Veja os melhores DRONES para comprar na Black Friday [+UPDATE]

Veja os melhores DRONES para comprar na Black Friday [+UPDATE]

Mavic Mini acabou de chegar e está entre os mais interessantes para ficar de olho

Atualização 25/11 - A Loja física da DJI no Rio de Janeiro está fazendo algumas promoções interessantes, com o Mavic Air (single) por R$2.999 à vista, já o Fly More combo do Mavic Air sai por R$4.999 à vista. O Tello (single) sai por R$399 e o Boost Combo por R$499. Infelizmente é apenas via loja física e não online.


Na próxima quinta-feira, dia 28 de novembro, até segunda 02 de dezembro, teremos a Black Friday e a Cyber Monday, datas mundiais de promoções de tudo que é tipo de produtos. Nesse artigo, vou tratar exclusivamente de drones para consumidores - essas aeronaves que ganham cada vez mais espaço, especialmente pela perspectiva diferente de visão que oferecem, seja para fotógrafos e video makers ou para diversão.

No Brasil, os modelos mais comuns são justamente da marca que domina o mercado mundial: a DJI. Para quem ainda não sabe, de acordo com relatório de 2018, a DJI tem 74% de todo o mercado mundial de drones, números incríveis para qualquer tipo de segmento onde uma empresa atua, mostrando o quão forte ela é nesse ramo. Agora, tirando a DJI do radar e se tratando de drones para consumidores, o Brasil é bem carente nesse aspecto, com modelos concorrentes chegando apenas via importadores e sem suporte nacional.

Voltando a lista, vou dividir o artigo com sugestões começando pelos modelos mais baratos e, consequentemente, mais simples. Uma consideração é que quase todos eles já passaram pela nossa redação - temos aqui ou ao menos testamos, logo tenho uma base melhor para defender os pontos. Outra coisa é que não devem esperar grandes desconto para drones, ao menos não os de maior qualidade como os sugeridos, pelo contrario inclusive, os drones devem aumentar consideravelmente de preço e publicaremos uma noticia em breve do porque isso deve acontecer.

DICAS IMPORTANTES:
1 - Ter mais do que uma bateria faz muita diferença em drones, recomendo muito a compra por versões com baterias extras, no caso dos modelos DJI, os chamados "Fly More Combo". Essa é uma dica que você irá se arrepender bastante caso ignore, pode me cobrar depois.

2 - Mercado Livre - Se está na dúvida e inseguro sobre a compra, veja quantas peças o anunciante já vendeu para ficar mais tranquilo, inclusive conferindo os comentários dos compradores. O Mercado Livre é tão seguro como qualquer outra loja, só comprar da forma correta.

3 - Está na dúvida sobre alguma Loja? Pesquisa por ela no Reclame Aqui, ou basta a simples pesquisa no Google:   "nomedaloja reclame aqui"

4 - Os Drones aumentaram de preços? Sim, e bastante. Existe uma carência de produtos no mercado porque está acontecendo uma mudança de enquadramento nos impostos de drones no Brasil, com isso muitas importações estão paradas faz meses em portos esperando liberação, consequentemente os preços do que tem em estoque estão mais altos. Vamos fazer uma matéria sobre isso na próxima semana. Se você quer muito um modelo do Mavic 2 para esse ano, pode ser, novamente, "pode ser", que terá que pagar o que cobram a fim de garantir, se a lei mudar alguns logistas estimam preços consideravelmente mais altos.


Os Baratinhos

 

DJI Tello

Preço mais barato antes da Black Friday - R$411,00 - Zoom

Começamos pelo Tello, um drone que leva a marca DJI, mas é desenvolvido por uma startup chamada Ryze, também sediada na China. Ele tem o nome da DJI associado porque a tecnologia de voo que ele usa é da empresa.

R$489 na Amazon.com.br
R$569 no Boost Combo na Tecno Drones

O Tello tem o perfil de um drone (literalmente) de brinquedo, com bom foco em segurança, leia-se um drone que pode voar dentro de ambientes fechados sem oferecer maiores perigos pelo seu porte pequeno e leve  ainda mais quando em conjunto com os protetores de hélices.

