Conheça a tecnologia WiFi Mesh, que promete resolver problemas de sinal em internet sem fio

Conheça a tecnologia WiFi Mesh, que promete resolver problemas de sinal em internet sem fio

Modo de conexão está cada vez mais popular e eficiente

Você contrata um serviço de internet, aguarda ansiosamente para poder navegar livremente pela sua casa ou empresa sem qualquer preocupação. Depois de uns dias o técnico aparece para fazer a instalação e voalá! A internet chegou! Você se conecta pelo celular, notebook, tablet, tevê, mas sempre com algum problema. Não consegue se conectar direito no andar de baixo, na garagem, em algum quarto, sala.

Além disso a conexão vive caindo e é muito mais lenta sem fio do que por cabo. Você vive tendo que reiniciar o roteador.

Há pouco tempo, surgia lá fora a tecnologia WiFi Mesh, um sistema
WiFi para resolver todos os problemas em redes de internet sem fio

O que era pra ser um sonho acaba se tornando um pesadelo com milhões de problemas surgindo de uma hora pra outra e a vontade que você tem é de arrancar os aparelhos e tacar pela janela.

Mas calma lá, foi para te ajudar nesses casos que bolamos este artigo. Vamos explicar o que pode estar causando esses problemas em sua casa e como resolvê-los. Também explicamos em detalhes o que é a tecnologia WiFi Mesh e como ela promete resolver todos esses problemas tão comuns em redes sem fio. 

Com tanto problemas de conexão, diversas vezes tentamos soluções que se mostram pouco eficientes ou simplesmente irritantes e não conseguem dar conta do recado. Extensores WiFi, por exemplo, costumam resolver alguns problemas temporariamente, eles aumentam um pouco o alcance do sinal, mas também tornam essa área ampliada mais instável.

Estão frequentemente necessitando de atenção, precisam ser reiniciados e realocados a todo momento, o que causa um grande desconforto para o usuário. 

De nada adianta contratar uma internet de qualidade e utilizar um roteador ruim, ele limitará sua conexão

Da mesma maneira, usar dois roteadores em uma rede para tentar aumentar a abrangência do sinal também não é a solução ideal, já que isso acaba diminuindo a velocidade da internet e muitas vezes apresentando problemas de instabilidade. Além disso, quando você se desloca em um ambiente muito grande, ter dois roteadores exige que você escolha manualmente em qual deles deseja se conectar, o que torna a situação ainda mais desconfortável. 

É comum surgir dúvidas sobre como fazer a internet ter um alcance maior ou melhorá-la. Muitas vezes usuários comprometem a qualidade da internet com erros simples de serem corrigidos. O canal Vox separou algumas dicas rápidas sobre a utilização e funcionamento de roteadores, que podem ajudar nesses casos, confira no vídeo abaixo: 


Protocolo WiFi

Mas com tantos problemas em uma rede, como fazer para ser feliz e navegar livremente utilizando internet sem fio?

Primeiramente, é importante checar o roteador que você está utilizando. Mesmo com uma internet de alta velocidade, ele pode estar comprometendo a entrega dos dados. Por isso é importante que você sabia como escolher um bom roteador. 

Roteadores são construídos baseados em protocolos criados pelo Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos (IEEE), fundada nos Estados Unidos. Esses protocolos definem uma série de detalhes de transmissão e codificação dos roteadores.

Também foram criados para facilitar a comunicação entre todos os dispositivos sem fio. Seria uma completa bagunça caso as empresas criassem seus próprios padrões. 

Fonte da imagem: Reprodução/AnandTech

O mais importante sobre isso é saber que existem diferentes padrões desenvolvidos ao longo dos anos e atualmente o mais indicado é o 802.11ac. Além de ter maior largura de banda, é o 802.11ac que une as tecnologias mais atuais, permitindo maior estabilidade, área de cobertura e uma série de outros detalhes em comparação aos outros modelos.

