DJI Fly Safe, GEO Zones e No Fly Zones - Entenda as restrições para drones

Função de GEO Zonas faz parte do aplicativo DJI GO 4 que controla drones da empresa

DJI Fly Safe, GEO Zones e No Fly Zones - Entenda as restrições para drones

No inicio de 2019 o software utilizado para controlar drones DJI GO4 recebeu uma funcionalidade de segurança chamada NFZ com as zonas de voo atualizadas no Brasil. Essa mudança na época gerou criticas positivas e negativas pelos usuários. Positivas por visar maior segurança em voos de drones da empresa, negativas por limitar as áreas e locais onde drones podem voar. Hoje a DJI chama o conjunto de sistemas de segurança de seus drones de DJI Fly Safe, também aplicado a todos os modelos de drones suportados pelo app DJI Fly, como modelos Mini 2, Mini 3 Pro, Air 2S e Mavic 3.

Nesse artigo falo sobre esse tipo de "controle" de voos em drones da DJI, que deve ficar cada vez mais rigoroso com o passar do tempo.

Os drones da DJI recebem atualizações constantes de

 

* Artigo atualizado dia 10/06/2022.

NFZ = No Fly Zone, ou Zona de Voo Proibida

O NFZ (No Fly Zone, em tradução direta algo como: Zona de Voo Proibida), é uma funcionalidade que visa gerenciar os locais onde o drone pode voar, se o GPS detecta que o local está dentro de uma área proibida, não deixará o drone subir. Em outras áreas o software gera as limitações de voo para manter o drone dentro das regras, como por exemplo não permitindo subir em uma altura acima de 150m em área onde esse é o limite, mesmo que o usuário tenha definido limite de altitude maior no aplicativo.

Essas limitações passaram a ser mais rigorosas com uma atualização lançada no inicio do mês de março de 2019. O principal motivo é a pressão imposta por autoridades após os problemas com drones ocorridos na Europa no final do ano passado. O segundo aeroporto com maior número de voos de Londres chegou a fechar por cerca de 4 dias comprometendo voos de dezenas de milhares de pessoas por causa de um drone. Tudo isso dias antes do Natal, uma época com altíssimo número de voos. Esse tipo de problema tem acontecido em vários locais ao redor do globo nos últimos meses.


Os tipos de GEO Zonas

Abaixo temos um breve esclarecimento de como a DJI delimita seu sistema de GEO Zonas utilizado pelos apps DJI GO 4 e DJI Fly.

O NFZ é na verdade um tipo de "zona" dentro das várias delimitadas pelo app de controle dos drones da DJI. Ela é a mais "conhecida" justamente porque NFZ significa No Fly Zone, uma zona onde não é possível subir o drone. Mas, além dessa, o app tem uma série de outras zonas com limitações para voar com drones, que todos os usuários deveriam conhecer.

Continua após a publicidade

Desde 2013 a DJI tem investido em seu software para melhorar a questão de segurança, especialmente no sistema de Geofence / Geolocalização. Para autoridades e profissionais isso é visto com bons olhos, já que a popularização dos drones naturalmente vai trazer uma série de problemas relacionados a falta de bom senso de parte dos usuários quando o assunto é regras de voo. Como a DJI detém mais de 70% do mercado de drones mundial (estimativa de 2018), o impacto dos produtos dela é muito grande nesse mercado, sempre com criticas favoráveis e contras.

Após a atualização não é possível voar em regiões onde antes era possível devido o bloquei no próprio app para as zonas proibidas. Isso é algo ruim? Sim e não, é a velha história, muitos pagam pelos erros de poucos, e nesse caso, um erro pode ser potencializado, já que o foco é principalmente evitar voos próximos de aeroportos e áreas de segurança.

Abaixo detalhamos todos os tipos de Zonas delimitadas pela DJI em seu sistema, e como cada uma delas funciona e é vista pelo aplicativo.

DJI GEO Zones website

Existem diferentes tipos de GEO Zonas, que listamos abaixo:
- Restricted Zones / Zonas Restritas: Essa zona aparece na cor vermelha no app DJI GO, e o usuário vai receber uma mensagem avisando que não é possível voar. Caso você tenha autorização para operar nesse tipo de zona poderá enviar um email para a DJI e liberar o acesso, que pode ser feito online também.

- Altitude Zones / Zonas de Altitude: Nessa zona que aparece na cor cinza no mapa, o usuário vai receber uma mensagem avisando que a altitude de voo é limitada, vai acontecer principalmente em regiões urbanas com "trafego" de helicópteros por exemplo.

- Authorization Zones / Zonas por Autorização: Esse tipo de zona aparece na cor azul, o usuário vai receber um aviso que os voos são limitados por padrão. Usuários autorização podem liberar o voo através de uma conta autorizada pelo sistema da DJI.

- Warning Zones / Zonas de Alerta: Essas zonas podem não aparecer destacadas no mapa do aplicativo, porém o usuário poderá receber mensagens de alerta. Ex.: "Warning Zone: Área de vida selvagem protegida".

- Enhanced Warning Zone / Zona de Alerta Aprimorada: Nesse tipo de zona o aplicativo vai enviar uma mensagem solicitando o desbloqueio com os mesmos procedimentos que no modo de uma "Zona por Autorização", porém não será necessário uma conta verificada ou conexão com internet para seguir com o voo.

- Densely Populated Area / Área com muita população: Essa área aparece na cor vermelha no mapa, e serve para informar que em uma situação normal existe uma densidade muito grande de pessoas nessa área, não sendo recomendado o voo. Ex.: Em área comercial.

