Brasil fica em 52º em ranking de qualidade de vida digital
Créditos: Surfshark

Brasil fica em 52º em ranking de qualidade de vida digital

Ranking é baseado em velocidade da internet e o quão acessível é contratar serviços

A empresa de tecnologia digital com foco em privacidade, Surfshark, apresentou seu primeiro ranking mundial de qualidade de vida digital, que foi divulgado após um estudo conduzido em 65 países. O Brasil ficou na parte inferior da lista, apenas na 52ª posição da tabela (com 0,5002 pontos), que leva em conta fatores como velocidade das internets fixa e móvel e o quão acessíveis esses serviços são para a população em geral.

Além disso, os pesquisadores da Surfshark também colocaram na conta do índice fatores como leis de proteção aos dados, o estado atual de presença online dos governos, a variedade e disponibilidade de entretenimento virtual e o avanço a cibersegurança.

Site oficial: Surfshark Digital Quality of Life 2019

"Hoje, nossas vidas são profundamente afetadas pelo nosso bem-estar digital e mais da metade de toda a população do mundo está usando a internet. Queríamos entender o que importa mais para as pessoas na esfera digital e comparar experiências digitais ao redor do mundo. Esta é a primeira tentativa de estimar a qualidade de nossas vidas digitais, o que, esperamos, irá proporcionar uma base para discussões dentro dos países indexados".
Goddy Ray, chefe de pesquisa da DQL na Surfshark

De acordo com a pesquisa, o Brasil fica devendo na velocidade da internet móvel, no preço do plano mais barato de 1GB de dados móveis e na falta de leis mais robustas de proteção aos dados. O país faz bonito na presença online do seu governo e na disponibilidade de conteúdos de entretenimento digital. De resto, ficamos mais ou menos na média dos demais quesitos.

"A pesquisa concluiu que nenhum dos país indexados cruzou a marca de 0,800 (de 1,000), destacando que ainda há espaço para melhorias em várias áreas digitais ao redor do mundo. O valor mediano do índice DQL é de 0,611. A equipe de pesquisas analisou dados de código-aberto coletados das bases de dados das Nações Unidas, do Banco Mundial, da Freedom House, da União de Comunicações Internacionais e de outras fontes".
Comunicado oficial da Surfshark

Quem lidera a lista é a Austrália, com 0,7992 pontos, seguida pela França (0,7985) e por Singapura (0,7854). O país com a melhor internet móvel do mundo é a Islândia, enquanto a melhor banda larga fica em Singapura.

No lado negativo fica a Argélia, o pior país do ranking com apenas 0,1865 pontos. Logo atrás vêm Etiópia (0,2328) e Iraque (0,2915). Os fatos que mais pesaram contra esses país foram os planos de internet (tanto fixa quanto móvel) e a falta de leis de proteção aos dados.

Para mais informações, clique aqui e confira o relatório completo (em inglês).

User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Chuva vai se tornar uma fonte altamente eficaz de energia em breve

Chuva vai se tornar uma fonte altamente eficaz de energia em breve

Uma única gota de água poderá acender 100 lâmpadas de LED


IDC Brasil prevê que mercado de TIC crescerá 4,9% no Brasil em 2020

IDC Brasil prevê que mercado de TIC crescerá 4,9% no Brasil em 2020

Crescimento deverá ser impulsionado pela expansão de dispositivos inteligentes no varejo


Cientistas criam papel de parede inteligente que deixa sinal de WiFi 10x mais forte

Cientistas criam papel de parede inteligente que deixa sinal de WiFi 10x mais forte

Tecnologia funciona ao refletir o sinal de internet, sem precisar de energia ou cabeamento


Spotify tem crescimento

Spotify tem crescimento "exponencial" de podcasts e alcança 124 milhões de assinaturas

Serviço de streaming talvez em breve não tenha mais as músicas como principal negócio


Veja quando séries da Marvel e continuação de O Mandaloriano chegam ao Disney+

Veja quando séries da Marvel e continuação de O Mandaloriano chegam ao Disney+

Empresa divulgou seus planos futuros para o serviço de streaming