Nasa usa campo de lava na Islândia para fazer simulação do solo de Marte
Créditos: Phsys.org

Nasa usa campo de lava na Islândia para fazer simulação do solo de Marte

Cientistas tiveram treinamento com Rover em Lambahraun, na base da segunda maior geleira do país

A NASA pretende fazer uma missão para Marte até o próximo ano, 2020, e para se preparar ainda mais ela fez testes usando o terreno de campos de lava na Islândia, isso para treinar os cientistas a usar o Rover em um terreno com condições semelhantes às encontradas no planeta vermelho. Ao todo foram enviados entre 15 cientistas e engenheiros para testar o campo de lava de Lambahraun, que fica na base da segunda maior geleira do país, a Langjökull.

Para conseguir realizar o objetivo de testar o robô em um solo semelhante ao de Marte, os pesquisadores do projeto que participaram dos testes na Islândia ficaram cerca de três semanas, em julho deste ano. Isso foi feito para que conseguisse se estabelecer certa familiaridade com o robô e o solo e fazer ainda mais adaptações para o uso efetivo no próximo ano. 

25/04/2019 às 11:09
Notícia

Sonda InSight da Nasa faz o primeiro registro de um terremoto...

Os cientistas estão investigando a possível origem do abalo sísmico

O campo de lava de Lambahraun foi escolhido por possuir características semelhantes as que esperam ser encontradas em Marte. Segundo as pesquisas, antes do planeta ficar totalmente congelado, (com uma temperatura média de -63°C) ele tinha condições muito semelhantes ao campo de lava usado como simulador.  Além disso, as condições físicas e químicas também são muito parecidas, com minerais semelhantes presente em ambos os locais, pouca vegetação e frio.

Os Rovers podem ser conduzidos tanto a distância, como também usando um controle remoto. Ele é um veículo elétrico pequeno, com peso total é de 570kg que é impulsionado por dois motores laterais, com 12 baterias de veículos convencionais. Ele conta com quatro rodas motrizes e tem paredes brancas e chassi laranja e consegue se locomover a 20 centímetros por segundo.

"Este rover é fundamentalmente indestrutível. Os que temos em Marte e na Lua seriam muito mais sensíveis ao meio ambiente e às condições da Islândia. Um rover lunar não está nem um pouco preparado para a chuva" - Adam Deslauriers, responsável de espaço e instrução da Mission Control Space Services.

O robô que foi usado para a simulação não é o mesmo que vai ser enviado para a missão a Marte, ele é apenas um protótipo, que faz parte do projeto chamado SAND-E (Navegação Semi-Autônoma para Ambientes Detritais). Apesar disso, a versão final deve seguir características muito semelhantes. O robô consegue captar todos os dados ao seu redor e entregar os resultados para os cientistas e engenheiros conseguirem analisar. 

07/08/2019 às 14:56
Notícia

Robô Curiosity da NASA completa 7 anos em Marte

O pequeno astromóvel pousou em 2012 no planeta para auxiliar nas pesquisas

O objetivo principal da exploração do Rover é continuar o trabalho que está sendo realizado desde 2012 pelo robô Curiosity que busca rastrear possíveis sinais de vida humana e preparar o terreno para uma exploração de pessoas em próximas missões. Para isso ele é equipado com sensores em 3D, um computador, uma câmera com duas lentes objetivas, além de ter instrumentos científicos diversos.

Para entender resumidamente como foram os testes e qual é o objetivo do robô, você pode ver o vídeo abaixo, produzido pela Afpbr. Para mais detalhes sobre os testes realizados na Islândia você pode acessar a publicação original clicando aqui.

Via: Correio do povo Fonte: Phys (Publicação original)
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018 publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Chuva vai se tornar uma fonte altamente eficaz de energia em breve

Chuva vai se tornar uma fonte altamente eficaz de energia em breve

Uma única gota de água poderá acender 100 lâmpadas de LED


Motorola Razr quebra antes das 100.000 dobras em teste - Motorola respondeu! [+Update]

Motorola Razr quebra antes das 100.000 dobras em teste - Motorola respondeu! [+Update]

Celular dobrável resistiu a 27.000 ciclos, menos de um terço do que a fabricante prometeu


Cientistas criam papel de parede inteligente que deixa sinal de WiFi 10x mais forte

Cientistas criam papel de parede inteligente que deixa sinal de WiFi 10x mais forte

Tecnologia funciona ao refletir o sinal de internet, sem precisar de energia ou cabeamento


Patente de volante da Tesla mostra troca de marchas no volante

Patente de volante da Tesla mostra troca de marchas no volante

Futuros volantes da companhia podem ter mais de uma interface interativa


Astronauta da NASA Christina Koch retorna à Terra após recorde de permanência no espaço

Astronauta da NASA Christina Koch retorna à Terra após recorde de permanência no espaço

Ela ficou com 328 dias consecutivos na Estação Espacial Internacional