Os melhores smartphones de 2018: veja os destaques em diferentes categorias

Os melhores smartphones de 2018: veja os destaques em diferentes categorias

Também elegemos os principais em câmera, bateria, desempenho e jogos

Na hora de escolher um smartphone, cada pessoa tem sua exigência, algumas dão mais importância para o preço, outras para a duração de bateria, e há ainda aquelas que só querem fazer ligações ou que seu aparelho não quebre a tela na primeira queda. Como 2018 foi um ano com muitos lançamentos, fizemos uma lista selecionando os melhores smartphones do ano.


Melhores em custo-benefício

Nessa categoria, o que importa é o que o aparelho oferece pelo seu preço. Geralmente do segmento intermediário, esses smartphones costumam trazer especificações interessantes por um preço mais acessível, tornando-se ideal para quem não vai desembolsar uma grana preta para ter um iPhone ou um Galaxy topo de linha. 

Na lista entram smartphones como o Xiaomi Mi 8 ($ 389.99), Mi A2 (U$ 203,99), Zenfone 5 (R$ 2000), Zenfone 5Z (R$ 2550) e o Pocophone F1 R$ 1303).

O Mi 8 traz performance de topo de linha fazendo excelentes fotografias com suas câmeras traseiras, tem uma câmera frontal que se destaca menos, mas que de modo algum deixa a desejar.

Ele tem um acabamento de incontestável qualidade e capricho, um atrativo para muito compradores. Porém, assim como o Mi A2 e o Pocophone F1, ele precisa ser importado, algo que não acontece quando falamos do Zenfone 5 e do Zenfone 5Z, comercializados no Brasil.

Apesar disso, sites como a Gearbest facilitam em muito e trazem um sistema eficiente para compra desses produtos, possibilitando a aquisição de aparelhos como o Pocophone F1, o celular mais barato do mundo a vir com o potente processador Snapdragon 845.

Escolher entre um aparelho custo-benefício e outro depende do que você procura, alguns virão com uma câmera um pouco melhor, um design que te interessa mais, ou até mesmo algum recurso próprio.

Se esses citados acima não cabem no seu bolso, uma opção é o Xiaomi Redmi 5 Plus, ele vem com SoC Qualcomm Snapdragon 625, leitor de digitais, tela de grande de 5,99" e aguenta um dia inteiro sem recarga em uso normal. Ele tem uma câmera boa com suporte a HDR, um diferencial entre os smartphones mais baratos. Seu preço normal fica na casa dos novecentos reais, mas ele está em promoções na Gearbest e custa cerca R$ 550.

Continua depois da publicidade


Melhores em câmera

Uma boa câmera já se tornou uma característica indispensável para um smartphone, chega a ser estranho imaginar um que venha sem, sendo que já tem até registro de tecnologia citando 16 câmeras

Para quem busca tirar fotos com mais qualidade utilizando um mobile, o P20 Pro pode ser o mais indicado. Ele está no topo da lista de melhores câmeras em smartphones do site DxOMark, referência no assunto. Nos testes feitos pelo site é possível ver a comparação de zoom, quantidade de detalhes captados, fotos em diferentes situações de iluminação, e outras condições de fotografia. 

No top 5 do site, da melhor para a pior câmera, está o Huawei P20 Pro, Apple Iphone Xs Max, Samsung Galaxy Note 9 e o Xiaomi Mi Mix 3. Confira a lista completa no site, no canto direito da página de reviews de mobiles. Vale ainda destacar que a Huawei lançou recentemente a série Mate 20, sendo que o modelo Mate 20 Pro tem evoluções em câmeras prometendo entregar qualidade superior ao P20 Pro.

Apesar de participar da lista de custo-benefício, o Xiaomi Mi 8 também aparece aqui, ele traz um conjunto de câmeras traseiras excelentes, que faz fotos nítidas, com boa qualidade de pós processamento.

Você pode conferir alguns exemplos de fotos feitas com ele em nossa análise. Além disso, ele dá a possibilidade de salvar fotos no formato RAW


Foto tirada com o Xiaomi Mi 8

Aqui também podemos listar o Moto G6 Plus e o Zenfone 5, nas análises foi possível notar um excelente equilíbrio das cores e uma boa captação de detalhes da cena. O software também se destacou fazendo foco rapidamente e fazendo um bom uso do HDR. 


