DJI Mavic Mini vs Xiaomi FIMI X8 SE 2020: Qual o melhor drone baratinho?

DJI Mavic Mini vs Xiaomi FIMI X8 SE 2020: Qual o melhor drone baratinho?

Modelos são concorrentes diretos, mas as especificações mudam bastante

A FIMI, uma submarca da Xiaomi, acaba de lançar uma versão "revisada" do drone FIMI X8 SE, usando inclusive o mesmo nome + edição 2020, trazendo como grandes destaques o alcance de controle maior (até 8 Km de distância), além de autonomia um pouco melhor, com 35 minutos de voo. Isso chegará aos pilotos possivelmente graças a alguma mudança de conexão entre drone e controle, o peso levemente menor dessa nova versão - 25 gramas para ser exato -, mesmo que o corpo físico e formato do drone continuem exatamente os mesmos. Ele também trocou o chipset e sofreu mudanças na qualidade da câmera e recebemos novos modos de voo p´re-definidos, gravação com codec x265 e suporte a fotos em RAW.

Outro destaque é que lojas chinesas como a Banggood estão com anúncios em pré-venda com valor de US$ 350 (o preço normal será US$ 499), fora custos de envio e eventuais taxas - o que é excelente pelas especificações, bem superiores ao Mavic Mini, que está custando US$ 399 em cenário internacional, R$ 4.000 por aqui.

FIMI X8 SE (2020) por US$349 (CUPOM: BGFIMIX8SE20)
DJI Mavic Mini por R$4.000 +/- 

O Peso de 249 gramas não faz nenhuma diferença para o Mavic Mini no Brasil. Ele é enquadrado como um drone mais pesado, como o Mavic Air

 

Porque comparar o FIMI X8 SE com o Mavic Mini e não com o Mavic Air?

Por uma questão bastante óbvia: PREÇO! Não tem nenhum sentido comparar o FIMI X8 SE com o Mavic Air, já que esse modelo da DJI custa, atualmente, mais de US$ 900 - mais que o dobro do FIMI X8 SE 2020. Comparativos devem sempre levar o preço final em consideração por uma questão lógica. As especificações melhores de um produto, mesmo que custe bem menos que outro, são méritos dele, e não seria justo comparar produtos de valores bem diferentes. Agora, é bom deixar uma coisa bem clara aqui, e que falo em diversos de meus artigos: ESPECIFICAÇÃO NÃO GARANTE A MELHOR EXPERIÊNCIA.

Eu posso defender isso com o próprio FIMI X8 SE de primeira geração, que tem especificações muito parecidas com esse novo modelo e que, durante meus dois voos com ele antes de dar problema, o delay nas respostas dos comandos no controle e a ação do drone afetavam demais a experiência de voo, quando comparado com um modelo DJI.


Preços próximos com especificações diferentes

A primeira versão do FIMI X8 SE já trazia especificações superiores ao Mavic Mini, com o modelo da DJI tendo como maior destaque, ao menos para uso em cenário internacional, seu peso de 249 gramas. Porém, que no Brasil não vale muita coisa, já que nossa legislação não considera seu peso de decolagem - ele tem as mesmas restrições de voo que qualquer drone de porte maior.

Sendo assim, o grande diferencial do Mavic Mini sobre o FIMI X8 SE está em ser menor e mais fácil de ser carregado, além, é lógico, de toda a qualidade característica de produtos da DJI. De resto o FIMI X8 SE traz uma série de especificações superiores ao modelos da DJI.

Continua após a publicidade

A ideia do artigo é pontuar o que julgo mais interessante em cada um dos modelos, a fim de ajudar na escolha de quem está analisando a compra de um deles.


Câmera: FIMI X8 SE 2020 com 4K e Mavic Mini com 2.7K

O primeiro modelo do FIMI X8 SE já traz uma câmera 4K 30FPS com sensor Sony IMX 378, o mesmo dos primeiros modelos de celulares da linha Pixel da Google. Esse novo modelo trouxe algumas mudanças, como menos quadros em FullHD (de 120 para 90), porém manteve os 100Mbps de bit-rate - uma especificação boa, mas que sozinha não quer dizer nada, já que a qualidade final das imagens depende muito de uma combinação de fatores, inclusive o software que faz o processamento final. É necessário um teste com imagens lado a lado para conferir o que é melhor. A FIMI adicionou novos modos de voo, suporte a imagens RAW e inclusive timelapse, incluindo suporte a codec x265 que visa entregar maior qualidade com arquivos de menor tamanho.