Escolher seu provedor de internet
com cuidado é tão importante quanto a escolha do roteador

Mas não pense que você deve olhar apenas o padrão de tecnologia utilizado e comprar o primeiro que você ver. O 802.11ac teve atualizações tecnológicas em duas ondas.

A principal diferença entre as ondas é o suporte a tecnologia Multi User (MU), que permite a comunicação simultânea de diversos dispositivos com o roteador. Entre os roteadores em 802.11ac, a velocidade suportada de cada um varia e pode chegar até 6.9Gbps.

Não posso deixar de mencionar que existe ainda o 802.11ad, utilizando banda de 60 GHz em vez de 2.4 GHz e 5 GHz. O 802.11ad ainda não se consolidou, muitos dispositivos não suportam este padrão e ele é pensado mais para o meio industrial. 

Em 2018 deve chegar ao mercado o padrão 802.11ax, mas por enquanto o que temos de mais acessível e voltado para o meio residencial é a segunda onda do 802.11ac. Você pode saber mais sobre o 802.11ax nesta notícia.

Tabela disponível neste artigo no site da Cisco

Outro detalhe importante que costuma causar confusão é a frequência de operação dos roteadores em GHz. Afinal, qual a diferença entre a operação 2.4 GHz e 5 GHz em roteadores? A frequência 2.4 GHz em uma rede tem maior alcance, porém atua com uma largura de banda menor. No caso da 5GHz, seu alcance de sinal é menor, mas a largura de banda suportada é maior.

Na hora da compra, fique atento ao padrão de tecnologia,
largura de banda suportada e frequências oferecidas pelo roteador

Ao comprar um roteador, recomendamos que você opte por aqueles que são capazes de trabalhar com sinais em 2.4 GHz e 5GHz, isso por que nem todos os dispositivos são capazes de reconhecer ambas.

Celulares, tablets, video games, costumam ter suporte apenas para 2.4 GHz, apesar de muitos smartphones hoje já serem compatíveis com as duas. Nós do Adrenaline fazemos reviews de roteadores e temos um espaço reservado aqui no site para isso, confira. 

No vídeo abaixo explicamos as diferenças entre os modelos e a evolução do roteadores.

Ainda que você escolha o roteador ideal para a sua internet, com uma boa largura de banda e com o padrão de tecnologia mais atual, os problemas de conexão WiFi ainda podem continuar dependendo do ambiente em que você pretende instalar sua rede WiFi.

Um exemplo disso é quando o ambiente é muito grande ou é construído em um formato que dificulta o alcance de sinal em cômodos extremos, causando pontos cegos e instabilidade nesses pontos. E como disse acima, extensores e roteadores extras costumam não resolver o problema e muitas vezes geram dores de cabeça.

Adicionar extensores e roteadores na rede não é a melhor maneira de manter a qualidade do sinal WiFi

Geralmente as casas têm roteadores posicionados em locais que facilitam sua instalação, sala ou cômodo mais próximo da rua, o que desfavorece a entrega igual de sinal pelos cômodos. Agora imagine uma casa em "L" ou até mesmo de três andares. 

Nesses casos, mesmo que o proprietário resolva comprar um roteador com um longo alcance de rede e instale no meio da casa, o sinal chegará sempre mais fraco nos outros cômodos e na casa em "L" o quarto mais afastado ficará ainda mais em uma zona morta por causa do formato da casa.

Lembrando que cada roteador conectado na rede não entrega o mesmo que o primeiro roteador instalado. Sendo assim, vários roteadores não resolvem completamente o problema. O dinheiro investido em um roteador de alto custo poderia ser melhor investido em uma solução indicada para esses casos: a tecnologia de rede WiFi Mesh.

A imagem abaixo compara o que acontece quando uma rede utiliza vários roteadores para espalhar o sinal (em cinza na imagem) e quando há a utilização de pontos WiFi Mesh (em azul na imagem).


O que é e como funciona?

