DJI Mini 2 - Tudo que você precisa saber sobre o novo pequeno drone da DJI

DJI Mini 2 - Tudo que você precisa saber sobre o novo pequeno drone da DJI

Novo drone compacto com 249 gramas da DJI, agora com câmera 4K e alcance de até 10 Km, chega dia 4 de novembro

Atualização: A DJI confirmou o anúncio de um novo produto para o dia 04 de novembro, às 22:00 horas no horário de Brasília. Tudo indica que será o novo drone Mini 2 como já destacamos no artigo abaixo, recomendo a leitura para quem tem interesse em um drone com ótimo perfil para viagens.


O Mavic Mini, lançado em 30 de outubro de 2019, chegou fazendo muito sucesso por trazer a qualidade de um produto da DJI em um drone extremamente portátil, com forte apelo para quem viaja ou precisa de um drone para carregar facilmente, já que entre suas principais característica está seu peso de 249 gramas, especificação que o libera das "regras" de legislação de drones mais pesados em vários países - detalhe muito importante para quem quer levar um drone em uma viagem. Além disso, ele é dobrável como todo Mavic. 

De forma até um pouco inesperada, vários vazamentos confirmam que o próximo drone da DJI a ser lançado deve mesmo ser o Mini 2, apesar de muitos esperarem o Mavic 3 como próximo a chegar ao mercado. Os últimos vazamentos dizem que o lançamento pode acontecer no dia 4 de novembro, já outros informam o dia 5 de novembro.

Drone DJI Mini 2 pode chegar ao mercado dia 4 ou 5 de novembro

 

Por dar como certo quando ainda não anunciado pela empresa? Unidades foram vendidas em lojas americanas da rede Best Buy antes do anúncio, comprovando a segunda versão do Mini, que agora, novamente de forma surpreendente, não faz mais parte da linha "Mavic", passando a se chamar apenas "Mini 2", o primeiro drone com o conceito de "guardar" os trens de pouso e hélices da DJI que não usa Mavic no nome.

Com a eminente chegada do Mini 2 ao mercado de forma oficial, muitos estão se perguntando sobre as diferenças entre a primeira geração e o novo modelo. Para isso, estou escrevendo esse artigo, considerando as informações vazadas, mas confirmadas pelas caixas dos produtos através de alguns unboxings. Unboxing #1 e Unboxing #2.

Vou tentar ser o mais claro e direto possível, sem enrolar, a fim de ficar fácil para entender as diferenças. Dessa forma, falarei por partes, considerando as principais características e mudanças em ordem de importância.

Continua após a publicidade

*** ARTIGO BASEADOS NAS INFORMAÇÕES VAZADAS JÁ QUE ELE NÃO FOI ANUNCIADO OFICIALMENTE ***


Mini 2 à venda antes do anúncio

Faz algum tempo que temos publicado notícias com vazamentos sugerindo que o lançamento do Mini 2 aconteceria, mas nessa última semana dois vídeos confirmaram o lançamento mesmo antes do anúncio. Isso porque os youtubers conseguiram comprar o drone - um deles, mostrando todo o processo em uma loja da Best Buy nos Estados Unidos.

- DJI Mini 2 tem suporte a DNG/RAW e filma em 4K 100Mbps - Veja especificações
- Unboxing do drone DJI Mavic Mini 2 revela câmera 4K, até 10km e novo controle
- DJI Mavic Mini 2 pode ser lançado dia 5 de novembro por a partir de US$449
- Mavic Mini 2 pode vir com câmera de 12MP, filmagem em 4K e chegar antes do Natal

Abaixo, algumas fotos e um dos vídeos que confirmam os dados que usarei para o artigo inteiro:

No vídeo abaixo, do canal Our Beatific World, é mostrado todo o processo de compra na loja da Best Buy, aparentemente sem conhecimento do próprio vendedor que se tratava de um drone ainda não anunciado, até o unboxing e depois um rápido voo, mesmo sem detalhes técnicos dessa parte prática.

Analisando os dois unboxings, é possível ver detalhes comprovando a mesma caixa, tudo igual.

Continua após a publicidade


Tabelas comparativas

Abaixo, tabela comparando 4 modelos: Mini 2, Mavic Mini, Mavic Air e Mavic Air 2.