O Tello é um brinquedo: interessante como primeiro drone, mas sem pretensões de voos altos.

 

Ele traz uma câmera de 720p e alguns modos pré-definidos de voo, com possibilidade de ser controlado por um smartphone ou tablet, além de alguns joysticks com tecnologia bluetooth. É importante deixar claro que ele não tem sistema GPS, associado ao seu peso muito leve, e não é um tipo de drone recomendado para uso em áreas abertas - especialmente onde venta bastante. Em um cenário ideal, ele pode alcançar até 100 metros de distância, com autonomia de voo de 13 minutos.

Recomendo esse modelo apenas para quem quiser algo bem simples e não liga para o que o drone está gravando, já que sua câmera é bem limitada, tanto em qualidade como sistema de estabilização. Fora do país, é um drone que foi lançado por US$99, enquanto por aqui chegou a partir de R$500 e hoje é possível encontrar por valores um pouco menores. Custando abaixo de R$400, pode ser um bom presente para uma criança a fim de iniciar no mundo dos drones.

Ele também tem algumas características interessantes para desenvolvedores, já que conta com código aberto oferecendo suporte a criação de projetos personalizados para sua utilização.


Xiaomi MiTU

Preço mais barato antes da Black Friday - R$407 - Amazon

O Xiaomi MiTU é um concorrente direto do Tello. Aliás, nesse perfil de drone existe uma infinidade de modelos e marcas, mas vou focar em dois dos mais famosos pela construção e mesmo popularização no Brasil - ssão os mais comuns de serem encontrados. O MiTU, diferente do Tello, só chega via importação, mas é da Xiaomi - marca que (de forma impressionante) consegue atingir alto nível de vendas mesmo que sesu produtos sequer sejam lançados por aqui. 

R$407 na Amazon.com.br
US$84 na Gearbest

O MiTU é muito parecido com seu concorrente nas características técnica e também é considerado um drone de brinquedo com foco em segurança. Assim como o Tello, tem como base o controle por um smartphone. Pode voar até 50 metros de distância e 25 metros de altura do controle, com autonomia de voo de 10 minutos. Ele traz ainda alguns modos de voo pré-definidos como uma "pirueta", com possibilidade de controle por joystick bluetooth além de smartphones/tablets. Tudo bem semelhante ao Tello.

As considerações são semelhantes, com o porém de ser um produto com maior limitação de venda por aqui. O Tello certamente é um modelo com mais opções de preço e, consequentemente, com melhor suporte.


Os Intermediários

 

DJI Spark

Preço mais barato antes da Black Friday - R$1.999 - Mercado Livre

19/06/2019 às 12:10
Notícia

DJI teria adiado lançamento do drone Spark 2, que era esperad...

Mudança de prioridades teria sido o motivo da alteração

Até poucos dias atrás, o Spark era considerado o menor drone com GPS da DJI, solução para quem busca um produto que oferece características bem superiores aos dois modelos citados acima, pois suporte a GPS já transforma a experiência de voo - logicamente associada a outras características como um controle específico, aumentando a distância de controle para 2km nesse caso.

R$3.529 no combo Fly More na Amazon.com.br
R$1.999+ no Mercado Livre

Ele foi lançado na cena internacional por US$499, e por aqui está custando na casa de R$2.000 sem o controle e cerca de R$3.000 com o controle. Não é um valor aceitável para esse drone atualmente. Se ele for encontrado por valores abaixo de R$2.000 com o controle, pode ser interessante para quem está no limite do investimento. Acima disso, recomendo guardar dinheiro e partir para o próximo da lista.