FIMI X8 SE tem câmera 4K, enquanto Mavic Mini oferece 2.7K

 

O Mavic Mini traz toda a tradição de qualidade da DJI, mesmo com uma câmera de resolução 2.7K, abaixo do X8 SE, ele ainda consegue entregar imagens próximas ou até melhores que alguns drones com suporte a resolução 4K. É importante não ficar apenas atrelado à especificação, mas na qualidade que ambos entregam na prática - e isso, como falei acima, só com um comparativo para dizer efetivamente qual entrega melhor qualidade gráfica.

Para fotos, ambos trazem sensor de 12MP com possibilidade de algumas configurações manuais, mas o X8 SE 2020 tem suporte a imagens RAW o que é um belo diferencial. Mas, de novo, quem vai dizer qual o melhor em qualidade é um comparativo prático.


Peso e autonomia: X8 SE 2020 = 8Km+35min e Mavic Mini = 5Km+30min

Continua após a publicidade

Essas duas características estão diretamente associadas, sendo que um drone mais pesado vai precisar de uma bateria maior para alcançar uma autonomia de voo alta. Com um drone mais leve, é possível utilizar baterias menores para uma autonomia maior. Claro que estou generalizando, já que temos outros fatores que influenciam aqui, como potência dos motores, qualidade, tipo de bateria utilizada e o tamanho do drone, por exemplo.

Autonomia de voo do FIMI é de até 35min e Mavic Mini de 30min - SQN!

O FIMI X8 SE 2020 chega alcançando até 35 minutos de voo, enquanto o Mavic Mini fica em 30 minutos. Vale destacar que esses dados são informados pelos fabricantes, mas, na prática, são sempre menores. Na review que fizemos com o Mavic Mini dentro de uma sala fechada sem nenhum vento, ele se manteve no ar por pouco menos de 27 minutos, representando cerca de 10% a menos do que o tempo informado pela DJI. Isso é comum em praticamente todos os drones, que nunca alcançam o tempo informado - ainda mais em um voo outdoor, com o vento e manobras influenciando no quanto o drone precisa forçar seus motores e, consequentemente, influenciando diretamente no tempo de voo, já que usa mais bateria dependendo a situação.

As empresas sempre colocam autonomias acima do que acontece na prática

 

O modelo da Xiaomi leva uma leve vantagem em autonomia. Já em se tratando do peso, o Mavic Mini é bem mais fácil de ser levado para qualquer lugar. Mas, por ser muito leve, sofre bastante com ventos um pouco mais fortes e é importante cuidar com isso para não acabar perdendo o produto.

O FIMI X8 SE é três vezes mais pesado que o Mavic Mini, com corpo maior também. Dessa forma, é mais difícil carregar ele, apesar de ser um drone com perfil bom de portabilidade (falo aqui comparado ao Mavic Mini). Pelo drone da FIMI ser maior e mais pesado, sofre menos com o vento e, dependendo a região de uso, isso é bem importante. Um exemplo está em cidades litorâneas: nesses locais, drones muito leves sofrem bastante com dias de muito vento.


Sensores de presença: Nenhum dos dois tem

Nenhum dos dois drones tem sensores de presença, além do sensor de decolagem/pouso na parte de baixo. Isso quer dizer que, se você mandar o drone na direção de uma parede, por exemplo, ele vai bater!

Alguns modelos mais caros trazem sensores. O Mavic Air tem sensores na parte da frente e atrás, já o Mavic 2, EVO 2 e Skydio 2 trazem sensores em todas as direções, conseguindo se desviar de objetos de forma muito eficiente em vários cenários.

Mas, adicionar sensores em drones ainda é caro. Mesmo ficando cada vez mais populares, não basta simplesmente implementar. É necessário um bom alinhamento com o software que gerenciará os sensores e isso custa dinheiro. Logo, da para entender o porquê desse tipo de tecnologia não estar presente nos dois modelos desse artigo.


E na prática, quem é o melhor?

