Novo smartwatch Huawei Watch GT 2 chega ao mercado no dia 19 de setembro
Créditos: Roland Quandt

Novo smartwatch Huawei Watch GT 2 chega ao mercado no dia 19 de setembro

Vestível vem com SoC Kirin A1, microfone e alto-falante embutido

A Huawei anunciou que irá lançar o seu novo smartwatch Watch GT 2 no dia 19 de setembro, mesma data em que é esperada a revelação oficial da nova linha Mate 30 — que deverá estrear o inédito System-on-a-Chip HiSilicon Kirin 990. A confirmação veio através de uma postagem no perfil oficial da fabricante na rede social chinesa Weibo.

06/09/2019 às 10:13
Notícia

Huawei anuncia o Kirin 990 e o Kirin 990 5G com modem integrado

Os novos SoC promete uma melhor conectividade e desempenho que o Snapdragon 855

O vídeo que acompanha o anúncio não revela muitos detalhes, exceto a silhueta do relógio inteligente e que ele será impulsionado pelo chipset Kirin A1. O processador foi anunciado recentemente em conjunto com os fones de ouvido sem fio Huawei FreeBuds 3 e é o primeiro do mundo com modo duplo BT/BLE com Bluetooth 5.1. Isso permite uma conexão mais rápida e mais estável entre os periféricos e o smartphone.

Site oficial: Huawei FreeBuds 3

De acordo com o site GSMArena, vazamentos anteriores indicam que o Watch GT 2 terá recursos como GPS incorporado e monitor ótico de batimentos cardíacos. Ele também deverá ter um microfone, um alto-falante e 445mAh de bateria.

 
Fonte: Roland Quandt

Site oficial: Huawei Watch GT

O vestível deverá ser comercializado em duas versões, Classic e Sport. Como o nome indica, a primeira terá um visual mais clássico, incluindo pulseira em couro e um mostrador inspirado em relógios de alto padrão. Já o modelo sport tem uma tira de borracha (de alta qualidade) com um mostrador mais esportivo — dando ênfase em informações como batimentos cardíacos e quantidade de passos daquele dia.

A tela do Watch GT 2 deverá ser um pouco maior e com bordas levemente menores do que o seu antecessor. No final das contas, isso deverá resultar num tamanho bastante similar. Em termos gerais, o vestível traz pequenas e sólidas melhorias em comparação com o seu antecessor – ao invés de grandes novidades e revoluções.

Continua após a publicidade

 
Fonte: Roland Quandt

O relógio inteligente deverá utilizar a plataforma proprietária da Huawei para vestíveis, indicando que mais uma vez não haverá qualquer indício do Android Wear OS da Google sendo implementado nos wearables da empresa.

Via: GSMArena
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.