Windows 10 completa cinco anos - veja evolução do Sistema Operacional
Créditos: Divulgação/ Tribuna do Vale

Windows 10 completa cinco anos - veja evolução do Sistema Operacional

O sistema operacional mais recente da Microsoft passou por várias transformações

Leitura Rápida

  • O Windows 10 está completando cinco anos ativo em 2020
  • Desde o seu lançamento, o sistema passou por uma série de aprimoramentos
  • Neste artigo lembramos as funções modificadas e presentes na atual versão do sistema operacional da Microsoft

O Windows 10 foi lançado para os consumidores em 29 de julho de 2015. Isso significa que, recentemente, ele completou cinco anos no mercado. O sistema operacional marcou uma nova era para a Microsoft. Isso porque o Windows se tornou um serviço, onde não era necessário trabalhar para um substituto.

A Microsoft investiu em atualizações constantes, adicionando novidades e fazendo mudanças, situações que antes aconteciam através de uma nova versão do sistema operacional.

Muito do design foi aprimorado, suporte para línguas foram adicionadas, assistência a outros sistemas operacionais - mobile e Linux -, mudanças no Microsoft Edge, foram feitas ao longo desses cinco anos, e é claro, correções de bugs na medida que eles vão surgindo.

Windows 10 versão 1507

A versão Windows 10 1507 é a chamada de "original". Ela foi lançada em 2015, depois de meses em testes, na versão Beta. Ela trouxe grande parte do design geral do sistema operacional, que é reproduzido até hoje. 

Apesar do design geral ser mantido, praticamente tudo foi alterado. Nas primeiras versões haviam atalhos para baixar aplicativos, como o Get Office e o Get Skype. Eles apenas direcionavam o usuário para instalar essas funções. Como sua utilidade não era muito grande, eles foram removidos.

Nessa época havia a preocupação que os smartphones fossem substituir os PCs. Portanto, não havia nem a menção de uma integração do Windows com dispositivos móveis. 

Continua após a publicidade

Um dos principais recursos apresentados com o Windows 10 original foi o navegador Edge. Ele prometeu trazer aprimoramentos importantes, em relação ao Internet Explorer, que praticamente não era utilizado. Ele trouxe uma série de recursos que inexistia na versão anterior, como escrever em páginas da Web.

O Windows original apresentou o navegador Edge, a assistente virtual Cortana e trouxe um design totalmente novo

Outra grande novidade apresentada foi a Cortana. A assistente virtual, comandada por voz, foi apresentada logo na primeira versão do Windows 10. Desde então ela passou por muitas modificações, mas a versão 1507 marca a sua estreia. 

O Windows 10 também eliminou uma função que era bastante utilizada no Windows 8: o espaço reservado para o OneDrive. O substituto para essa função removida chegou apenas em 2017. 

Essa versão também marcou a integração com todos os sistemas da Microsoft. Isso inclui, principalmente, o Xbox, mas além dele também há o HoloLens e outros. Os aplicativos começaram a ser disponibilizados pela Microsoft Store, que rodariam independente do dispositivo da gigante de softwares.

O Windows 10 original teve a sua primeira atualização quatro meses depois do seu lançamento. O update foi a versão 1511, e foi chamada apenas de "atualização de novembro." 

Windows 10 versão 1511

A primeira atualização não trouxe grandes mudanças visuais. Ela foi justamente, um update menor, trazendo pequenas correções e aprimoramentos. A equipe da Microsoft gostaria que essa fosse a versão original, lançada neste período. Apesar do desejo, os apoiadores forçaram para que o lançamento ocorresse logo.

Continua após a publicidade

Essa foi a versão lançada para os dispositivos Xbox One e Windows 10 Mobile. O app Get Skype foi desativado e foi substituído por três aplicativos que deveriam integrar o Skype ao sistema operacional. Possivelmente era esse o desejo inicial, mas pela falta de tempo uma alternativa precisou ser pensada. Novas línguas também começaram a ser suportadas.

