YouTube não vai mais exibir anúncios em conteúdos infantis

YouTube não vai mais exibir anúncios em conteúdos infantis

Produtores de conteúdo têm dez dias para adaptarem seus canais

O YouTube fez um anúncio oficial comentando mudanças drásticas na plataforma de vídeos. Segundo a nota em seu blog post, é chegado o fim dos anúncios em conteúdos infantis. A declaração comenta que o site sempre foi feito para maiores de 13 anos. Porém, houve um boom no crescimento de conteúdos para a família e também cresceu muito o número de dispositivos móveis conectados, como smartphones e tablets. Isso fez com que o número de crianças assistindo algo sem a vigilância dos pais crescesse.

O YouTube mudará o modo como gera dados sobre conteúdos infantis. Atualmente, os dados de idades gerados são a partir da data de nascimento informada na conta Google. Daqui a quatro meses, não importa quem estará assistindo aos vídeos, se é um conteúdo infantil, será marcado como se fosse uma criança. Usuários também não vão receber notificações e nem poderão comentar.


YouTube é multado em U$150 milhões
por coletar dados pessoais de crianças

A Mudança fica ainda mais drástica. Como o modelo de negócio da plataforma funciona através dos anúncios, significa que quem faz vídeo infantil, não receberá a grana. Isso pelo menos nos vídeos identificados pela inteligência artificial como de caráter infantil. A plataforma também disse que vai contar com os produtores, que deverão avisar quando o vídeo é feito para crianças. Como hoje há inúmeros canais gigantes feitos para elas, é provável que vejamos um impacto grande.

O YouTube Kids acabou de ganhar um site e deve receber um investimento de U$100 milhões do próprio YouTube em conteúdo próprio para crianças.

E a alteração não vem em um momento completamente aleatório. Recentemente, a empresa recebeu uma multa no valor próximo de U$150 milhões. A Comissão Federal do Comércio dos Estados Unidos (FTC) identificou uma atividade ilegal. Dados de crianças estavam sendo utilizados para gerar anúncios segmentados sem a permissão dos pais, o que é crime nos Estados Unidos.

Com a pressão sofrida pelos órgãos legais, não é surpresa que um medida seja tomada. O YouTube é a segunda maior receita da Alphabet, empresa que é dona do site e também do Google. Isso significa que correr o risco de perder o serviço em algum escândalo é muito arriscado. 

Além da multa, a medida também vem após crescentes denúncias de conteúdos impróprios para menores e até mesmo uma rede informal de pedofilia.

Fonte: YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Play Store deleta 98% dos aplicativos que espiam textos e ligações no Android

Play Store deleta 98% dos aplicativos que espiam textos e ligações no Android

Google anunciou o banimento de apps considerados maliciosos


Google revela Android 11 na internet por acidente

Google revela Android 11 na internet por acidente

Página já foi tirada do ar, mas mostrou alguns destaques da nova versão


Imagem renderizada mostra possível design do Google Pixel 5 XL

Imagem renderizada mostra possível design do Google Pixel 5 XL

Imagem é aparentemente baseada em um dos três protótipos iniciais


Google Earth View recebe mais de 1.000 novas imagens capturadas por satélite

Google Earth View recebe mais de 1.000 novas imagens capturadas por satélite

Coleção de fotos tiradas do espaço agora inclui 2.500 imagens em resoluções de até 4K


Mac Pro com 1,5TB de RAM enfrenta 6.000 abas do Google Chrome

Mac Pro com 1,5TB de RAM enfrenta 6.000 abas do Google Chrome

Youtuber gravou um vídeo testando quantas abas simultâneas o Mac podia aguentar