Mancha vermelha de Júpiter é um furacão de centenas de anos, que está encolhendo
Créditos: G1

Mancha vermelha de Júpiter é um furacão de centenas de anos, que está encolhendo

Imensa mancha do tamanho da Terra apareceu com grande destaque em foto recente

Na semana passada a NASA divulgou a melhor foto de Júpiter já capturada na história da astronomia, trazendo um interesse renovado pelo planeta. Uma das características mais icônicas do gigante do Sistema Solar ficou bem evidenciada na imagem: sua imensa mancha vermelha. E essa mancha é realmente tão interessante quanto parece - trata-se de um furacão de centenas de anos do tamanho da Terra, mas que está diminuindo.

09/08/2019 às 17:15
Notícia

NASA divulga foto de Júpiter feita pelo satélite Hubble e é a...

A imagem revela mais detalhes sobre a atmosfera do maior planeta do sistema solar

Os primeiros relatos da gigantesca mancha vermelha datam de 1664, com uma descrição mais precisa sendo atribuída a Giovanni Cassini, sendo feita em 1665. Ou seja, o furacão tem mais de 300 anos. Acredita-se que ele está diminuindo com o passar dos anos porque o fenômeno já foi bem maior, com cientistas estimando que caberiam entre dois ou três planetas Terras dentro do furacão há uns 20 anos. Atualmente fala-se de apenas uma Terra, mas isso ainda é um tamanho assustadoramente grande.

Para se ter uma noção maior do tamanho do furacão, estima-se que a base dele fica 1.200km abaixo da superfície visível das nuvens. Este número é 100 vezes maior do que a profundidade do oceano mais fundo do nosso planeta.

Ainda se sabe muito pouco sobre a mancha ou o porquê dela estar diminuindo. Os cientistas estimam, no entanto, que ela vai continuar ficando cada vez menor, e quem sabe até mais rápido. Desde o início deste ano está sendo possível observar a mancha "despedaçando" nas beiradas, fazendo ela diminuir bem mais rápido. Se o fenômeno, que ainda não tem uma explicação, continuar acontecendo, pode ser que o furacão, e por consequência a mancha, desapareçam antes do esperado.

Fonte: G1
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Resultados de testes do COVID-19 também serão entregues via smartphone

Resultados de testes do COVID-19 também serão entregues via smartphone

Ministério da Saúde está investindo no aplicativo Coronavírus-SUS, que tem atendimento automático, informações verificadas, alertas de surtos e mais


Feiyu Pocket chega com câmera 4K60fps para brigar com DJI OSMO Pocket

Feiyu Pocket chega com câmera 4K60fps para brigar com DJI OSMO Pocket

Gadget também é mais barato e traz algumas diferenças importantes de seu concorrente


Quarentena em todo o mundo muda movimentação da crosta terrestre

Quarentena em todo o mundo muda movimentação da crosta terrestre

Geocientistas se aproveitam de diminuição do ruído sísmico para coletar dados mais precisos


Samsung deve lançar nova câmera mirrorless NX Ultra de 108MP com sistema Android

Samsung deve lançar nova câmera mirrorless NX Ultra de 108MP com sistema Android

Modelo traria lentes intercambiáveis e usaria mesmo sensor do Galaxy S20 Ultra


Feiyu pocket

Feiyu pocket

Confira a ficha técnica