Créditos: Divulgação/ Disney

Vale a pena assinar o Disney+? Veja promoções e dicas

O serviço da Disney chegou ao Brasil com um catálogo longo e preço competitivo

Leitura Rápida

  • A Disney+, serviço de streaming da Disney, acaba de chegar no Brasil
  • A sua mensalidade é de R$ 27,90 ou R$ 279,90 por ano na estreia
  • É possível ver os conteúdos em até quatro telas simultaneamente
  • São aceitos cartões de crédito e débito (Visa, MasterCard, Elo e American Express) para os pagamentos
  • O catálogo conta com produções da Pixar, National Geographic, Marvel, Disney Studios, 20Th Century Fox, Lucasfilm (todo o universo Star Wars) e mais
  • O app está disponível para: iOS, Android, Windows, Android TV, Smart TVs recentes e consoles

O Disney+ chegou no Brasil. O serviço de streaming fez a estreia no dia 17 de novembro no país, trazendo um extenso catálogo de títulos originais e produções de estúdios parceiros. Com a ampliação de possibilidades de streamings de vídeo surge a dúvida de qual escolher, quais valem a pena a assinatura, entre outras questões.

Disney+

Para começar, assim como a maioria dos serviços disponíveis, a Disney oferece um teste gratuito, que é de sete dias. Isso permite que o usuário veja se os conteúdos disponíveis são de seu interesse e, decida se vale a pena permanecer com a assinatura. Caso não seja o que o usuário queira, é possível cancelar nesse período sem pagar nada por isso.

05/05/2019 às 14:00
Artigo

O Disney Plus vai matar a Netflix?

Serviço de streaming da Disney chega no fim do ano e promete ser grande e lucrativo

O serviço da Disney já está funcionando no exterior há cerca de um ano, mas faz sua estreia no Brasil apenas em 2020. Devido a pandemia de Covid-19, muitos conteúdos ainda estão atrasados. Várias novidades que seriam apresentadas neste ano, precisaram ser adiadas e serão mostradas em 2021.

Há vários filmes e séries que já constam no catálogo e não estão disponíveis, por exemplo. Apesar disso, a maioria deles já possui uma data de lançamento marcada, que está indicada, juntamente com o trailer disponível. Assim como na Netflix, o usuário pode colocar em sua lista e ser notificado quando o conteúdo chegar. 

Continua após a publicidade

A Disney é, atualmente, uma das maiores empresas de audiovisual do mundo. Além de seus estúdios próprios - com todas as princesas, animações, séries adolescentes e mais -, há ainda outras empresas que foram compradas ao longo dos anos. Entre as suas subsidiárias mais conhecidas estão empresas como a Pixar, Marvel e National Geographic. Isso indica que todo o conteúdo produzido por elas está disponível, ou vai chegar, para o Disney+.

Essa é uma das grandes vantagens da empresa, seu extenso catálogo disponível. Há muito conteúdo para crianças e adolescentes, principalmente com as produções desenvolvidas pelo estúdio de animação Pixar. As opções são bastante vastas, inclusive com toda a franquia Star Wars, com série exclusiva, The Mandalorian, como um dos carros chefes da Disney+ em sua estreia no Brasil. 

A Disney conta com vários estúdios individuais, além de seu próprio. O catálogo conta com conteúdos produzidos pela Marvel, 20th Century Fox, Lucasfilm, Pixar e mais

Vale destacar que em 2019 a Disney finalizou a compra da 20th Century Fox e mudou seu nome para 20th Century Studios. Na prática, com essa compra, todos os filmes e séries pertencentes a Fox agora pertencem a Disney, incluindo direitos de distribuição de vários títulos. Entre os mais famosos estão os Simpsons, Avatar, Crônicas de Nárnia, X-men, A era do Gelo, os direitos de distribuição dos 06 primeiros filmes da franquia Star Wars, entre outros títulos. 