Windows 10 versão 1607

A versão de aniversário do Windows 10, como ficou conhecida, foi a 1607. Ela foi lançada depois de um ano que o sistema operacional estava ativo, o que significa que foi em 2016. Diferente do update anterior, ela trouxe muitas modificações e aprimoramentos para o sistema.

A versão 1607 foi chamada de atualização de aniversário

 

Os três aplicativos do Skype, mencionados anteriormente, foram substituídos pelo Skype Preview, que foi também a primeira tentativa de um aplicativo Skype UWP. O app Messaging foi testado na versão Beta, chamado Messaging Everywhere. Basicamente, ele permitia que os usuários enviassem SMS de seu computador, roteado pelo smartphone. O recurso foi eliminado e adicionado no Skype UWP, que também recebeu versão para mobile.

A versão 1607 introduziu o tão querido modo escuro. Ele já estava sendo popularizado em apps de smartphones e em alguns sites e redes sociais. O Windows Ink também recebeu a primeira versão nesse update. Isso tornou possível desenhar rotas no Maps, escrever imagens em Fotos, anotações manuscritas no OneNote, entre outras funções. Tudo isso era feito com um click no ícone do Ink.

Foi nessa versão que o menu iniciar, como temos hoje, foi adicionado. Ele era um pouco controverso para a época, mas depois de alguns ajustes ficou como conhecemos nas últimas atualizações. Ele padronizou a visualização "Todos os aplicativos" e melhorou muito a interface do usuário do modo Tablet.

Windows 10 versão 1703

A próxima atualização, chamada de 1703, mudou muito a interface gráfica. As cores ficaram mais escuras, as letras mais fáceis de visualizar e o design ficou mais moderno. Ela também integrou a Cortana de forma semelhante como temos hoje.

A versão 1703 introduziu a barra de jogos do Xbox às configurações

A atualização também trouxe a barra de jogos do Xbox às configurações. O aplicativo Get Office foi atualizado para a versão 2.0, ganhando novas funcionalidades e tornando mais útil. 

O Paint 3D apareceu pela primeira vez na atualização de aniversário. A promessa era oferecer funções mais completas com o app, removendo o Paint original do sistema. A Microsoft dizia que a opção original já era obsoleta.

Com a reação dos usuários, a empresa decidiu mudar de ideia e informou que ele estaria disponível na loja para quem quisesse ter acesso. Isso ainda não agradou os usuários, que queriam manter a opção. Ainda hoje temos o Paint 3D e o Paint no Windows.

Windows 10 versão 1709

A "Atualização dos desenvolvedores", como ficou conhecida, foi mais um esforço da Microsoft em integrar os criadores de conteúdo, principalmente com os de realidade mista. Com o lançamento do HoloLens a empresa queria trazer essa realidade para o seu Sistema Operacional. 

A atualização dos desenvolvedores procurou integrar os criadores de conteúdo ao Windows 10

 

Para competir com opções desenvolvidas para criação de conteúdo, como iMovie da Apple e outros sistemas terceiros, a empresa lançou o Story Remix, já que o Windows Movie Maker já havia deixado de existir há muito tempo de forma oficial. Caso você nunca tenha visto essa função, muito provavelmente o sucesso dela já foi explicado. Posteriormente ela foi adicionada ao Fotos, devido a baixa popularidade obtida.

A Microsoft cumpriu uma promessa com essa versão, lançando o OneDrive Files On-Demand. Esse modelo foi a substituição da funcionalidade de espaços reservados, que estava presente no Windows 8.1. Essa é a funcionalidade padrão que temos até hoje.

Windows 10 versão 1809

Apesar de não ser oficialmente chamada, essa poderia ser "a versão do desastre", ou 1809. Foi nessa atualização que muitos usuários tiveram seus arquivos excluídos misteriosamente, por alguma falha da programação. 

