Confira dicas para proteger as crianças na internet durante a quarentena
Créditos: maisti | midiatividades | freepptbackgrounds

Confira dicas para proteger as crianças na internet durante a quarentena

Com tudo fechado, inclusive escolas, é natural que grande parte dos jovens passe mais tempo conectado

Nessa quarentena, sem escolas funcionando pelo país inteiro, é natural que as crianças, adolescentes (e todo mundo) passem mais tempo que o normal na internet - afinal, nela temos várias possibilidades para nos distrairmos e conversar com nossos amigos à distância. No entanto, já estamos cansados de saber como ficar conectado pode ser arriscado, e é muito importante manter a preocupação tanto com a nossa segurança quando com a dos filhos, irmãos, primos, etc. Nesse sentindo, a Google compilou algumas dicas para proteger jovens na internet, auxiliando principalmente os pais a educar e monitorar a rotina online dos seus filhos. vamos vê-las abaixo:


Cuidado ao compartilhar informações

Na era das fake news, essa é uma das dicas mais importantes para qualquer pessoa - seja criança, jovem, adulto ou idoso. Sempre checar fontes e informações são algumas coisas básicas, mas é interessante que haja regras sobre o que é ou não adequado compartilhar, com foco na segurança dos dados pessoais, de amigos e familiares.


Nem tudo é o que parece na internet

24/03/2020 às 18:08
Artigo

Phishing em tempos de Coronavírus - Como se proteger dos golpes

A doença está sendo usada como desculpa para roubar dados de diversos usuários

Outro fato bastante "batido" é que muitas pessoas e situações nem sempre são de fato o que parecem e apresentam online. Saber identificar o que é real ou falso é fundamental para a segurança, já que vários casos podem terminar em golpes contra o usuário. Dessa forma, conversar abertamente com os filhos sobre os tipos de ataque na internet, assim como sobre a desinformação em geral, é bastante válido.

Aqui no Mundo Conectado, por exemplo, temos alguns artigos explicando o que é o Phishing e como se proteger desse tipo de ataque.


Fortifique suas senhas

Continua após a publicidade

Como já foi dito no início desse artigo, a segurança e a privacidade online são tão importantes na vida real - e sim, existem mesmo na internet. A maneira mais básica de proteger suas informações é pensando bem nas suas senhas. Algumas dicas são:

Senhas simples são fáceis de lembrar, mas também mais suscetíveis a serem descobertas

- Crie senhas complexas, não coisas como "1234" ou seu nome;
- Utilize letras maiúsculas, minúsculas e números intercalados;
- Não repita suas senhas em plataformas diferentes.

Outra forma bastante incentivada de fortalecer suas senhas é utilizar a autenticação de dois fatores. Com ela,  você acrescenta uma "camada de segurança a mais" no processo de login: a primeira, normalmente, é a sua senha, enquanto a segunda pode ser um SMS ou código enviado por e-mail (as opções são diversas dependendo da plataforma). 

O vídeo abaixo mostra como ativar a autenticação de dois fatores no Facebook, por exemplo:


Internet não é terra sem lei

De acordo com uma pesquisa sobre segurança on-line da Google, as principais preocupações dos pais em relação aos filhos na Internet são o acesso a conteúdos inadequados (55%) e , em segundo lugar, o cyberbullying (14%). Sobre o segundo citado, é comum ficar aflito até certo ponto, já que muitas pessoas acreditam que a internet é uma "terra sem lei", onde podem exercer sua "liberdade de expressão" do modo que convir. 

19/12/2019 às 11:09
Notícia

Pesquisa mostra que 2019 foi o pior ano em falhas de segurança

Número de vulnerabilidades em sistemas cresceu 33% em relação a 2018

Continua após a publicidade

No entanto, a chamada responsabilidade pelos atos na internet é tão valida quanto no mundo físico. Um indivíduo pode ser processado por  injúria, calúnia e difamação na internet a partir do momento que  provoca um dano moral, ofendendo a honra de outros em redes sociais através de comentários ou outras manifestações.

Desse modo, é sempre importante instruir e educar os jovens a usar as redes disponíveis respeitando diferenças, enfrentar comportamentos como bullying e assédio (das maneiras corretas), e não ignorar pessoas que estejam sendo vítimas de algo desse tipo.


Youtube Kids

Por fim, uma plataforma bastante controlada para crianças menores de 13 anos é o Youtube Kids. Nela, os pequenos podem assistir conteúdos apropriados para a sua idade e os pais podem personalizar essa experiência. É possível determinando limites de tempo de tela, bloquear vídeos ou canais, além de restringir o recurso de pesquisa. O próprio Youtube tem uma política de segurança mais rígida na sua divisão infantil.

Você pode acessar o Youtube Kids por este link. 


Seja Incrível na Internet

E, para deixar uma última dica, a Google tem um programa chamado Seja Incrível na Internet, voltado a ajudar pais e educadores a auxiliarem os jovens na sua experiência com segurança online e cidadania digital. Nele, existem atividades, ferramentas, guias e até jogos para instruir as pessoas como lidar com essas preocupações da melhor forma possível.

Essa não é uma publicação patrocinada!

 


Esquecemos algo?

Caso você conheça outros programas como o da Google, ou tenha outras dicas de segurança online, não deixe de comentar nessa publicação ou mandar sua sugestão no report de erro! 

User img

Saori Almeida

Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul, técnica em administração formada pelo Centro Tecnológico de Caxias do Sul (CETEC) e estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Google Chrome é o navegador mais usado em 2020 e Edge tem aumento de acessos

Google Chrome é o navegador mais usado em 2020 e Edge tem aumento de acessos

Navegador da Google detém uma parcela de quase 70% de uso, segundo pesquisa


Blackberry vai trabalhar com a Deadrone para criar tecnologia anti-drones

Blackberry vai trabalhar com a Deadrone para criar tecnologia anti-drones

Recurso será capaz de alertar quando um drone não autorizado entrar em áreas sensíveis


Chat Heads do Facebook Messenger mudam para a Bubbles no Android 11

Chat Heads do Facebook Messenger mudam para a Bubbles no Android 11

A atualização mais recente do aplicativo já utiliza a nova interface


Zoom comemora 2 trilhões de minutos de videoconferências em abril de 2020

Zoom comemora 2 trilhões de minutos de videoconferências em abril de 2020

Aplicativo de conferências afirma que teve 300 milhões de usuários por dia no mês


Ação de US$ 5 bilhões é movida contra Google por coletar informações no modo anônimo

Ação de US$ 5 bilhões é movida contra Google por coletar informações no modo anônimo

Processo acusa a empresa de deliberadamente enganar seus usuários dando a falsa sensação de controle