Afinal, o que é Realidade Aumentada?

Afinal, o que é Realidade Aumentada?

Entenda o conceito desta tecnologia e como promete mudar nossas vidas

Se você se interessa minimamente por inovações, já tem alguma ideia do que é realidade aumentada.  É comum pessoas associarem o termo com pessoas vestindo algo na cabeça e tendo uma interação digital, às vezes até se movimentando com certa liberdade pelo ambiente, e de fato isso tem a ver com o que você verá neste artigo.

Ainda assim, há uma série de características específicas que determinam o que é essa tecnologia, e a gente confere melhor quais são elas logo abaixo.


Afinal, o que é Realidade aumentada?

Diferente da realidade virtual, que te faz entrar em um outro ambiente totalmente virtual, a realidade aumentada traz novas características digitais ao nosso ambiente.

Com a realidade aumentada é possível “aumentar” a realidade em que você está, ou seja, adicionar coisas virtuais ao mundo real. Um exemplo é o que faz Pokémon GO, quando fixa uma daquelas criaturinhas em algum ponto específico do mundo real enquanto você move o celular.

AR = Augmented Reality = Realidade Aumentada = Aumenta sua realidade

Esse conceito serve como ponto de partida, mas muitas vezes as inovações acabam misturando suas características e não conseguimos definir bem como chamá-las. De qualquer forma, por hora, é isso que precisamos ter bem definido. Sendo assim, podemos começar a ver o que é esta tecnologia e como promete mudar nossas vidas.


Realidade aumentada - Breve história

Desde a década de sessenta a AR já era estudada. Em 1968, Ivan Sutherland desenvolveu uma espécia de apoio para duas lentes, olhando através delas, um cubo em 3D aparecia desenhado no espaço real em frente ao usuário. Confira neste vídeo.

O termo realidade aumentada só foi surgir em 1990 quando o pesquisador Tom Caudell e seu colega David Mizell foram convidados a apresentar uma solução para a empresa de aviação Boeing. Eles chamaram de augmented reality a exibição de informações virtuais combinadas com a realidade. Durante muito tempo foi utilizada em empresas para soluções de problemas específicos como neste ou até mesmo como no caso da Boeing. 

Continua depois da publicidade

As aplicações populares surgiram aos poucos, em 1998 a primeira transmissão de televisão utilizando realidade aumentada foi feita, na NFL o sistema serviu para desenhar a linha 1st & Ten, uma linha amarela de marcação do futebol americano. Já em 2009, a revista Esquire fez uma proposta diferenciada para a leitura de revistas. Criando um aplicativo capaz de ler um código presente no papel da revista com uma webcam, ela mostrou como a AR é capaz de ser revolucionária. Veja no vídeo abaixo: 


Realidade aumentada hoje

Atualmente há inúmeras soluções para meios corporativos e também de entretenimento utilizando a realidade aumentada. Um dos grandes destaques atualmente é o HoloLens, da Microsoft, no entretenimento e também para aplicações profissionais.

Segundo a Microsoft, o HoloLens é o primeiro computador holográfico autônomo, que permite a interação com o conteúdo digital através de hologramas no mundo em um ambiente. Este vídeo abaixo é um dos exemplos do quão útil pode ser a augmented reality, neste caso ela é utilizada pela equipe de design da Ford para acertar os detalhes do desenho de um carro para definir o projeto final.

A Microsoft apoia e participa de centenas de projetos dos mais variados tipos

Microsoft tem parceria com centenas de universidades e empresas para desenvolver funcionalidades novas ao Holo Lens. Uma dessas parcerias com uma universidade em Londres, rendeu uma solução interessantíssima relacionada à saúde humana.

Os pesquisadores estão desenhando e projetando órgãos do corpo humano em 3D  para facilitar o aprendizado de estudantes e também para instruir melhor aos pacientes. No vídeo abaixo, um dos responsáveis pela pesquisa diz que assim também nasce a possibilidade de planejar uma cirurgia com mais precisão.

Continua depois da publicidade

É difícil falar de realidade aumentada sem cansar de mencionar o HoloLens. Mesmo quando o assunto é entretenimento, há muitos softwares e aplicações sendo desenvolvidos.