Atualmente o Spark só vale a pena se for no combo Fly More por menos de R$2.500

 

Além de suportar GPS e um controle de maior alcance quando em conjunto com o controle que vem no combo Fly More, o Spark também traz uma câmera de 1080p com sistema de gimbal de 2 eixos e autonomia de voo de 16 minutos. O Spark tem sensores na parte de baixo e também frontal, alcança a velocidade de até 50km/h e controle por gestos, inclusive com comandos para tirar fotos ou iniciar um vídeo. É um drone legal para começar a dar voos mais altos, mas seu preço atual é proibitivo e perde totalmente o sentido do investimento nele. Lembro que o Mavic Mini, o próximo da lista, recém foi anunciado a partir de US$399 em cenário internacional.

Além disso tudo, com o fim da produção do Spark, você tem que levar em consideração que está comprando um produto que está deixando o mercado.


DJI Mavic Mini

Preço mais barato antes da Black Friday - R$4.029 no Fly More Combo na Tecno Drones

Mavic Mini é muito atrativo, mas chegou mais caro do que o esperado...

Esse é um dos drones mais atrativos do mercado hoje em dia, pois toda a qualidade da DJI aliada a uma boa combinação de características em um produto não tão caro - apesar de ter chego por um valor acima do esperado no Brasil. O Mavic Mini foi anuciado a menos de um mês pelo valor de $399 dólares, pulando para $499 no combo Fly More (com baterias extras, além de outros acessórios). Por aqui, ele está chegando justamente no final desse mês para aproveitar a Black Friday, com preço recomendado de R$4049. No entanto, pode ser que algumas lojas façam promoções, porém pelas conversas que tive com alguns fabricantes, talvez isso não aconteça pela demanda e carência de drones no mercado.

R$4.049 no Fly More Combo na Fly
R$4.029 no Fly More Combo na Tecno Drones

Se achar ele no pack Fly More por valores na casa de R$3.500 nem pensa, pode comprar que não irá se arrepender. É um drone muito legal por trazer muitas características interessantes, como uma câmera com resolução de vídeo de 2.7K 30fps ou 1080p 60fps, e fotos de até 12MP. A autonomia de voo fica pouco abaixo de 30 minutos e a distância de controle é a mesma do Mavic Air.

Se o Mavic Mini aparecer por R$3.500 no combo Fly More, nem pense. COMPRE!

 

13/11/2019 às 10:37
Notícia

Mavic Mini chega no Brasil por R$4049; Confira imagens hands on

O drone chega em sua versão "Fly More Combo" com bateria e hélices extras, além de outros acessórios

Aliás, quem está pensando em comprar o Mavic Mini não deve pensar em comparar ele com o Spark por preços próximos - são drones muitos diferentes e o Mini é muito superior. A comparação até por posicionamento de preço no Brasil é com o Mavic Air, e a Black Friday vai ser uma boa forma de ver como as lojas vão se comportam nessa briga. Na minha opinião, o Mini é menor e tem um conjunto final mais interessante, com destaque para sua autonomia de voo consideravelmente melhor (quase 50% superior).

Porém, o Mavic Air tem algumas features importantes que o Mini não tem, como uma câmera 4K, sensores na parte da frente e atrás, active track, mais modos de voo e possibilidade de live stream.

Quem busca um primeiro drone já de alta qualidade certamente deve ficar de olho no Mavic Mini e Mavic Air. São opções bem completas que vão atender a maioria dos consumidores, entregando uma experiência completa de voo e alta qualidade para capturar imagens diferenciadas tanto em fotos quanto vídeos. São recomendados para uso pessoal ou mesmo profissional, e contam ainda com o atrativo do GPS, indispensável para quem busca um drone que é mais do que um brinquedo.


FIMI A3 e X8 SE

Preço mais barato antes da Black Friday - R$3.850 pelo X8 SE no Mercado Livre

A FIMI é a divisão da Xiaomi para drones, action cams e gimbals. A empresa chinesa faz muito isso: compra startups que se destacam em produtos que ela tem interesse para acelerar o processo de entrada no mercado ou mesmo para reorganização interna. No caso de drones, a Xiaomi até lançou produtos com a sua marca - os modelos Mi Drone e Mi Drone 4K fizeram muito sucesso até mesmo no Brasil, mesmo que chegando apenas via importação -, mas recentemente a empresa deixou seus produtos com o conceito da linha Mavic (com trens de pouso retrateis) para marca FIMI. O primeiro foi o modelo chamado FIMI A3, que chegou para concorrer com o Spark, e depois veio o X8 SE que prometia ser uma espécie de "Mavic Air Killer", trazendo excelente especificações com preço anunciado bem inferior, isso em cenário internacional. Porém, a prática é outra coisa - é aquela história: "ninguém vive de teoria".