Continua após a publicidade

- Regulatory Restricted Zones / Zona Restrita por Regulação: Locais onde os voos são proibidos por regulamentação, como próximos de prisões, policia, órgãos governamentais etc.

- Recommended flifgt / Área recomendada: Finalmente em verde aparece todas as áreas onde os voos podem ser feitos sem restrições.

Abaixo, o mapa de Florianópolis mostrando as zonas próximas ao aeroporto da cidade. Reparem que existem duas "zonas" avermelhadas que tem uma certa sequência, evidenciando o que são as pistas de decolagem e aterrisagem dos aviões.

As duas zonas vermelhas mais aparentes no mapa abaixo são zonas restritas (Restrictec Zones), justamente as pistas e áreas próximas dela no aeroporto, na medida que se afasta um pouco dentro da continuação da linha, a zona torna-se de altitude(tonalidade vinho claro), já se afastando um pouco da zona restrita temos o circulo azul, que se trata de uma zona por autorização, que é justamente onde fica o local do trapiche na foto mais abaixo onde a cerca de 1 mês atrás eu conseguia voar com os drones, mas que agora o app mostra como Zona Restrita (No Fly Zone), sem nenhuma possibilidade de liberação para voo para usuários "comuns".

É possível fazer uma solicitação para a DJI a fim de ter permissão para voo nessa área como destacamos acima, porém será necessário uma conta certificada e documentos de autorização.


Avisos na tela dos aplicativos

Os avisos do app acontecem em locais com as restrições, abaixo exemplo de dois locais em Florianópolis que passaram a ter restrições.

Um dos avisos eu causei propositalmente para esse artigo, o local é "próximo" ao aeroporto Hercílio Luz em Florianópolis, exatos 3km de distância em linha reta do início da parte mais próxima do terreno do aeroporto, porém não fica na mesma rota dos pousos e decolagens.

Nesse local tem uma área com várias "casinhas" para guardar barcos de pescadores artesanais, além de um trapiche, local muito bonito. Não tenho nenhum voo alto lá, apenas alguns para pegar takes dos modos com voos Quickshots, justamente para evitar qualquer problema pela proximidade com o aeroporto.

Nesse local atualmente não é mais possível levantar o drone para um usuário comum sem uma conta de email autorizada pelo app da DJI, é uma "Autorization Zone", na tradução direta, Zona por Autorização. As mensagens aparecem assim que você ligar o drone/controle e acessar o app da DJI, impossibilitando o voo, primeiro a tradicional "Cannot take off", após clicar ele direciona pra tela de Status onde aparece um ícone vermelho informativo em "Overall Status", onde finalmente temos a mensagem "Aircraft is in a No-Fly Zone.", como podem ver abaixo:

Já a outra situação aconteceu no caminho para o bairro do Itacorubi, na Av. da Saudade aqui em Florianópolis. Essa avenida é famosa por dar acesso ao norte da ilha.

O sistema bloqueia o drone em voos de no máximo 150 metros de altura, encaixando ele no tipo de zona: Altitude Zones / Zonas de Altitude. No mapa mais acima é possível reparar que essa zona é uma sequência de rota de uma das pistas de decolagem e pouso dos aviões, mesmo muito longe do aeroporto, mais de 10km, incluindo morros mais altos que 150 metros de altura no meio dessa rota, o sistema define o local como uma zona de altitude.

Caso estivesse voando em uma altura superior aos 150 metros fora dessa zona, ao entrar nela o drone automaticamente iria descer para ficar dentro do limite estipulado.

 

As zonas são atualizadas constantemente através de atualizações de firmwares para os drones. Constantemente a DJI atualiza sua base de dados com locais que devem receber as restrições, dessa forma evitando que os drones da empresa tenham total liberdade de voo em locais sem permissão de voo.


Os bloqueios são bons ou ruins?

A DJI tem recebido uma série de criticas de usuários de seus drones em seu fórum, não é para menos, já que bastou fazer a atualização do app DJI GO 4 lá atrás e uma série de restrições que antes não existiam passaram a acontecer. Como muitas coisas, hoje os pilotos já estão acostumados com o sistema e restrições, mesmo com um número muito maior de pilotos de drones.

Ao meu ver é um processo natural da evolução desse tipo de produto, empresas que se portarem diferente do que a DJI está fazendo, terão uma série de problemas com a falta de noção de alguns usuários. É muito importante destacar que mesmo com um campo de visão grande, é difícil tomar uma decisão acertada no controle do drone a fim de evitar um acidente se tiver um avião de pequeno porte ou helicóptero vindo em direção ao drone, como podemos ver no vídeo abaixo.

No Brasil
Outro detalhe bem importante é sobre a legislação brasileira, que não tem ligação direta com a base de dados e sistema da DJI. Nos EUA o AirMAP tem um processo bastante avançado para a liberação dos voos assim como também o sistema da DJI, isso quando se trata de usuários cadastrados e registrados.

Por aqui o processo não é tão rápido, mas deve ser feito para voar dentro da lei. Tudo fica por conta do SARPAS, recomendamos o cadastro e autorizações para evitar problemas, especialmente se for necessário algum voo em área com restrições. Caso você desbloqueie seu drone e consiga voar em uma zona onde a legislação nacional não permita, se não tiver as devidas autorizações e registro do seu drone, pode vir a ter problemas como multas e drone confiscado.

 

Temos um artigo sobre a legislação de voo com drones no Brasil, vale a pena conferir:

User img

Fabio Feyh

Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Mundo Conectado escreve artigos e análises de gadgets relacionados a fotos e vídeo, como drones e action cams.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.