Preços

Preço no lançamentoU$ 449,00 05/11/2020U$ 399,00 30/10/2019U$ 799,00 23/01/2018U$ 799,00 27/04/2020
Preço atualizadoU$ 449,00 05/11/2020R$ 4.049,00 06/12/2019R$ 6.000,00 27/04/2020R$ 9.000,00 18/07/2020

Ficha Técnica

PlataformaDrone Drone Drone Drone
Link oficialLinkLinkLink

Características

Autonomia de voo31 Minutos30 Minutos21 Minutos34 Minutos
Capacidade da bateria2250 mAh2400 mAh2375 mAh3500 mAh
Distância de controle10.000 metros4.000 metros4.000 metros10.000 metros
Resolução de transmissão1080p 720p 720p 1080p
Velocidade máxima57,6 Km/h46,8 Km/h68 Km/h68 Km/h
Resistência ao ventoEscala 5 - 8.5 - 10.5 m/s ou 30 - 37,8km Escala 4 - 8 m/s ou 28,9km Escala 5 - 8.5 - 10.5 m/s ou 30 - 37,8km Escala 5 - 8.5 - 10.5 m/s ou 30 - 37,8km
Resolução de vídeo4K 30FPS, 2.7k 30FPS, 1080p 60FPS, 100Mbits 2.7K 30FPS, 1080p 60FPS, 40 Mbps, 100-3200 4K 30FPS, 1080p 120FPS, 100Mbps, ISO 100-3200 4K 60FPS, 1080p 240FPS, 720p 480FPS, ISO 100-6400 (manual), HDR, 120Mbps
Formato dos vídeosMP4/MOV (H.264/MPEG-4 AVC) MP4 (H.264/MPEG-4 AVC) MP4/MOV (H.264/MPEG-4 AVC) MP4/MOV (H.264/MPEG-4 AVC, H.265/HEVC)
Sensor da câmera1/2.3 CMOS, 12MP f/2.8, ISO 100-3200 12MP, 1/2.3" CMOS, f/2.8, 100-1600 (auto) 100-3200 (manual) 12MP, 1/2.3” CMOS, f/2.8, ISO 100-1600 (auto) 100-3200 (manual) 48MP, 1/2", f/2.8, HDR, ISO 100-3200 (manual), 8000x6000px
Formato das fotosJPEG/DNG (RAW) JPEG JPEG/DNG (RAW) JPEG/DNG (RAW)
EstabilizaçãoGimbal de 3 eixos (pitch, roll, yaw) Gimbal de 3 eixos (pitch, roll, yaw) Gimbal de 3 eixos (pitch, roll, yaw) Gimbal de 3 eixos (pitch, roll, yaw)
Sensores de detecçãoEmbaixo Embaixo Frontal, traseiro, inferior Frontal, traseiro, inferior
Sensor ADS-BNÃO NÃO NÃO Versão COM e SEM
Armazenamento de dadosMicro-SD, Micro-SDHC, Micro-SDXC Micro SD de até 256GB 8GB Interno, Micro SD até 128GB 8GB interno, Micro SD até 256GB
Controle por gestosNÃO NÃO CONTROLE E COMANDOS NÃO
Live StreamSIM NÃO SIM NÃO
GPSSIM SIM SIM SIM
Tamanho guardado140 x 82 x 57 mm140 x 82 x 57 mm168x83x49 mm180 x 97 x 84 mm
Tamanho aberto202 x 160 x 55 mm202 x 160 x 55 mm184 x 168 x 64 mm183 x 253 x 77 mm
Peso montado249 gramas249 gramas430 gramas570 gramas
ExtrasOcuSync 2.0, Controle igual ao do Mavic Air 2 Quickshots, Novo app DJI Fly Active Track, Quickshots, SmartCapture ActiveTrack 3.0, APAS 3.0, OcuSync 2.0, 8K Hyperlapse, DJI Fly


Até 10 Km de distância e novo controle

O drone acompanha um novo controle, aparentemente o mesmo que acompanha o Mavic Air 2, e junto com ele a tecnologia de conexão OcoSync 2.0. Essa tecnologia é o que a DJI tem de melhor para drones comerciais, proporcionando alcance de até 10km de distância entre drone e controle, aliado à transmissão de imagem em qualidade FullHD (1080p) para a tela do smartphone ou tablet conectado no controle.