Não recomendo um FIMI X8 SE por mais de R$3.000

 

Nós temos um FIMI X8 SE por aqui, e eu já deveria ter publicado uma análise dele faz tempo, mas... Primeiro, ele não foi enviado pela FIMI/Xiaomi e sim pela Gearbest. Ao chegar aqui, ainda pagamos uma taxa de R$980, algo comum para quem pretende importar um drone, e nem chegamos a iniciar o processo de homologação necessário para o drone parar de funcionar após uma atualização de firmware. Já acionamos o suporte da FIMI e tentamos os procedimentos por ela sugeridos, mas sem sucesso. Por ficarem na China, o problema do horário também não ajuda. 

Indicaram uma pessoa para conversar pelo Facebook que nunca está online e responde quando quer, então já adianto: corre. Aliás, voa para longe porque, além dos poréns do drone que falarei em impressões com apenas um voo, se ele der problema você está ferrado.

R$3.850 pelo X8 SE no Mercado Livre
R$2.000+ no A3 no Mercado Livre

Tenho alguns conhecidos que compraram ele e depois de pouco tempo já venderam pra comprar um modelo da DJI. É o típico barato que sai caro. Eu gosto da Xiaomi, tem bons produtos a preços ainda melhores (eu mesmo tenho vários produtos Xiaomi), mas definitivamente não tenho como recomendar o FIMI X8 SE. Sendo bem sincero, se ganhasse ele de presente, eu venderia e colocaria uma grana em cima para comprar um Mavic Mini ou Mavic Air. Posso falar, porque temos todos eles aqui.

"Ahhhhhhhh, mas os modelos da DJI não tem problema?" - Não é isso. O negócio é que eles dão menos problemas do que um FIMI, que potencializa tudo que pode dar errado, desde update de firmware até perda de conexão, influenciando bastante na experiência final. Se tem dúvida, converse com alguém quem trocou um FIMI por um DJI, é o melhor que pode fazer.

Não voei com o A3, mas, pela experiência de suporte e por, teoricamente, o X8 SE ser um drone superior, imagino que várias das críticas que fiz valem também para ele. Porém, é bom deixar claro que não testei o A3.

Em se tratando das especificações, o que mais chama a atenção nesse modelo é uma câmera 1080p, gimbal de 3 eixos e autonomia de voo de 25 minutos.


DJI Mavic Air

Preço mais barato antes da Black Friday - R$4.180+ no Mercado Livre

O Mavic Air já está há um bom tempo no mercado e continua sendo uma das opções mais interessantes para quem busca um drone de qualidade com preço bem abaixo dos modelos Mavic 2. Pelas especificações, ele tem que ficar no radar de quem procura um drone na Black Friday. Se achar por valores um pouco abaixo dos R$4.000, a decisão entre ele e o recém lançado Mavic Mini vai ser difícil.

Como já mencionei antes, em comparação com o Mini, esse drone tem como destaques sua câmera de melhor qualidade com resolução 4K, sensores na parte da frente e atrás que ajudam a evitar colisões, o modo Active Track que segue algum objeto de interesse do piloto, a possibilidade de fazer lives do que está sendo filmado em serviços como Youtube e Facebook, além de ter um peso um pouco maior que pode ser visto de forma positiva associado a seus motores mais fortes (especialmente em situações de vento forte).