Outro ponto importante é que depois que a Disney anunciou o seu próprio serviço de streaming, seus conteúdos foram removidos das concorrentes. Dessa forma a única forma de assistir via streaming grandes franquias da Marvel, Star Wars, entre outras, é assinando é pela Disney+. 

Assinatura e preço

Continua após a publicidade

A Disney oferece diferentes possibilidades de assinaturas de seu serviço de streaming. Quando o site é acessado há duas principais opções. A primeira oferece o serviço pelo custo de R$ 27,90 por mês e a segunda é uma assinatura anual, R$ 334,00 (há uma promoção temporária de R$ 279,90 válida até o dia 31 de dezembro de 2020).

Com o preço anual normal, R$ 334, não há grande economia em assinar de uma única vez. O valor total, dividindo por mês, é centavos mais barato. A vantagem está caso o usuário não queria ter uma conta fixa em seu cartão. 

Agora, com o preço promocional até o final de 2020, há uma significativa economia. O usuário consegue ganhar dois meses grátis com a assinatura anual, no preço com desconto. O cliente irá pagar o preço completo de 10 meses, obtendo um ano de serviço. 

Uma assinatura concede acesso a até quatro perfis

 

A assinatura concede acesso a até quatro perfis. Ou seja, é possível assistir o conteúdo simultaneamente em até quatro telas. Atualmente, não há opções diferentes, como a Netflix faz, por exemplo. O custo é único para os quatro perfis, caso use todos, ou não.

A Disney ainda não mencionou se irá oferecer mais opções no futuro. Em seu lançamento, uma família de até quatro pessoas pode dividir uma única assinatura, ou ainda quatro amigos. 

Comparativos com as concorrentes

Para saber se o serviço realmente vale a pena, ou compensa, também é preciso fazer o comparativo com as concorrentes. Atualmente, no Brasil, há dois principais serviços de streaming de vídeo: a Amazon Prime Video e a Netflix. Vamos comparar as ofertas entre as duas empresas.

Para começar, a Netflix tem diferentes planos. A opção mais básica custa R$ 21,90 e, a mais completa, chega a R$ 45,90 por mês. Não há opção de compras anuais. A assinatura mais barata oferece qualidade de vídeo de 1080p e só pode ser vista em uma tela por vez. Já a que se equipara aos serviços da Disney Plus, é também a mais cara. A qualidade oferecida é 4K HDR e também pode ser vista em até quatro tela simultaneamente, apesar de conceder acesso a até cinco perfis. 

A Amazon Prime Video é oferecida por R$ 9,90. É possível criar até seis perfis com essa única assinatura e há ainda uma série de outras vantagens nos serviços Amazon Prime - como frete gratuito em algumas compras pela Amazon e mais. Também não são oferecidas opções anuais para o serviço. Os valores podem ficar mais caros, caso o usuário decida assinar outras opções de serviços, que foram adicionadas há pouco tempo.

Comparativo de preços:

  • Disney+ - R$ 27,90 por mês (Acesso a até quatro telas simultâneas qualidade FullHD 4K)
  • Netflix - plano base: R$ 21,90 por mês (uma tela e qualidade de vídeo 1080p)
  • Amazon Prime Video: R$ 9,90 por mês (Acesso a até seis perfis e qualidade FullHD 4K tem possibilidade de ampliar e deixar o plano mais completo e caro)

Há ainda outros serviços disponíveis, como o Telecine Play (R$ 37,90), HBO Go (R$ 34,90), Globoplay (R$ 22,90) e muitos outros. Usamos os dois principais concorrentes para ter uma base de comparativo de preços. 

Onde ver

O aplicativo da Disney+ está disponível para praticamente todas as Smart TVs mais recentes. Para TVs mais antigas, é possível conectar o serviço via Chromecast, ou Fire TV Stick. O app para Android e iOS também pode ser usado para ver os conteúdos, além do navegador no Windows. Ainda não está disponível para Linux.