Como destaco em minhas reviews de drone, a tecnologia de conexão é um dos pontos mais importantes para a experiência de voo. Como no Mavic Mini de primeira geração a tecnologia tinha alcance de até 4 Km em um cenário perfeito, era natural acontecer perdas de conexão em distâncias menores (como 2 Km para cima). Já com modelos com suporte ao OcuSync 2.0 (Mavic 2 e Mavic Air 2, por exemplo), a estabilidade de conexão é muito maior, especialmente em distâncias menores como 4 Km, 5 Km, melhorando muito a experiência de voar. Vale destacar que o local do voo também influencia bastante - ou seja, em uma área urbana existe mais interferência do que uma área rural ou em direção ao meio do mar, e quanto maior a distância de controle suportada, menos interferência em cenário urbano também.

A qualidade de transmissão de imagem em FullHD é outro quesito importante, que pode ajudar bastante especialmente quem vai usar com um tablet conectado ao controle, com uma tela maior, proporcionando reparar mais nos detalhes que a câmera do drone está "vendo".


Câmera 4K 30FPS de 12MP

Parte dos usuários criticaram a primeira versão do Mavic Mini por ele não trazer suporte a gravação de vídeo em 4K, suportando no máximo 2.7K. Particularmente, não acho um problema tão grande para o perfil de drone que ele é, mas com a forte tendência de 4K, é natural que essa crítica tenha ocorrido.

Naquela época, a DJI informou que o motivo estava associado ao aquecimento do drone, já que o Mavic Mini não traz nenhum ventilador interno, ficando por conta do ar que percorre as aberturas do drone a ajuda na dissipação do calor. O Mini 2 terá suporte a vídeos em 4K 30 FPS, mas ainda não é de conhecimento o que foi feito para alcançar essa resolução de gravação - se um novo chip de menor aquecimento, se foi possível adicionar um ventilador interno ou alguma outra otimização. Fato é que o drone vai ter suporte a gravação de vídeos em resolução 4K 30 FPS, e, de acordo com os vazamentos, com bitrate de 100 Mbits, uma métrica importante e considerada boa para a qualidade final dos vídeos, especialmente porque a DJI normalmente costuma entregar boa qualidade e seus produtos.

A câmera ainda traz um sensor de 1/2.3 CMOS de 12MP para fotos, que tem como outra grande novidade sobre a primeira versão o suporte a gravação de fotos em formato DNG (RAW), uma adição muito importante para profissionais de fotografia - esse formato permite fazer correções em fotos, finalizando em uma qualidade melhor do que as originais. Na primeira versão do Mini não existe essa possibilidade, mas em modelos com o Mavic Air e o Air 2, tem esse tipo de controle.


Design igual e mesmos 249 gramas

O design é praticamente o mesmo da primeira versão, com exatamente o mesmo peso de 249 gramas, até para manter a proposta dessa linha que é ficar abaixo dos 250 gramas e, dessa forma, evitar a burocracia de voo comparada a drones mais pesados, ao menos em alguns países.

Os mesmos 249 gramas de peso

Para quem ainda não sabe, drones de 250 gramas ou mais precisam seguir uma série de regras para poder voar, variando de acordo com o país. Porém drones abaixo desse peso - 250 gramas - podem decolar sem tanta burocracia, novamente dependendo do país.

O que é necessário por lei ao decolar um drone no Brasil

No Brasil o que importa não é o "peso de decolagem" do drone, mas sim o "peso de decolagem máximo" que ele suporta. De uma forma clara, mesmo se um drone possui 249 gramas, mas consegue voar com peso acima disso, como com um adesivo de 1 gramas colado nele e mesmo assim ele subindo, o que é algo completamente normal e possível, faz ele se enquadrar como um drone como qualquer outro modelo para nossa legislação, leia-se Mavic Air 2, Mavic 2 ou Phantom 4, por exemplo.

No Brasil o que vale é o peso máximo de decolagem e não o peso de decolagem

 

Drone Mavic Mini precisa de homologação igual drones mais pensados no Brasil

Um detalhe bem importante de drones leves é que eles naturalmente sofrem mais com ventos fortes. Tive algumas situações de quase perder o drone voando sobre o mar aqui em Floripa quando estava fazendo a análise dele - veja no vídeo no final desse artigo. Porém, com o Mini 2, vi que a DJI fez algumas modificações, talvez nos motores, já que ele suporta ventos de maior intensidade, em escala 5 (até 37,8 Km). Já o Mavic Mini de primeira geração suporta ventos de escala 4 (até 28,9 Km).