Mesmo com a chegada do Mini, o Mavic Air ainda tem diferenciais importantes

 

R$4.180+ no Mercado Livre
R$5.299 no combo Fly More na Tecno Drone

R$5.571 no combo Fly More na Fly Pro


Os melhores (e mais caros)

 

DJI Mavic 2 Zoom e Mavic 2 Pro

Preço mais barato antes da Black Friday - R$8.901 na Fly Pro

Aqui temos o que, hoje, é o sonho de consumo de todo amante de drones. Para os entusiastas de fotografia, talvez o Mavic 2 Pro seja a melhor opção, mas tirando a câmera ambos os modelos são idênticos em tecnologias - e há quem prefira o Zoom com sua lente diferenciada para outros tipos de cenas.

Linha Mavic 2 é para quem quer o que existe de melhor

 

R$8.901 para o Zoom na Fly Pro
R$10.431 para o Pro na Fly Pro
R$10.669 no Fly More Combo Zoom na Tecno Drones
Mavic 2 Zoom na Amazon.com.br
Mavic 2 Pro na Amazon.com.br

É importante ficar claro que os modelos Mavic 2, seja o Zoom ou Pro, possuem projetos consideravelmente a frente do Mavic Air ou Mavic Mini. Eles são drones mais pesados e robustos, com uma série de tecnologias mais avançadas, como 10 sensores em todas as direções, importantíssimo para o quesito segurança. Outra feature muito legal e que também tem relação com segurança é a tecnologia de conexão entre o controle e drone via radio frequência, muito mais estável do que via conexão WiFi de outros modelos, inclusive enviando imagens com mais qualidade para a tela acoplada ao controle.

Claro, são drones bem mais caros, mas aí estamos falando de um produto que é o supra-sumo do segmento, sem concorrentes no mercado nacional e indicado para quem busca o que existe de melhor em drones para consumidor.


Skydio 2

04/10/2019 às 15:50
Notícia

Primeiro lote de drones Skydio 2 esgota em apenas 2 dias de p...

As reservas para o segundo lote já começaram e essas naves serão enviadas em janeiro de 2020

Em cenário internacional, existem outros modelos de drones bem interessantes, então, se você estiver fora do país durante essas promoções, além dos demais drones já citados acima, recomendo ficar de olho especialmente no Skydio 2 - principalmente se você for um esportista ou viaja muito sozinho.

A proposta desse drone é focada justamente para o perfil de usuário que precisa se virar sozinho. Com o drone no ar, é só largar ele e "correr". Mesmo em locais cheio de obstáculos, ele vai se virar e achar uma forma de não te perder de vista. Mas, como falei, por enquanto sem previsão de chegar ao Brasil de outra forma que não via importação - mesmo em cenário internacional será muito difícil encontrar esse modelo em alguma loja nesse momento, mas se ver, eu compraria.

O drone que se vira sozinho, mas que só agora está sendo enviado aos compradores nos EUA

 

O Skydio 2 foi lançado nos EUA a partir de $999 dólares, mais $150 dólares por controle, com dois modelos diferentes. Ele tem como destaque uma câmera 4K 30fps e SoC Snapdragon 605 para o sistema. Para o voo autônomo, são seis câmeras 4K em todas as direções com cálculos gerenciados por um chip NVIDIA Tegra X2. Já um ponto não tão interessante está associado a sua autonomia de voo: apenas 23 minutos e também por ter alcance máximo de 4km, metade do Mavic 2.


Mavic Pro e drones FPV

Um modelo que já saiu de linha, mas ainda é interessante é o Mavic Pro de primeira geração. Ele custa um pouco mais que um Mavic Air e se destaca por ser mais robusto e menos suscetível a perda de conexão entre o controle e drone, devido conexão a radio. Seu preço atual fica na casa dos R$6.500 no Mercado Livre.

Lembro ainda que existe uma série de outras marcas querendo aparecer, mas ainda precisam provar muita coisa. Sem contar que os drones FPV de alta velocidade estão ganhando cada vez mais força, não apenas em competições de corrida, mas especialmente em filmagens de esportes de alta velocidade ou radicais. Em minha humilde opinião, os drones FPV devem ser os que mais irão evoluir daqui por diante e a curto prazo devem revolucionar diversas transmissões esportivas, seja de esportes automobilísticos como corridas de carros, motos e aquáticas, ou esportes radicais como montain bike, skate, surf e por aí vai.