Qualquer Smart TV LG com o sistema operacional WebOS 3.0 ou superior pode instalar o aplicativo. Ele também está funcionando nos modelos da Samsung, com Tizen a partir de 2016. Além disso, todas as AndroidTV e equipamentos baseados no sistema da Google (Android 5.0 é o recomendável) também tem suporte. 

É possível acessar a Disney+ por Smart TVs, Android TVs, consoles, dispositivos baseados em Android (Chromecast Fire TV Stick), iOS e Android

O aplicativo para mobile traz algumas vantagens. Uma das principais é a opção de ver o conteúdo com outros amigos. Essa função é chamada de Group Watch e, permite marcar uma reunião para que todos vejam a série, ou filme, ao mesmo tempo. Assim, evita spoilers e permite ver o conteúdo junto, mesmo que as pessoas estejam distantes fisicamente. É possível interagir dentro da plataforma, colocando emojis na tela, que aparece para todos que estão vendo. 

Também é possível ver nos consoles. O app já está disponível para o PlayStation 4 e o Xbox One S e X. Além da geração anterior, a Disney já trouxe o suporte para as novas gerações, recentemente lançadas pela Sony e pela Microsoft, o PlayStation 5 e Xbox Series X e S.

Experiência de usuário

A Disney+ apostou em uma interface semelhante ao que já é conhecida pelos usuários de Streaming. Assim como a Netflix, a empresa divide seus conteúdos por categorias. Há cinco "bases", que ficam logo no topo da página inicial. São elas: os originais da Disney, Pixar, Star Wars, Marvel e National Geographic .

Outra semelhança com a Netflix é a opção infantil. É possível criar uma conta específica para as crianças, que vai remover os conteúdos inadequados, exibindo apenas os indicados para a faixa etária "Livre". A interface modifica um pouco, principalmente nas indicações de conteúdo, mas a base é a mesma. 

É importante lembrar que essa é a primeira versão de software para o Brasil. É normal que nos primeiros dias de lançamento alguns travamentos e pequenos bugs aconteçam em alguns equipamentos. Isso especialmente em algumas TVs. Pelos nossos testes com a assinatura, os filmes, animações e séries estão rodando sem problemas. Caso encontre erros não deixe de os reportar para a Disney+, para que seja corrigido em uma atualização posterior. 

Tecnologias de exibição

01/05/2020 às 17:36
Artigo

Dolby Atmos: Tudo que você precisa saber sobre o formato de s...

O Codec possui centenas de filmes compatíveis e suporte dos principais serviços de streaming

A Disney+ oferece suporte para Dolby Atmos e Vision. Ou seja, as TVs com suporte a tecnologia vão poder usufruir. Não são cobradas taxas extras para enviar uma qualidade superior de imagem. A assinatura é única. 

Para os dispositivos que tiverem qualidade inferior, como monitores de entrada, ou smartphones, o conteúdo será exibido na melhor opção disponível. Está disponível a qualidade UHD (4K), com som surround 5.1. A empresa promete qualidade de cinema dentro de casa. 

Promoções

Além da já citada promoção de lançamento, a Disney+ está dando outras opções de adquirir o serviço. O primeiro deles, é a assinatura combinada entre o novo streaming com o já disponível Globo Play. O usuário pode adquirir em uma única mensalidade a assinatura para os dois serviços. 

Nessa forma conjunta, o usuário pode optar em uma assinatura anual, pagando R$ 37,90 por mês, durante 12 meses. O valor total é de R$ 454,80. Há ainda a opção mensal, que pode ser cancelada em qualquer momento, custando R$ 43,90 por mês. Outra opção disponível é o Globoplay, juntamente com canais ao vivo e a assinatura da Disney+, por 12 vezes de R$ 59,90. A mesma assinatura mensal sobe para R$ 69,90.

