Astrônomos descobrem planeta com órbita bizarra e como nenhuma outra encontrada

O corpo celeste faz uma trajetória no formato de um ovo

O planeta HR 5183 b tem uma órbita bizarra e extremamente incomum, dizem astrônomos após descobrir que o corpo celeste faz um percurso em formato oval ao redor de sua estrela-mãe. Ele se aproxima muito de seu sol e se afasta drasticamente, veja no vídeo abaixo.

Apesar de o vídeo acima ter cerca de quinze segundos, os cálculos indicam que o HR 5183 b demora entre 45 e 100 anos para completar o percurso. Os astrônomos por trás do estudo estão analisando a região no espaço há 20 anos e descobriram esse planeta gigante que tem a massa três vezes maior que a de Júpiter.

Para traçar o caminho percorrido pelo planeta, foi necessário utilizar três telescópios poderosos, o do observatório W. M. Keck no Havaí, o do observatório Lick na Carolina do Norte e o McDonald, no Texas.

A explicação de cientistas para a conclusão da análise, é de que é possível utilizar o método da velocidade radial para detectar o movimento de outros planetas distantes sem que seja necessário esperar décadas para isso. 

"Detectamos esse movimento de estilingue. Vimos o planeta entrar e agora está saindo. Isso cria uma assinatura tão distinta que podemos ter certeza de que este é um planeta real, mesmo que não tenhamos visto sua órbita completa".
Andrew Howard, professor de astronomia da Caltech

Segundo os cientistas, esse é o planeta com a rota mais bizarra já descoberto. Planetas como Plutão e Eris, do nosso sistema solar, também têm órbitas estranhas, mas nada comparadas a essa. Segundo Howard, esse é outro exemplo de como o espaço é incrível e rico em diversidade também em corpos celestes.

Aitken é o mais novo supercomputador
da NASA que ajudará na missão Artemis

Recentemente, temos visto investimentos pesados da NASA para conseguir chegar novamente na lua com uma tripulação formada por pessoas. A missão Artemis deve nos levar para o satélite da Terra em 2024, levando consigo também a primeira mulher que pisará na Lua, caso tudo dê certo. A agência espacial norte americana deve analisar o polo sul do corpo celeste, lugar ainda inexplorado por nós.

Fonte: Caltech

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Google ajuda Janelia Research Campus em novo marco no mapeamento de neurônios

Google ajuda Janelia Research Campus em novo marco no mapeamento de neurônios

Modelo com 25.000 neurônios de uma mosca é o maior e mais completo já feito


Pesquisadores desenvolvem projeto para extrair oxigênio da poeira da Lua

Pesquisadores desenvolvem projeto para extrair oxigênio da poeira da Lua

Método pode criar inúmeras possibilidades e mudar as viagens espaciais


Astrônomos descobrem duas super-Terras potencialmente habitáveis

Astrônomos descobrem duas super-Terras potencialmente habitáveis

Novos planejas orbitando as anãs vermelhas GJ180 e GJ229A foram batizados como GJ180 d e GJ229A c


Maior radiotelescópio do mundo, FAST foi finalmente inaugurado na China

Maior radiotelescópio do mundo, FAST foi finalmente inaugurado na China

Ele tem 500 metros de diâmetro e já está em pleno funcionamento


Cientistas criam pela primeira vez células robóticas usando tecido de sapos

Cientistas criam pela primeira vez células robóticas usando tecido de sapos

Nanorobôs biológicos seriam usados na medicina e na área ambiental