Surfistas nadam mais próximos de tubarões do que imaginam; indicam imagens de drones
Créditos: StoryfulRightsManagement

Surfistas nadam mais próximos de tubarões do que imaginam; indicam imagens de drones

Pesquisadores utilizam capturas de ponto estratégico para estudar o comportamento do peixe

Surfistas passam mais tempo próximos de tubarões do que imaginam, é o que tem indicado imagens capturadas por drones nas praias do litoral dos Estados Unidos. Antes quase impossível, agora com drones fica fácil identificar os peixes nas praias norte americanas. A visão privilegiada aponta claramente que na grande maioria dos casos em que surfistas estão ao lado de um tubarão, não percebem e nada acontece. Ainda mais do que isso, os peixes pouco se importam com a presença dos humanos, dizem especialistas.

No vídeo abaixo, gravado com um drone, é possível notar que o tubarão se mantém pacificamente entre os surfistas, mesmo percebendo a presença deles.

Nas praias da Califórnia, não é incomum surfista avistarem o predador dos mares, praticantes do esporte no local acabam dando de cara um deles de tempos em tempos. No vídeo abaixo, David G Woodward conta como foi seu encontro com o quinto tubarão que avistou na região. Era o seu primeiro dia testando sua GoPro, no início não se assustou, já que não era a primeira vez que tinha avistado o animal. Segundo o esportista, tinha o tamanho de cerca de três metros e se assustou apenas quando ele nadou rapidamente em sua direção.

Chris Lowe, professor de biologia marinha e diretor do Shark Lab, laboratório especializado na Universidade do Estado da Califórnia, comenta que o centro de pesquisa tem uma série de imagens e evidências de tubarões nadando por onde os humanos brincam. Ele conta que, desde que as pessoas não assediem os tubarões, eles simplesmente não se importam.

Imagem capturada por drone
mostra tubarão branco ao lado de surfistas

Lowe também diz que nos casos analisados com as imagens obtidas, foi possível observar que geralmente nada acontece. Para diminuir muito o risco de sofrer um ataque, o recomendado por ele é permanecer em grupos e evitar o período do amanhecer e fim de tarde, quando há menor visibilidade no mar.

Em 2014, Kelly Slater, surfista mundialmente famoso e premiado, lançou um vídeo capturado com sua GoPro. Ao que tudo indica, aos dezessete segundos do vídeo abaixo, há um tubarão à direita do profissional. A esta altura, não há como confirmar, mas pelo menos algum peixe grande parece ser.

Continua após a publicidade

Fonte: Storyful Rights Management, David G Woodward, Outside Online
User img

Neri Neto

O universo geek faz parte do dia a dia, da vida, deste jornalista. Formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, Neri Neto é responsável por conteúdos diversos no Mundo Conectado. Ele adora tecnologia, cinema, games e descobriu ainda na infância que a linguagem dos vídeos seria perfeita para falar de tudo que ama. Neri também fala bastante em terceira pessoa, gosta de descontrair e está sempre nas redes sociais.

ALEXA é MAIS que uma caixinha de SOM! Veja o que a ASSISTENTE da AMAZON consegue fazer

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.