Como este mundo de Minecraft desenhado completamente nesta apresentação. Mas fugindo um pouco da empresa do Bill Gates, existem outras várias "brincadeiras" que merecem ser citadas aqui.

A Epic Games está entre as pioneiras da aplicação de VR e AR em games

Uma das empresas que tem trabalhado desde sempre para conseguir aplicar a tecnologia de AR e VR em jogos é a Epic Games através da Unreal Engine. Desde o surgimento do Oculus Rift já acreditavam que estas tecnologias se consolidariam nos próximos anos. Hoje o motor de jogo permite a criação de jogos inclusive com sequências cinematográficas em AR e VR.

O exemplo utilizado na apresentação da Apple só foi possível pelos anos de estudos e investimentos dedicados pela Epic Games nesta tecnologia. Aos trinta segundos de vídeo começa a apresentação do jogo.

Outro grande exemplo é Pokémon Go, um dos maiores sucessos em jogos mobiles que mostrou a importância da inovação no entretenimento. Seu diferencial fez com que se espalhasse pelo globo em dias e se tornasse um dos jogos mobiles mais baixados de todos os tempos. E quanto mais o tempo passa, mais perto ficamos de experiências cinematográficas realmente imersivas, como você pode ver no exemplo abaixo.

Continua depois da publicidade


O futuro da AR

Não é fácil imaginar o futuro com muitas inserções digitais,  mas com certeza haverá muitos prós e contras nisso. Dependendo de como você imagina, pode ser assustador.

Uma produtora independente produziu um vídeo com a temática e o resultado nos faz questionar se esses meios digitais acrescentados ao nosso mundo real se tornarão facilitadores ou dificultadores no nosso dia-a-dia. Será que em algum momento seremos reféns da tecnologia? 

Keiichi Matsuda é o designer chefe da produtora e responsável por liderar a equipe fez o vídeo acima sobre realidade aumentada. Em 2014 ele criou uma campanha de financiamento coletivo no Kickstarter com a proposta de mostrar como a realidade aumentada será no futuro.

Segundo ele neste vídeo, no futuro esta tecnologia estará tão presente no nosso dia a dia que nem perceberemos ela como uma funcionalidade tecnológica. Outro ponto abordado é que seremos capazes de personalizar nossa visão do mundo, tudo que aparecerá em nosso campo de visão terá relação direta com nossos gostos e isso causará uma certa alienação.

O problema, segundo ele, se agravará em países em que a desigualdade social é maior. Não sabemos como será no futuro e por hora é importante nos mantermos atentos tentado utilizar com sabedoria.

08/04/2019 às 18:20
Notícia

Google Camera se prepara para adição de funções revolucionári...

Próximo update do aplicativo de fotos pode trazer funções como medir tamanho de objetos reais

Continua depois da publicidade

À medida que novos ajustes são feitos na tecnologia e descobrimos como enganar nossa visão e o processamento de nosso cérebro, a AR se torna cada vez mais útil e presente. 

O nosso contato com a realidade aumentada num futuro próximo estará ligado ao uso dos smartphones. Hoje mesmo já há inúmeros aplicativos que facilitam nossas vidas de maneiras bastante específicas. A Google, através do Google Camera, está começando a trazer funcionalidades de realidade aumentada para os celulares, o que deixa a tecnologia mais acessível e interessante.

Você pode utilizar o aplicativo Google para tirar medidas do espaço, também é possível colocar móveis no espaço para testar como ele ficaria no ambiente e tudo isso com muita precisão. A Google é conhecida por ter um trabalho excelente em softwares e ditar tendências, nos smartphones ela surpreende no Google Pixel, trazendo uma única lente e focando todo o seu trabalho em pós-processamento.

Outros aplicativos podem ser ainda mais surpreendentes, como o  Star Chart - um mapeador de estrelas, com ele é possível identificar as constelações, basta apontar a câmera ao céu com o app aberto. Na arquitetura também há diferentes possibilidades, você pode testar como ficará uma cadeira em sua nova sala, por exemplo. 