O Mercado Livre também oferece alguns descontos para a assinatura, de acordo com o nível do cliente na plataforma. Quanto mais pontos acumulados, ou mais compras realizadas, o desconto é maior. Portanto, pode variar um pouco do nosso exemplo abaixo:

No caso acima o desconto é considerável, trazendo uma assinatura mensal ou anual de R$ 18. Calculando o período de um ano seria igual a R$ 216 nesse caso. Lembrando que o valor de desconto varia com a pontuação de cada cliente na plataforma. Pode ser que tenham opções com valores inferiores, ou superiores, ao mostrado. 

Pagamento

A Disney+ aceita pagamentos em cartões de crédito e débito, com as bandeiras: Visa, MasterCard, Elo e American Express. O usuário também pode optar por pagar com o PayPal, caso prefira. 

Como mencionamos, há um período de teste de sete dias, que são gratuitos. Depois desse período o pagamento é feito diretamente no cartão adicionado pelo usuário. Não está disponível a função de boleto. O usuário precisa ter um cartão com as bandeiras disponíveis para ter acesso ao serviço, que não precisa ser necessariamente em seu nome. 

Vale mesmo a pena?

Como citado, o catálogo é vasto, principalmente em conteúdos infantis. Há ainda muitos filmes clássicos, além de superproduções. Estão sendo produzidos ainda mais conteúdos, que serão disponibilizado ao longo dos meses. 

Uma das principais vantagens é em relação a quantidade de conteúdos em animações. Além dos longa-metragem da Pixar, os curtas também estão disponíveis. Quem tem criança em casa, principalmente durante a pandemia de Covid-19, pode tirar muito proveito do serviço. 

Lembrando que muitos filmes destinado para adultos também estão disponíveis, voltados para atender um público mais vasto. Além de todas as possibilidades de exploração do mundo com os conteúdos do National Geographic. Infelizmente a Disney decidiu não disponibilizar todo o catálogo adquirido com a compra da 20th Century Fox na Disney+. Nos Estados Unidos, muitos conteúdos da Fox, considerados mais adultos, como Deadpool, por exemplo, acabam sendo exibidos na Hulu, outra plataforma de streaming da Disney e que ainda não está disponível no Brasil. Dessa forma, uma das principais críticas a Disney+ é a respeito do conteúdo ser bastante infantojuvenil. 

Falando de valor, o serviço chega com um preço bastante competitivo. O seu custo está ficando abaixo da maioria dos serviços de streaming disponíveis no Brasil, em condições similares (número de telas e qualidade da imagem). 

Caso esteja com dúvidas, aproveite do período grátis de sete dias para ter a confirmação se ele será útil para a sua família, ou não. 

User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Exclusivos do Disney+ que você não sabia que existiam

Exclusivos do Disney+ que você não sabia que existiam

Listamos algumas produções originais do mais novo serviço de streaming por assinatura


A chegada do DISNEY+, evento do PlayStation 5, Elon Musk, e mais | Conectado! #04

A chegada do DISNEY+, evento do PlayStation 5, Elon Musk, e mais | Conectado! #04

Comentamos os principais notícias da semana!


Amazon anuncia que Disney+ já pode ser acessado no Fire TV Stick no Brasil também

Amazon anuncia que Disney+ já pode ser acessado no Fire TV Stick no Brasil também

Catálogo de conteúdo da Disney pode ser assistido pelo app no acessório da Amazon também


Disney+ chegou! Onde assistir, preço e primeiras impressões

Disney+ chegou! Onde assistir, preço e primeiras impressões

The Mandalorian é o maior carro chefe em ano que a pandemia atrasou os exclusivos da Marvel


Update da Netflix indica que serviço pode oferecer timer pra desligar em breve

Update da Netflix indica que serviço pode oferecer timer pra desligar em breve

O botão "sleep" é comum nas TVs desde antigamente, e Netflix enfim pode adicionar o recurso