Tempo de voo de 31 minutos

O tempo de voo do drone também sofreu uma pequena melhoria, aumentando de 30 minutos para 31 minutos. Uma questão curiosa é que a capacidade da bateria diminuiu, caindo de 2400 mAh para 2250 mAh. Provavelmente essa pequena otimização, mesmo com bateria com capacidade menor, está associada a outras pequenas melhorias que a empresa fez - talvez nos motores e chips internos que consomem menos energia.

Entenda as regras para levar drones e baterias em viagens de avião

O encaixe da bateria segue semelhante à primeira versão, apesar de uma pequena mudança de layout e incompatibilidade entre os dois drones. Gostei que o conceito foi mantido, acho bom esse sistema de conexão horizontal em vez do utilizado nos modelos Mavic 2 e Air 2, por exemplo - encaixe na parte superior. Pelo vídeo, reparei que agora a conexão passou a ser USB Tipo C, provavelmente o HUB das baterias deve ter recebido essa atualização também. Dessa forma, quem sabe até fica mais rápida para carregar, já que em teoria conexões USB do tipo C podem receber mais energia dependendo da versão utilizada.


Mesma CASE do Mavic Air 2

Outro detalhe que me chamou atenção foi a case do combo Fly More, aparentemente a mesma que acompanha o Mavic Air 2. Particularmente, eu adorava a do Mavic Mini, porque ela tem o conceito de algumas outras marcas, que basta abrir para ter acesso a todos os componentes, sem um ficar por cima do outro. Já a case do Mavic Air 2 e também do Mavic 2 são pequenas, mas para aproveitar bem o espaço algumas das peças precisam ficar por baixo de outras, e dessa forma sempre que precisar remover alguma coisa, precisa tirar, por lógica, o que está em cima. 

Provavelmente o tamanho da case está associado também ao tamanho do novo controle - maior do que a versão anterior.

Adorei que colocaram o suporte que prende as hélices quando guardado na case

 

Ahhhhhh não posso deixar de destacar um mero detalhe, mas que é muito útil. Falo do protetor para "evitar" que as hélices fiquem dançando dentro da casa quando o drone está guardado. Venho falando desse protetor a muito tempo, o próprio mini tinha ele como acessório vendido separadamente, e acho que isso deveria vir com todos os drones, é muito útil e eu particularmente sempre compro.


Preços

Como sempre, o drone estará disponível em duas versões, um pack básico com o drone, controle, uma bateria e cabos, e outro mais completo com uma case, total de 3 baterias, hub de carregamento das baterias, hélices e sticks extras, entre outros acessórios.

No pack básico, o preço vazado do Mini 2 é de US$ 499, exatos US$ 100 dólares acima do Mavic Mini de primeira geração. Já o combo Fly More deverá custar US$ 599.


Outras especificações

Procurei destacar as principais diferenças, mas algumas ainda não são de conhecimento. Fiquem tranquilos que irei atualizar o artigo assim que o drone for oficialmente anunciado.

Até porque, tudo por enquanto se trata de informações não oficiais, mesmo que baseadas no que os usuários que conseguiram os drones compartilharam, mostrando as caixas dos produtos onde consta várias especificações, e comentando mesmo que superficialmente sobre algumas delas.

Vale destacar também, que por ser compatível com a tecnologia OcuSync 2.0, provavelmente através de update no controle, o Mini 2 também será compatível com o Smart Controller, um controle da DJI que traz uma tela integrada e sistema Android, não sendo necessário um smartphone junto ao controle.

Também reparei que alguns vazamentos informam que o Mini 2 terá suporte a lives, se isso for verdade, teremos essa mesma funcionalidade automaticamente implementada para o Mavic Mini e também Mavic Air 2, já que se trata de um função via software e não hardware, ou seja, isso aconteceria através de uma atualização do DJI Fly, aplicativo utilizado pela DJI em seus drones mais recentes.


Mini 2 vs. Mavic Air e Air 2

Aqui temos um embate bem interessante, porque agora, além da autonomia de voo maior quando comparado com o Mavic Air de primeira geração, o novo Mini 2 tem uma distância de controle bem maior, assim como a própria estabilização do sinal. Outro ponto é que ele também é equipado com uma câmera que grava em resolução 4K 30 FPS, deixando seus diferenciais, que não estão no modelo Mini, por conta dos sensores de presença na parte da frente, atrás e embaixo e pela função Active Track . Outro detalhe é que que o Mavic Air suporta gravação de imagens em formato RAW e também permite transmissões ao VIVO.