É uma pergunta que precisa ser respondida de forma separada por perfil de uso. Explico: os dois drones são boas opções, com algumas características que definem consideravelmente o uso.

O FIMI X8 SE 2020 se destaca pela câmera com resolução 4K com bit-rate de 100Mbps, enquanto o Mavic Mini e sua câmera de 2.7K tem bit-rate de 40Mbps. Esse tipo de especificação faz diferença em entregar qualidade final melhor, mas, novamente, às vezes não adianta ter bom hardware e o software não usar ele direito. Outro destaque do X8 SE 2020 é que ele traz suporte a fotos em formato RAW(não suportado pelo Mavic Mini), muito importante para fotógrafos amadores e profissionais. Também foi adicionado suporte a codec x265, que entrega arquivos em melhor qualidade e tamanho menor.

Como outros bons destaques do "novo" FIMI X8 SE 2020, autonomia de até 35 minutos de voo, mesmo que não alcance esse tempo na prática, se tiver a tradicional queda de 10% já é um bom tempo. E não posso deixar de destacar a distância de voo de 8Km, bem mais do que os 5Km do Mavic Mini. Apesar de não ter ficado claro, provavelmente o modo de conexão entre controle e drone do novo X8 SE 2020 é via frequências de rádio e não Wi-Fi, que tem uma influencia bem mais na estabilidade do sinal, especialmente em áreas urbanas. E para finalizar, novos modos de voo, modo siga-me, timelapse e fotos em melhor qualidade a noite foram outros avanços da nova versão do drone da FIMI.

Já em se tratando do Mavic Mini, como falei na review gostei bastante dele, entregando boa qualidade de vídeo e fotos. É um drone muito portátil e conta com outros detalhes positivos, como o case do pacote Fly More. Especialmente o case das baterias é muito bom, da para "jogar" em uma mochila sem ocupar espaço e também pesa pouco. Por outro lado, é um drone bem leve, o pode ser um baita problema em várias regiões. Eu mesmo quase perdi ele durante a análise em duas situações aqui em Floripa, cidade com ventos bem fortes.

FIMI X8 SE (2020) por US$349 (CUPOM: BGFIMIX8SE20)
DJI Mavic Mini por R$4.000 +/- 

Reforço o problema que tive com o primeiro FIMI X8 SE. Recebemos um e já falei do acontecido em vários posts. Para resumir, a Gearbest nos enviou, paguei taxa alfandegária de R$ 980 para liberar, comprei bateria extra e case também. Depois de dois voos, nos quais tive uma boa impressão da câmera, mas com uma experiência de controle ruim. Dava comandos no controle e, depois de alguns milissegundos, o drone efetuava o que eu mandava - o que, na prática, para quem já voou com um modelo que não passa por isso, é extremamente negativo. Acaba com a experiência de voo. Você só vai saber disso quando voar com um modelo diferente, que não apresente esse problema, e um Mavic Mini ou mesmo Spark já podem ser base de comparação.

O que mais me irritou no FIMI X8 SE, no entanto, foi que, depois de apenas dois voos, o aplicativo avisou um update de firmware - algo bastante comum em qualquer drone hoje em dia, especialmente modelos de empresas como Autel, DJI, FIMI e Skydio por exemplo. Cliquei em atualizar, como sempre faço, e foi ai que tudo acabou

Um dos updates era da câmera e, após terminar o processo, ela simplesmente morreu. Entrei em contato com o suporte e eles indicaram fazer um processo de update forçado, que não funcionou. No fim, estou com um FIMI X8 SE novinho guardado, apresentando mensagens de erro, sem nenhum suporte - e isso tem que ser levado em consideração na hora da compra. Ele é sim um drone interessante pelas especificações e pelo preço cobrado, mas tem os poréns, e o suporte é um deles.

Então a dica é: Vai comprar um drone de R$ 2.500 ou mais? Pagar R$ 3.500 em alguma loja no Brasil ao invés de comprar em sites chineses pode ser uma opção mais interessante pela garantia. Lembre-se também que tanto o Mavic Mini como o FIMI X8 SE precisam estar registrados e seguir um processo para decolar. Caso contrário, poderá resultar em drone confiscado e uma multa por voar fora da lei.