Foto tirada com o Zenfone 5 

Continua depois da publicidade

O Moto G6 Plus traz câmera traseira dupla de 12MP + 5MP e, apesar de o seu design na parte traseira mostrar uma câmera um pouco protuberante, o que pode não agradar alguns usuários, ele é capaz de fazer excelente fotos.


Foto tirada com Moto G6 Plus

Software rápido, fotos ricas com bastante detalhes (em ambientes bem iluminados) são destaques da câmera do Moto G6 Plus. Também é possível filmar em 4k 30fps e 1080p 60fps.


Melhores em autonomia 

Para alguns usuários, o que mais importa é o smartphone se manter ligado pelo maior tempo possível, sem que precise ser recarregado a todo momento. 

04/09/2018 às 21:54
Análise

Análise: Asus ZenFone Max Pro M1 traz toda a bateria que você...

A solução para quem quer MUITA autonomia (mas não liga para a câmera)

As empresas perceberam que essa é uma exigência de algumas pessoas e em 2018 lançaram aparelhos focados na autonomia e com mais miliamperes-hora (mAh) de bateria. 

Na parte de autonomia não tem muito o que dizer, listo aqui os que entregaram um bom tempo de duração por recarga: ZenFone Max Pro M1Moto Z3 Play, Vivo Nex A (9 horas e meia de tela acesa), Moto G6 Plus

Lembrando que a quantidade de tempo que um smartphone fica ligado sem precisar de recarga não tem a ver apenas com os mAh, mas também como os recursos dele são utilizados. O Vivo Nex A, por exemplo, apesar do sistema de câmera retrátil, ele economiza bastante com o seu processador Snapdragon 710.

Continua depois da publicidade

Entre esses, grande destaque para o ZenFone Max Pro M1 de 5000 mAh, capaz de entregar muito tempo de tela ligado quando comparado a seus concorrentes.


Melhores topo de linha

Algumas pessoas podem ser dar ao luxo de não olhar o preço de um smartphone e fazer a compra apenas se baseando no que ele oferece de recursos. Nessa categoria não temos muitos concorrentes em 2018 e o preço pode chegar até os R$ 10000. 

Nossa lista se limita a três deles, o iPhone Xs Max, o Galaxy Note 9, e o Xiaomi Mi 8 Pro (Explorer na China).

O iPhone Xs Max trouxe uma tela OLED de 6,5 polegadas, o maior iPhone já lançado. Também foi o primeiro smartphone anunciado com um processador em 7 nanômetros, o A12 Bionic, permitindo mais autonomia com poder de processamento. Como diferencial, a Apple trouxe reconhecimento facial como uma funcionalidade que garante praticidade e segurança no acesso do smartphone. 

O Wall Street Journal chegou a fazer inúmeros testes com o sensor e atestou que a única maneira de burlar o acesso ao dispositivo é utilizar gêmeos que sejam realmente muito parecidos, confira no vídeo abaixo. 

Continua depois da publicidade

Entregando fluidez e um excelente processamento, o Galaxy Samsung Note 9 chega a custar até R$ 3500 a menos que o iPhone Xs Max.

01/11/2018 às 18:34
Notícia

O que dá pra comprar em gadgets com R$ 7.299, preço de um iPh...

Apple anunciou hoje os preços dos novos iPhones aqui no Brasil

Além disso, ele entrega uma característica que você não encontra no topo de linha da Apple, a caneta S-Pen. Com a tela grande de 6,4 polegadas, e esse recurso, você pode criar suas notas, utilizar aplicativos feitos para ela e mudar a maneira de navegar com o smartphone. 

Como é de se esperar de um topo de linha, ele também tem um ótimo desempenho e apresenta fluidez na sua utilização. Destaque para câmera que faz fotos em uma qualidade excelente e vídeos em até 960 quadros por segundo, além de ser à prova d'água. 

Fizemos um comparativo das fotos tiradas pelos dois smartphones e você pode conferir aqui.

Uma alternativa ainda é o Xiaomi Mi 8 Pro, que traz configurações semelhantes e na promoção mais recente da Black Friday chegou a custar U$550 na versão 8GB+128GB. Essa versão do Xiaomi Mi 8 não traz resistência à água, não grava em slow motion nem em 60fps.

Mas, por outro lado, tem uma câmera frontal de 20MP, câmera traseira de 12MP + 12MP assim como os outros dois, tem Gorilla Glass, e o mesmo processador do Samsung Galaxy Note 9, o Snapdragon 845.