A versão 1809 ficou mais conhecida pelas falhas no sistema, que excluiu arquivos dos usuários e trouxe muitos problemas

Essa versão precisou de uma segunda atualização, para que os erros e falhas fossem corrigidos. O sistema operacional prejudicou o trabalho de muitos usuários e marcou uma fase de atualizações pouco testadas, que traziam inúmeras falhas e problemas com as máquinas. 

Windows 10 versão 1903

Os updates ficaram cada vez mais frequentes e, obrigatórios. A Microsoft estava recebendo uma grande carga de reclamações, referentes as versões lançadas. Foi na versão 1903 que as atualizações passaram a não ser mais obrigatórias.

Esse foi um grande marco para o Sistema Operacional, que tinha como base o frequente avanço. Muitos usuários escolheram selecionar essa ação e parar de atualizar suas máquinas frequentemente, com medo de possíveis falhas, como aconteceu na versão 1809.

Windows 10 versão 2004

Chegamos, enfim, a versão 2004. Essa é a mais atual, que está rodando na maioria dos PCs Windows 10 atualmente. Maioria porque as atualizações já não são mais obrigatórias e os usuários podem escolher permanecer na versão que estão.

Como opção mais recente, ela é o que temos. O Microsoft Edge trouxe inúmeras novidades, usando a base que se equipara o Google Chrome, sendo um grande concorrente, inclusive. 

Essa versão tornou a barra de jogos do Xbox uma ferramenta completa para jogar, com total integração. Os games de Xbox são automaticamente disponibilizado para PC, o que também foi uma adição importante para o ramo de games da empresa. A Xbox Store também apresenta sua loja própria para widgets de terceiros.

O botão Windows Update permanece nas configurações, mas indicando que há novidades e não obrigando o usuário a fazê-las. Várias modificações nessa aba também foram adicionadas, principalmente em relação a assistente Cortana.

Há quem goste e diga que essa é a melhor versão apresentada pela Microsoft, como há também quem desconfie das atualizações e tema ter trabalhos danificados. O fato de usarmos a nuvem para armazenar arquivos também modificou o modo como o Windows é construído, principalmente em relação ao OneDrive. 

Futuro do Windows 10

A Microsoft promete continuar aprimorando e trazendo novidades para o Windows 10. A próxima atualização já tem, inclusive, um nome confirmado. Ela será a versão 20H2. Os nomes dos updates vão passar a ser marcados com o H1 e H2 para indicar o número da versão.

A próxima atualização já deve aprimorar alguns recursos. O principal é o Edge, que irá ser atualizado junto com o sistema operacional e não mais de forma separada. O menu iniciar também deve passar por refinamentos, assim como outras correções gerais.

A Microsoft ainda deve anunciar no futuro o Windows 10X, também chamado de Windows Iron, ou 21H1. Ele vai modificar completamente a interface do usuário, repensando bases, como o menu iniciar, por completo. É esperado que as novidades sejam apresentadas até o final de 2020.

Via: Neowin
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Código-fonte do Windows XP vaza na Web

Código-fonte do Windows XP vaza na Web

Além dele, o código-fonte do Windows Server 2003 também está sendo compartilhado publicamente


Microsoft apresenta projeto de armazenamento de dados em cristais holográficos

Microsoft apresenta projeto de armazenamento de dados em cristais holográficos

Projeto HSD usa peça de nióbio que é capaz de armazenar diversas informações no mesmo espaço físico


Nova versão de testes do Windows 10 para o Programa Windows Insider traz 47 correções

Nova versão de testes do Windows 10 para o Programa Windows Insider traz 47 correções

Compilação mais recente - 19042.541 – está disponível através do Windows Update


Qualcomm e Microsoft colaboram para expandir o App Assure para PCs com Windows 10 ARM

Qualcomm e Microsoft colaboram para expandir o App Assure para PCs com Windows 10 ARM

Programa deve ajudar os desenvolvedores a resolver os problemas de compatibilidade


Microsoft quer começar a repor mais água do que consome até o ano de 2030

Microsoft quer começar a repor mais água do que consome até o ano de 2030

Com foco em causas ambientais, empresa quer oferecer "saldo positivo" no uso do recurso