O Mavic Mini é vendido no Brasil no combo Fly More com o total de 3 baterias pelo valor de R$4.000. O FIMI X8 SE 2020 está custando US$350 dólares, mais envio de US$60 para Florianópolis, totalizando US$410, em conversão direta algo na casa de R$2050 mais ou menos hoje. Provavelmente ele será taxado quando chegar no Brasil, valor que pode variar também, como destaquei, nós fomos em R$980 na primeira versão, então pode arredondar para uns R$3.000. Depois disso, é importante destacar ainda que o Mavic Mini vendido em canal oficial já traz homologação, adquirindo o FIMI será necessário fazer esse processo que custa pouco abaixo de R$500 por completo. Por fim, mais um case com baterias extras levaria o modelo ao mesmo preço do da DJI, mas com especificações superiores, então é uma escolha difícil, e vai ficar mais por conta do trabalho em comprar um kit completo e pronto por aqui, ou se dar o trabalho de comprar e legalizar o FIMI pelo mesmo preço, mas com um produto teoricamente mais interessante no final.

Preços

Preço no lançamentoU$ 399,00 01/04/2020U$ 399,00 30/10/2019
Preço atualizadoU$ 349,00 02/04/2020R$ 4.049,00 06/12/2019

Ficha Técnica

PlataformaDrone Drone
Link oficialLinkLink

Características

Autonomia de voo35 Minutos30 Minutos
Capacidade da bateria2400 mAh
Distância de controle8000 metros4000 metros
Resolução de transmissão720p 720p
Velocidade máxima50 Km/h46,8 Km/h
Resolução de vídeo4K 30FPS, 2.7K 60FPS, 1080p 90FPS, 100Mbps, ISO 100-3200 2.7K 30FPS, 1080p 60FPS, 40 Mbps, 100-3200
Sensor da câmera12MP, 1/2.6” CMOS, f/2.0, ISO 100-1600 12MP, 1/2.3" CMOS, f/2.8, 100-1600 (auto) 100-3200 (manual)
EstabilizaçãoGimbal de 3 eixos Gimbal de 3 eixos (pitch, roll, yaw)
Sensores de detecçãoNÃO Embaixo
Sensor ADS-BNÃO
Armazenamento de dadosMicro SD, 256GB Micro SD de até 256GB
Controle por gestosNÃO NÃO
Live StreamSIM SIM
GPSSIM, GPS + GLONASS + BEIDUO SIM
Tamanho guardado204x106x72,6 mm140 x 82 x 57 mm
Tamanho aberto202 x 160 x 55 mm
Peso montado765 gramas249 gramas
ExtrasQuickshots, Novo app DJI Fly

Abaixo alguns vídeos relacionados sobre drones e que pode ser interessante para quem busca esses modelos ou mesmo pretende comprar um drone:

User img

Fabio Feyh

Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Mundo Conectado escreve artigos e análises de gadgets relacionados a fotos e vídeo, como drones e action cams.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Unboxing do Mavic Air 2, novo drone SENSAÇÃO da DJI

Unboxing do Mavic Air 2, novo drone SENSAÇÃO da DJI

Primeiras impressões com o novo drone que chegou custando a partir de US$799 / R$9.000


Mijia Display Hanging Lamp é a nova luminária de mesa da Xiaomi

Mijia Display Hanging Lamp é a nova luminária de mesa da Xiaomi

Produto é feito para ser utilizado com monitores no espaço de trabalho ou em casa


Vídeo mostra plano sequência incrível gerado com ajuda de drone FPV e GoPro

Vídeo mostra plano sequência incrível gerado com ajuda de drone FPV e GoPro

A nave tinha duração de bateria para voar cerca de três a cinco minutos


Mi Band 5 chega dia 11 de junho e deve trazer integração com Alexa

Mi Band 5 chega dia 11 de junho e deve trazer integração com Alexa

Também é esperado suporte a pagamentos NFC e diversas funcionalidades novas


LineageOS 17.1 adiciona suporte para OnePlus, Samsung, Xiaomi e Motorola

LineageOS 17.1 adiciona suporte para OnePlus, Samsung, Xiaomi e Motorola

Atualização da ROM traz nova interface e recursos; WiFi Display foi adicionado novamente