Nessa mesma linha também podemos citar o OnePlus 6T, que também vem esse mesmo processador, câmera traseira de 16MP + 20MP, 3700 mAh de bateria e leitor de digitais na tela, pelo preço aproximado de US$530. 

Neste post nós listamos algumas promoções para você ficar de olho.


Melhor para games

Apesar de um nicho de mercado bastante recente, nesse ano tivemos pelo menos três grandes lançamentos de smartphones gamers, feitos para quem curte jogar no celular sem abrir mão das funcionalidades básicas do aparelho. Eles costumam ter especificações bastante chamativas e controles acopláveis. 

Lembrando que smartphones de alto desempenho também podem ser utilizados para jogar

Nessa categoria podemos citar o Xiaomi Black Shark Helo, segundo modelo da linha e que vem com 10GB de memória RAM e também o Razer Phone 2, que traz uma tela com até 120Hz de atualização, um diferencial. 

De modo geral, esse segmento traz baterias mais robustas para conseguir oferecer mais tempo de duração. Por isso, o primeiro modelo do Black Shark e do Razer Phone também trazem os 4000 mAh presente em suas versões mais recentes.

Os principais smartphones gamers lançados em 2018 vêm com bateria de 4000mAh

Aqui na redação nós tivemos a oportunidade de testar o primeiro modelo do Black Shark, que garantiu um bom começo para a Xiaomi no segmento gamer e conferir de perto o RazerPhone 2 na BGS 2018

A versão de 8GB+128GB do Xiaomi Black Shark pode ser encontrada por cerca de U$ 685 em sites como a Geabest, cerca de U$ 185 a mais do que o preço de anúncio do Black Shark Helo na mesma versão de armazenamento e memória RAM. Nesse caso, talvez seja melhor esperar pelo modelo mais recente antes de fazer uma compra. 

Já o Razer Phone 2, chegou com o preço anunciado de U$ 800, cem dólares a mais que o primeiro modelo. Confira mais especificações dele no vídeo que fizemos direto da BGS 2018. 

Para finalizar a lista, vale citar o ROG Phone, da ASUS. Assim como os citados acima, ele traz bateria de 4000 mAh e um design gamer.

Apesar de trazer muitas especificações interessantes, como as câmeras com desempenho próximo a do ZenFone 5, a possibilidade de alternar as cores LEDs com o ASUS Aura, um sistema de resfriamento interessante, o aparelho chega custando até R$ 7886 em sua melhor versão. Confira o hands-on feito no Adrenaline. 

Com excessão do Razer Phone 2, os smartphones gamers citados acima vêm com dispositivos que podem ser acoplados neles, o ROG Phone dá a possibilidade de acoplar um cooler, já que o smartphone permite overclock (limitado). Também é possível colocá-lo num dock, o que dá mais uma cara de console e você pode experienciar um jogo do mobile no PC, inclusive com mouse.

No caso do Black Shark, o primeiro modelo vem com um controle que pode ser facilmente acoplado para ser utilizado em jogos. Já o segundo modelo também traz os controles, mas em vez de estar em um só dos lados, ele vem nos dois. 

 

Vazam imagens de capinhas do iPhone XI mostrando porta Lightning e câmera tripla

Vazam imagens de capinhas do iPhone XI mostrando porta Lightning e câmera tripla

Renderizações vão contra rumores que indicavam que novos smartphones da Apple poderiam vir com USB-C


Nova tecnologia da Nokia promete dobrar a duração da bateria dos smartphones

Nova tecnologia da Nokia promete dobrar a duração da bateria dos smartphones

Melhora na autonomia pode ajudar a compensar maior consumo da internet 5G


Mercado de tablets registra queda de 11% em suas vendas no primeiro trimestre

Mercado de tablets registra queda de 11% em suas vendas no primeiro trimestre

Mesmo com o constante declínio a receita chegou em R$430 milhões 


Realme mostra fotos tiradas com smartphone de quatro câmeras e sensor de 64 MP

Realme mostra fotos tiradas com smartphone de quatro câmeras e sensor de 64 MP

Aparelho ainda não tem uma data de lançamento definida


Belkin lança seu primeiro cabo USB-C para Lightning com certificação MFi

Belkin lança seu primeiro cabo USB-C para Lightning com certificação MFi

O Boost Charge tem compatibilidade com todos os dispositivos habilitados com USB-C