Por fim, o tempo da bateria, 30 minutos do Mavic Mini contra 23 minutos do Mavic Air -7 minutos que fazem muita diferença na prática. Quem voa com drones sabe o quanto isso é importante.

Já a comparação o Mini 2 com o Mavic Air 2, apesar de algumas tecnologias semelhantes como a distância de controle de 10km e o próprio controle, além dos tempos de autonomia de voo bastante próximos, fica uma competição mais injusta. O Mavic Air 2 é um drone praticamente perfeito, com uma câmera melhor, mais versátil, os sensores de presença frontal, traseiros e na parte de baixo, câmera 4K 60 FPS, sensor de 48MP, modo Hyperlapse 8K, Active Track 3.0, tempo de voo de até 34 minutos, muito compacto também, mas com motores e peso que proporcionam ele aguentar ventos mais fortes. Enfim, é um modelo que tem diferenciais bem mais fortes e que justificam seu investimento frente ao modelo Mini 2, mesmo com essas novas características bem importantes que ele está trazendo.


Conclusão

Já era sabido que a DJI, em meio a tensão com o governo norte americano, deixaria o Mavic 3 para 2021. Ela própria fez esse anúncio, mas fiquei um pouco surpreso pela chegada do Mini 2 nesse momento - mais ainda pela forma como ele apareceu pela primeira vez, à venda em uma grande varejista dos Estados Unidos antes do seu próprio anúncio. Certamente por algum erro, mas aconteceu.

Tirando essa curiosa chegada ao mercado, as pontuais mudanças do drone são bem interessantes, e certamente vão fazer dessa versão, novamente, um sucesso, já que corrige duas das principais críticas. A primeira: o sistema de conexão, que além de suportar distância de controle mais longas, o OcuSync 2.0 tem estabilidade de conexão bem melhor do que o sistema do Mavic Mini e Mavic Air e alcançando os 10 Km de distância de controle. Segundo: a câmera com suporte a gravação em 4K 30 FPS, uma tendência e que certamente vai ser um bom atrativo de venda pra esse novo modelo da DJI.

Lançamento pode acontecer na primeira semana de novembro e nós vamos acompanhar

 

Se as informações de compra forem mesmo as informadas pelos dois compradores que publicaram os vídeos, os preços sofreram um aumento considerável comparados com a primeira geração do Mini. O combo básico, nos EUA, passou de US$399 para US$449, aumento de $50 dólares. Já o Fly More passou de US$499 para US$599, aumento de $100 dólares. Apesar disso, ainda assim tem a qualidade da DJI, que oferece uma experiência de voo de ótima qualidade aliado a importantes avanços comparado com a primeira geração.

Ainda não temos informações da chegada dos drones no Brasil, mas, devido a tudo que estamos passando, muito provavelmente se chegar ainda em 2020 será em baixa quantidade. Estamos acompanhando para trazer novidades e uma análise em primeira mão.

Fique de olho em nosso site, e não deixe de assinar nosso Instagram e Youtube para receber as notificações de novidades sobre drone.

User img

Fabio Feyh

Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Mundo Conectado escreve artigos e análises de gadgets relacionados a fotos e vídeo, como drones e action cams.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

EUA tem mais marcas de drones, mas a chinesa DJI é a mais falada

EUA tem mais marcas de drones, mas a chinesa DJI é a mais falada

Estudo analisou o mercado mundial de drones e apresentou um relatório detalhado da produção desses dispositivos


Promoções Banggod: Redmi Note 8 Pro e Mi Band 5 em 6x SEM JUROS para o Brasil!

Promoções Banggod: Redmi Note 8 Pro e Mi Band 5 em 6x SEM JUROS para o Brasil!

Maioria dos cupons de desconto são válidos até o dia 30 de novembro


É possível recriar o ActiveTrack em alguns modos no drone DJI Mini 2! Veja como!

É possível recriar o ActiveTrack em alguns modos no drone DJI Mini 2! Veja como!

Através de modos Quickshots é possível utilizar essa funcionalidade


Veja belas imagens de migração de pelicanos capturadas por drone DJI Mavic Air 2

Veja belas imagens de migração de pelicanos capturadas por drone DJI Mavic Air 2

Vídeo foi gravado na região de Israel, rota de migração de várias espécies aves


DJI Mini 2 vem com pesquisa de público para produtos e serviços futuros

DJI Mini 2 vem com pesquisa de público para produtos e serviços futuros

Fabricante de faz questionário aos seus clientes no aplicativo DJI Fly