Astrônomos descobrem planeta com órbita bizarra e como nenhuma outra encontrada

O corpo celeste faz uma trajetória no formato de um ovo

O planeta HR 5183 b tem uma órbita bizarra e extremamente incomum, dizem astrônomos após descobrir que o corpo celeste faz um percurso em formato oval ao redor de sua estrela-mãe. Ele se aproxima muito de seu sol e se afasta drasticamente, veja no vídeo abaixo.

Apesar de o vídeo acima ter cerca de quinze segundos, os cálculos indicam que o HR 5183 b demora entre 45 e 100 anos para completar o percurso. Os astrônomos por trás do estudo estão analisando a região no espaço há 20 anos e descobriram esse planeta gigante que tem a massa três vezes maior que a de Júpiter.

Para traçar o caminho percorrido pelo planeta, foi necessário utilizar três telescópios poderosos, o do observatório W. M. Keck no Havaí, o do observatório Lick na Carolina do Norte e o McDonald, no Texas.

A explicação de cientistas para a conclusão da análise, é de que é possível utilizar o método da velocidade radial para detectar o movimento de outros planetas distantes sem que seja necessário esperar décadas para isso. 

"Detectamos esse movimento de estilingue. Vimos o planeta entrar e agora está saindo. Isso cria uma assinatura tão distinta que podemos ter certeza de que este é um planeta real, mesmo que não tenhamos visto sua órbita completa".
Andrew Howard, professor de astronomia da Caltech

Segundo os cientistas, esse é o planeta com a rota mais bizarra já descoberto. Planetas como Plutão e Eris, do nosso sistema solar, também têm órbitas estranhas, mas nada comparadas a essa. Segundo Howard, esse é outro exemplo de como o espaço é incrível e rico em diversidade também em corpos celestes.

Aitken é o mais novo supercomputador
da NASA que ajudará na missão Artemis

Recentemente, temos visto investimentos pesados da NASA para conseguir chegar novamente na lua com uma tripulação formada por pessoas. A missão Artemis deve nos levar para o satélite da Terra em 2024, levando consigo também a primeira mulher que pisará na Lua, caso tudo dê certo. A agência espacial norte americana deve analisar o polo sul do corpo celeste, lugar ainda inexplorado por nós.

Fonte: Caltech
User img

Neri Neto

O universo geek faz parte do dia a dia, da vida, deste jornalista. Formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, Neri Neto é responsável por conteúdos diversos no Mundo Conectado. Ele adora tecnologia, cinema, games e descobriu ainda na infância que a linguagem dos vídeos seria perfeita para falar de tudo que ama. Neri também fala bastante em terceira pessoa, gosta de descontrair e está sempre nas redes sociais.

O fim do CANAL do RATO BORRACHUDO e o Dilema das Redes Sociais

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.