Agora é possível pagar faturas da Claro, Tim, Vivo e Oi com criptomoeda

Agora é possível pagar faturas da Claro, Tim, Vivo e Oi com criptomoeda

Electroneum pode ser usada para quitar faturas das principais operadoras do Brasil

A criptomoeda Electroneum (ETN) fez um anúncio oficial informando que a partir de agora será possível pagar as faturas das quatro principais operadoras telefônicas do Brasil usando a ETN. Os clientes da Tim, Claro, Vivo e Oi somam 95% dos usuários de telefonia móvel do mercado brasileiro, e todos eles já podem usar a ETN para recarregar seus créditos e assinaturas. Inicialmente, a Electroneum tinham feito uma parceria de recargas apenas com a Claro, mas agora contratos com outras empresas foram fechados e a maioria dos usuários de celulares poderão desfrutar das parcerias.

Site oficial da Electroneum

As recargas por meio da ETN não serão feitas como de costume, que é por meio de contrato direto ou de uma parceria com as operadoras nacionais. Com a parceria, a Electroneum é responsável por intermediar um contrato significativo com uma empresa independente que compra créditos de voz e dados em grande quantidade das operadoras de celular e os revende ao público. A Electroneum minera criptomoedas pelo celular dos usuários, fornecendo uma recompensa mensal de US$ 3,00. Como a mineração é fácil, cada vez mais pessoas se tornam adeptas à Electroneum, fazendo do Brasil a comunidade da criptomoeda que mais cresce.

No Brasil, o total de linhas de celulares somam 231 milhões, de acordo com uma pesquisa. Dessa quantidade, 220 milhões de linhas são parte de contratos com uma das quatro maiores operadoras nacionais: Tim, Vivo, Oi e Claro. No mês de novembro de 2018, a operadora Vivo declarou ter 72,6 milhões de contratos mobile; a Claro, 58,8 milhões; a Tim ficou com a parcela de 56 milhões e a Oi com 37,4 milhões de números registrados.

Confira o vídeo abaixo (em inglês) do CEO da Electroneum Richard Ells, anunciando os novos contratos por pagamento com a criptomoeda.

Notícia recomendada:
Vírus brasileiro BRata que permite a espionagem da tela do smartphone em tempo real está se espalhando pelo Brasil. Mais de 10 mil usuário baixaram o vírus como uma atualização do Whatsapp. Veja como se prevenir.

Via: Live coins Fonte: Electroneum
User img

Mariela Cancelier

Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

O que acontecerá com os celulares que seriam lançados na MWC? Descubra

O que acontecerá com os celulares que seriam lançados na MWC? Descubra

Com o cancelamento da Mobile World Congress por conta dos riscos do Corona Virus muitas empresas vão precisar adaptar suas estratégias de lançamento para 2020, mas eles ainda vão acontecer


Mi 10 Pro: vídeo gravado em 4K mostra poder da câmera do celular da Xiaomi

Mi 10 Pro: vídeo gravado em 4K mostra poder da câmera do celular da Xiaomi

Smartphone que possui a melhor câmera do mundo possui quatro sensores de imagem, incluindo solução de 108 MP


Relatórios mostram quais serão os efeitos do coronavírus na indústria de tecnologia

Relatórios mostram quais serão os efeitos do coronavírus na indústria de tecnologia

A TrendForce espera queda em vários setores por causa das mudanças no mercado chinês


Galaxy Fold 2 pode chegar em julho como primeiro celular com câmera sob a tela

Galaxy Fold 2 pode chegar em julho como primeiro celular com câmera sob a tela

Lentes estariam escondidas debaixo do display do smartphone


É quase impossível consertar o celular dobrável Motorola Razr

É quase impossível consertar o celular dobrável Motorola Razr

Site iFixit disse que dispositivo é um dos mais complexos para trocar peças