Quem acompanhou as finais de League of Legends em 2017 ou pelo menos assistiu a abertura pode ter ficado impressionado com o que viu. Além de um show coreografado com música ao vivo e um telão gigante, um dragão surgiu sobrevoando o estádio. Se você não sabe do que estou falando, assista logo abaixo. O dragão aparece aos nove minutos e trinta segundos de vídeo.

As pessoas naquele estádio não conseguiam enxergar o dragão diretamente, apenas pelo telão. Ainda assim foi uma experiência bacana que até pouco tempo atrás era impensável.

Os ambientes tornam-se cada vez mais imersivos e o uso dessas tecnologias muito mais intuitivo. Por hora, a tendência é de que nossos smartphones sejam cada vez mais completos e cheios de recursos, tornando mais fácil a utilização destas tecnologias. De tempos em tempos veremos inovações como o Google Glass, tentado romper barreiras tecnológicas.


Mixed Reality - Realidade mista

Um outro exemplo é o Mixed Reality, algo que tem um conceito mas ainda está apenas começando. Por enquanto podemos dizer apenas que a Mixed Reality é uma realidade aumentada com alguns aspectos de realidade virtual, ou apenas uma mistura das duas tecnologias. Ainda não temos algo único e novo para chamarmos de Mixed Reality, mas as empresas caminham para isto.

A Microsoft é uma das principais responsáveis pela popularização do conceito. Um dos exemplos citados pela empresa na apresentação de sua tecnologia que visa a realidade mista, eles mostra designers da Audi explicando que graças a uma aplicação que se baseia neste norte, foi possível desenhar modelos 3D virtuais no computador e projetar em modelos reais para fazer alterações.

Isso é melhor explicado no trecho a partir dos três minutos e dez segundos do vídeo abaixo.

Mesmo caras e inacessíveis por enquanto, é importante o investimento nessa área para que em algum momento cheguem e se popularizem. Talvez seja estranho pensar que algo que é demonstrado sem ser produto tenha relevância, mas toda tecnologia surge assim. 

Atualmente, um dos principais meios de tornar esse tipo de tecnologia é através dos smartphones, um dispositivo cada vez mais comum. Fabricantes de smartphones começam a experimentar maneiras de trazer essas tecnologias para seus aparelhos. A Apple mostrou muitos esforços em 2017 com a linha iPhone 8 e iPhone X e deve continuar investindo na área e influenciando as competidoras a fazer o mesmo.

Pokémon, soluções residenciais, jogos e uma infinidade de aplicações, a realidade aumentada é sem dúvida muito relacionada com nosso dia a dia e deve se fazer presente em nossas vidas de maneira diferente da realidade virtual, principalmente nas fases de popularização. 

Via: Filmora, Cio, Virtual Reality Society, Rolling Stone Fonte: Future Behind, Virtual Reality Society, Microsoft HoloLens, MagicLeap, Hyper-Reality
Google lança o sistema de mensagens RCS Chat, substituto do SMS

Google lança o sistema de mensagens RCS Chat, substituto do SMS

Empresa cansou de esperar operadoras e lançou a novidade sozinha no Reino Unido e França


Dr. Mario World é o novo jogo da Nintendo para Android e iOS; Veja o gameplay

Dr. Mario World é o novo jogo da Nintendo para Android e iOS; Veja o gameplay

O aplicativo será lançado em 10 de julho


Google Store inicia pré-venda de controles independentes para o Stadia

Google Store inicia pré-venda de controles independentes para o Stadia

Stadia Controller está disponível nas cores Clearly White, Just Black e Wasabi


Lista dos melhores CEOs em 2019 inclui Lisa Su, Jeff Bezos e Satya Nadella

Lista dos melhores CEOs em 2019 inclui Lisa Su, Jeff Bezos e Satya Nadella

Mark Zuckerberg também é mencionado como um dos melhores líderes na revista Barron's


Microsoft libera Build 18917 (20H1) com otimização de banda de downloads, WSL 2 e narrador

Microsoft libera Build 18917 (20H1) com otimização de banda de downloads, WSL 2 e narrador

O update está disponível apenas para usuários Insider Preview do Windows 10