação ao Android. Isso faz com que os desenvolvedores prefiram a plataforma Android por ser mais barata. 

"No geral, o Android é a melhor opção de compra. A queda significativa nas taxas de compra de aplicativos do iOS deve pressionar os profissionais de marketing a revisar suas estratégias baseadas em plataforma. É preciso levar em conta essas tendências e considerar ações mais efetivas com foco em Android"
Dennis Mink, vice-presidente de Marketing da Liftoff

Além disso, outros números levantados pela pesquisa são os da taxa de in-app purchase (IAP), as aquisições de usuários por meio de compras realizadas dentro do próprio aplicativo/jogo para comprar mais vidas novos itens, por exemplo. Analisando esse critério, o iOS sofreu uma queda nas vendas de 21% para 13,2%, diminuindo a vantagem sobre o Android, que é de 9,5%.

Outro fator importante é dos smartphones que suportam games mais pesados. Com o lançamento do ROG Phone II da Asus (com SO Android), é quase certo que o consumo de games no Android vai crescer exponencialmente. O smartphone bateu recorde de vendas quando lançado na China, esgotando as vendas em 73 segundos.

22/07/2019 às 10:37
Notícia

Asus ROG Phone II estreia o Snapdragon 855 plus e traz vários...

Smartphone traz hardware potente e várias tecnologias para entregar mais performance em jogos

Continua após a publicidade

Mobile games no Brasil
De acordo com a pesquisa, o Brasil possui um custo baixo para anúncios de jogos - US$ 1,42. Apesar disso, ainda é difícil fazer com que o custo se transforme em vendas efetivas. A pesquisa analisou os dados de compra no aplicativo (IAP) e relatou que o custo para adquirir um usuário brasileiro em jogos pra smartphone é de US$ 33,88, aproximadamente R$ 130. No Brasil a taxa de engajamento, ou seja, conversão em vendas, é de 4,2%. 

Para comparação, o valor de custo do Brasil é bem próximo ao do Canadá, US$ 33,43, mas a taxa de engajamento é de 15,3% no país, bem superior à taxa do Brasil.

User img

Mariela Cancelier

Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.