Não é difícil explicar como é montada a estrutura de uma rede WiFi Mesh, basicamente há um roteador principal e outros dispositivos WiFi criam novos pontos de conexão com a mesma qualidade. Cada ponto instalado na rede funciona de maneira similar aos extensores e repetidores de sinal, levam o sinal em um raio à partir do local onde estão. Mas não se engane, eles não são meros extensores, a tecnologia investida nesse sistema permite que cada ponto desses instalados gerem ainda mais velocidade. Diferente do que acontece em outros sistemas WiFi.


Instalação

Essa é uma solução simples de ser instalada e é vendida pelas fabricantes em um kit. Tudo que você precisa é plugar os pontos e seguir alguns passos no aplicativo para celular e smartphone criado para gerenciar o sistema. Os aplicativos de maneira geral permitem gerenciar cada um dos pontos criados, saber quais dispositivos estão conectados, controlar quando podem acessar a internet e a que velocidade. O vídeo abaixo explica como é feita a instalação do Google WiFI.


História

Uma das primeiras empresas a lançar o WiFi como um sistema completo foi a eero. Segundo conta em seu site, no ano de 2014 a empresa norte americana reuniu um time de engenheiros altamente qualificados e pensaram em soluções para que o WiFi funcionasse tão bem a ponto de o usuário esquecer da existência dos dispositivos instalados na rede e apenas se conectasse a internet, sem precisar se incomodar e gerenciar a rede a todo momento. Neste vídeo você encontra uma review explicando a instalação da primeira geração do sistema WiFi Mesh da eero. E no vídeo abaixo você se informa mais sobre o produto da eero.


Roteadores Mesh

Hoje, as principais empresas de tecnologia em rede têm seus kits de WiFi Mesh. Infelizmente nem todas estão disponíveis aqui no Brasil, mas podem ser compradas por sites como Mercado Livre por sua conta e risco. Abaixo listo algumas das principais fabricantes com o preço em dólares atualmente na Amazon.

Asus Lyra 
Preço:  U$ 399.99
Link oficial com especificações


D-Link Covr 
Preço: U$ 299.99 
Link oficial com especificações


Google WiFi
Preço: U$ 259.49
Link oficial com especificações


Linksys Velop 
Preço: U$ 499.00
Link oficial com especificações


Netgear Orbi 
Preço: U$ 399.00
Link oficial com especificações


TP-Link Deco
Preço: U$ 239.93
Link oficial com especificações
Confira nossa análise


Essa é a tecnologia WiFi Mesh, caso você não tenha entendido ou queira ver mais sobre o assunto, pode assistir ao vídeo resumo logo abaixo ou deixar sua dúvida aqui embaixo nos comentários. 

Claro lança nova plataforma Claro Gaming, voltada para quem joga online

Claro lança nova plataforma Claro Gaming, voltada para quem joga online

Serviço promete conexão rápida, atendimento especializado e benefícios


OpenSignal testa velocidade de download, upload e latência da 4G em diferentes smartphones

OpenSignal testa velocidade de download, upload e latência da 4G em diferentes smartphones

A pesquisa usou aparelhos de alto, médio e baixo nível das marcas Samsung, Apple e Huawei


Apenas 12% das multas aplicadas pela Anatel foram pagas desde 1997

Apenas 12% das multas aplicadas pela Anatel foram pagas desde 1997

De um total de R$ 6,9 bilhões aplicados, foram pagos apenas R$ 827,7 milhões


Até câmeras DSLR são vulneráveis ao vírus ransonware

Até câmeras DSLR são vulneráveis ao vírus ransonware

Hackers podem ter acesso a fotos e vídeos utilizando o WiFi da câmera


Apple divulga quatro vídeos de ASMR gravados com iPhones

Apple divulga quatro vídeos de ASMR gravados com iPhones

Esse tipo de produção é febre no YouTube e serviu para a empresa divulgar o potencial de seus aparelhos