Drones FPV de alta velocidade devem revolucionar as transmissões de vários esportes a curto prazo.

 

O porém é que temos muito a crescer com esse tipo de drone no Brasil, já que poucas empresas estão atuando por aqui. Aliás, temos muito interesse em começar a cobrir esse tipo de produto - fica a dica para alguma empresa interessada em alguma parceria!


Não falaremos de modelos com porte maior como os da linha Phantom da DJI - drones que tendem a perder cada vez mais mercado devido a questão de portabilidade e o que oferecem em troca desse tamanho maior. O melhor modelo Phantom 4 tem pouquíssimos benefícios frente um Mavic 2. O único motivo de imaginar um novo drone com esse tamanho seria o suporte a câmeras/lentes de maior qualidade para profissionais da área de fotografia ou filmagens, mas mesmo assim para segmentos bem específicos, já que um Mavic 2 Pro entrega resultados excelentes e naturalmente a DJI deve aprimorar esse perfil de produto para o futuro.


Agora é com você!

Os direcionamentos para lojas foram feitos através de buscas no Google, Mercado LivreAmazon, MC e Amazon trabalhando bastante com market place, ou seja, anúncios de lojas parceiras. Nunca é de mais ficar de olho no rankeamento da loja e principalmente nos comentários de quem já efetuou compras, garantindo o processo de forma mais tranquila como destacamos lá no inicio do artigo.

Mas Fábio, são quase todos modelos da DJI nessa sua lista? É um post pago? Não, é isso mesmo, não temos muito para onde correr, e como falei quando eu tentei no caso do X8 SE ainda tive uma série de problemas além de um drone com experiência de voo bem abaixo dos modelos da DJI, então não se trata de propaganda ou qualquer outra coisa, é uma empresa que domina o mercado goste você ou não, e domina porque está consideravelmente a frente das demais, fato.

Por fim, pesquise antes. É importante ter os preços de "hoje" antes da Black Friday na cabeça, para no dia 28 ver se realmente vai aproveitar alguma promoção ou se é melhor esperar mais um pouco por um preço mais atrativo. Outra dica: antes de efetuar a compra, procure se a loja tem reclamação no "Reclame Aqui". O processo é rápido e pode evitar muita dor de cabeça, afinal o que não falta é trambiqueiro por ai... E mais uma: não esqueça que após a compra tem a entrega, que fica comprometida durante os dias após a Black Friday por causa da demanda. Então, tenha um pouco de paciência que isso faz parte do desconto.

Depois de tudo isso, BOAS COMPRAS e espero ter ajudado um pouco em algumas decisões.

User img

Fabio Feyh

Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Mundo Conectado escreve artigos e análises de gadgets relacionados a fotos e vídeo, como drones e action cams.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Drones fazem competição para entregar suprimentos a fuzileiros navais

Drones fazem competição para entregar suprimentos a fuzileiros navais

Modelos podem voar em distâncias de até 10km para entregas com carga


Vídeo mostra drone sendo atacado por crocodilo durante voo rasante

Vídeo mostra drone sendo atacado por crocodilo durante voo rasante

Pequeno drone escapa por pouco de se tornar uma refeição indigesta


PROMOÇÕES do Mavic Mini colocam o drone por R$3.600 +/- em lojas brasileiras

PROMOÇÕES do Mavic Mini colocam o drone por R$3.600 +/- em lojas brasileiras

É importante conferir se a versão é homologada pela Anatel, caso contrario terá o custo para fazer a homologação


Drone que leva pessoa e faz acrobacias é controlado remotamente - Veja vídeo

Drone que leva pessoa e faz acrobacias é controlado remotamente - Veja vídeo

Ele foi construído para promover o jogo Drone Champions League


Parrot anuncia parceria com empresa de apps para colocar IA nos drones ANAFI

Parrot anuncia parceria com empresa de apps para colocar IA nos drones ANAFI

Novidade promete trazer mais usos corporativos para os dispositivos da marca