Xiaomi Mi 9 5G recebe certificação que confirma 12GB de RAM mais 512GB de memória interna
Créditos: Mundo Conectado / Mi 9

Xiaomi Mi 9 5G recebe certificação que confirma 12GB de RAM mais 512GB de memória interna

Smartphone topo de linha da empresa deve ser confirmado dentro de poucos dias

O Mi 9 5G recebeu certificação do órgão TENAA, que homologa aparelhos eletrônicos na China. Junto com o registro foi divulgada algumas características que devem integrar a versão mais potente do smartphone da Xiaomi. As modificações nas especificações foram além do chip que dá acesso a tecnologia 5G, também foi adicionada uma maior capacidade de memória interna, chegando a 512GB e também 12GB de RAM.

A maioria das especificações permaneceram as mesmas que são encontradas no Mi 9 original. A versão 5G vai ser equipada com SoC da Qualcomm, Snapdragon 855, com chip X50 que garante acesso a tecnologia 5G. A capacidade de RAM que foi colocada no smartphone é a encontrada na versão mais completa do Mi 9, que é 12GB. A Memória interna superou as encontradas no smarpthone base, que tinha como máximo 256GB, o aparelho 5G vai ter 512GB.

Outra melhoria do dispositivo foi o tamanho da bateria que foi aumentado para 4.000mAh. Apesar de estar maior, ambos os aparelhos devem ter basicamente o mesmo tempo de autonomia, já que a tecnologia 5G promete consumir mais energia do smartphone. 

O design deve se manter muito semelhante ao já visto no Mi 9, as especificações base de câmera, sistema operacional, hardware de tela devem permanecer as mesmas.

01/06/2019 às 17:10
Análise

Análise: Xiaomi Mi 9 - Bom aparelho deixa de ser atrativo com...

Custo de R$ 4.000 no Brasil deixa a disputa acirrada com outros Andoid high-end

Especificações não oficiais Mi 9 5G:

  • Tela: Super AMOLED de 6,39 polegadas com resolução FHD+ proporção 19:9
  • SoC: Snapdragon 855 Plus
  • GPU Adreno 640
  • Memória RAM: 12GB
  • Memória interna: 512GB
  • Câmera frontal: 20MP (IMX576)
  • Câmeras traseiras: Principal - Sensor principal Sony IMX586 com 48MP de f/1.8; Sensor secundário - 16MP ultra-wide de f/2.2; Sensor terciário - 12MP teleobjetiva (zoom) de f/2.2
  • Bateria: de 4.000mAh com carregamento rápido de até 27W e suporte para carregamento por indução de 20W
  • Sistema operacional: Android 9 Pie com interface MIUI 10 (possivelmente será atualizado para o Android 10)

O smartphone ainda não foi anunciado oficialmente pela Xiaomi, mas como ele já passou pelo órgão de certificação chinês ele não deve demorar muito para ser anunciado. O esperado é que seu lançamento ocorra nesta semana do dia 9 de setembro. É comum os aparelhos da empresa serem lançados primeiramente na China para depois uma versão global começar a ser comercializada. 

Apesar da Xiaomi ainda não confirmar o Mi 9 5G as especulações são de que ele entrará no mercado para competir de frente com o smartphone 5G mais barato, que é o iQOO Pro 5G. Atualmente ele é o dispositivo 5G com menores custos, que correspondem a cerca de 3788 yuan, em conversão direta, sem considerar nenhuma taxa e imposto, o valor é aproximadamente R$2.180. O esperado é que o Mi 9 5G custe menos do que isso, mas ainda não se sabe quanto.

A análise completa em vídeo do Mi 9 pode ser vista abaixo:

Via: GizChina
User img

Ana Luiza Pedroso

Usuários da Google Assistente poderão ouvir notícias em feed personalizado

Usuários da Google Assistente poderão ouvir notícias em feed personalizado

Novidade só está disponível nos Estados Unidos atualmente


Asus apresenta ProArt StudioBook Pro X, notebook feito para artistas digitais

Asus apresenta ProArt StudioBook Pro X, notebook feito para artistas digitais

Dispositivo traz processador Intel de 9ª geração e placa de vídeo Quadro RTX 5000


Xiaomi agora notifica terremotos através da MIUI 11

Xiaomi agora notifica terremotos através da MIUI 11

Empresa alerta fenômeno geológico após as primeiras ondas de tremores


Google Stadia é lançado como primeira plataforma de streaming de games da Google

Google Stadia é lançado como primeira plataforma de streaming de games da Google

O serviço já está disponível para os primeiros 14 países com suporte a tecnologia


Qualcomm prevê fabricação de 750 milhões de smartphones com 5G até 2022

Qualcomm prevê fabricação de 750 milhões de smartphones com 5G até 2022

Segundo a empresa, 450 milhões desses chegam até 2021