Facebook quer tornar NFTs mais atrativos para público mais velho
Créditos: Top Trending Coins

Facebook quer tornar NFTs mais atrativos para público mais velho

Há uma discussão sobre novos recursos dedicados a NFT nas redes sociais da Meta

Já faz algum tempo que estamos falando de NFTs, já que estes se tornaram um novo tipo de negócio na internet e que está em alta. No entanto, existe o fato de que pessoas mais velhas podem não lidar tão bem com os processos que isso envolve - situação que a empresa Meta quer solucionar através de suas redes sociais.

15/11/2021 às 12:00
Artigo

NFT: O que é e como funciona a tecnologia que dá milhões de ...

Proposta é dar autenticidade a itens digitais, criando uma peça "original" a partir de um a...

Um novo relatório do Financial Times afirma que as equipes do Facebook e do Instagram estão planejando recursos que permitiriam aos seus usuários exibir os tokens não fungíveis em seus perfis - junto com outra ferramenta que permitiria criar NFTs diretamente na própria plataforma. A Meta também teria “discutido” o lançamento de um marketplace próprio para os usuários comprarem e venderem os tokens dentro das redes.

O chefe do Instagram, Adam Mosseri, disse recentemente que a plataforma está “explorando ativamente” as NFTs e pensando em maneiras de como a empresa “pode torná-las mais acessíveis a um público mais amplo”. Além disso, em outubro passado, o CEO da Meta, Mark Zuckerberg, falou sobre como o Metaverso precisará dar suporte à “propriedade de bens digitais ou NFTs”. Levando em consideração que o Facebook vem perdendo seus números de usuários mais jovens, que migram para outras redes, essa amplitude estaria relacionada a pessoas mais velhas.

Como o The Verge menciona, se a empresa lançar essas ferramentas, seria a maior demonstração de suporte mainstream para NFTs até hoje e ajudaria a solidificar o lugar dos ativos controversos no mundo digital. Além disso, adotar NFTs também pode ajudar a empresa-mãe do Facebook a exercer maior influência no Metaverso – um conceito nebuloso de mundos virtuais interconectados do qual também já falamos aqui no Mundo Conectado. 

Apesar de tudo, o relatório do Financial Times diz que os esforços da Meta nesse sentido “estão em um estágio inicial e ainda podem mudar”.

Via: Gizmodo, The Verge
User img

Saori Almeida

Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul, técnica em administração formada pelo Centro Tecnológico de Caxias do Sul (CETEC) e estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.