Agora é possível pagar faturas da Claro, Tim, Vivo e Oi com criptomoeda

Agora é possível pagar faturas da Claro, Tim, Vivo e Oi com criptomoeda

Electroneum pode ser usada para quitar faturas das principais operadoras do Brasil

A criptomoeda Electroneum (ETN) fez um anúncio oficial informando que a partir de agora será possível pagar as faturas das quatro principais operadoras telefônicas do Brasil usando a ETN. Os clientes da Tim, Claro, Vivo e Oi somam 95% dos usuários de telefonia móvel do mercado brasileiro, e todos eles já podem usar a ETN para recarregar seus créditos e assinaturas. Inicialmente, a Electroneum tinham feito uma parceria de recargas apenas com a Claro, mas agora contratos com outras empresas foram fechados e a maioria dos usuários de celulares poderão desfrutar das parcerias.

Site oficial da Electroneum

As recargas por meio da ETN não serão feitas como de costume, que é por meio de contrato direto ou de uma parceria com as operadoras nacionais. Com a parceria, a Electroneum é responsável por intermediar um contrato significativo com uma empresa independente que compra créditos de voz e dados em grande quantidade das operadoras de celular e os revende ao público. A Electroneum minera criptomoedas pelo celular dos usuários, fornecendo uma recompensa mensal de US$ 3,00. Como a mineração é fácil, cada vez mais pessoas se tornam adeptas à Electroneum, fazendo do Brasil a comunidade da criptomoeda que mais cresce.

No Brasil, o total de linhas de celulares somam 231 milhões, de acordo com uma pesquisa. Dessa quantidade, 220 milhões de linhas são parte de contratos com uma das quatro maiores operadoras nacionais: Tim, Vivo, Oi e Claro. No mês de novembro de 2018, a operadora Vivo declarou ter 72,6 milhões de contratos mobile; a Claro, 58,8 milhões; a Tim ficou com a parcela de 56 milhões e a Oi com 37,4 milhões de números registrados.

Confira o vídeo abaixo (em inglês) do CEO da Electroneum Richard Ells, anunciando os novos contratos por pagamento com a criptomoeda.

Notícia recomendada:
Vírus brasileiro BRata que permite a espionagem da tela do smartphone em tempo real está se espalhando pelo Brasil. Mais de 10 mil usuário baixaram o vírus como uma atualização do Whatsapp. Veja como se prevenir.

Via: Live coins Fonte: Electroneum
User img

Mariela Cancelier

Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

Testamos o ROG Phone 3!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.