Análise: Huawei P30 Lite - bom intermediário mas sem nenhum sentido pelo preço oficial

Análise: Huawei P30 Lite - bom intermediário mas sem nenhum sentido pelo preço oficial

Preço sugerido de R$ 2.5 mil não faz sentido, mas felizmente é encontrado por bem menos

O Huawei P30 Lite é um smarpthone do segmento intermediário/premium. Ele chega para entregar boa qualidade porém abre mão de alguns recursos para chegar mais barato que o P30 Pro, modelo topo de linha da empresa, e portanto precisa fazer algumas economias.

Enquanto o design é inclusive mais fino e leve que o do P30 Pro, o hardware recebe reduções, bem como os componentes para fotografia. Vejamos no restante da análise se a Huawei soube economizar nos lugares certos para conseguir uma relação entre custo e benefício melhor que a de seu topo de linha e garantir um espaço nesse disputado segmento de preço!

Especificações técnicas

Preços

Preço no lançamentoR$ 2.499,00 30/04/2019R$ 1.999,90 10/04/2019R$ 1.999,00 16/08/2018R$ 1.999,00 14/06/2019
Preço atualizadoR$ 1.699,00 14/07/2019R$ 1.399,00 19/10/2019R$ 1.299,00 19/10/2019R$ 1.999,00 14/06/2019

Ficha Técnica

FabricanteHuawei Samsung ASUS Xiaomi
Site oficialLinkLinkLinkLink

Display

Tamanho6.15 polegadas6,4 polegadas6,2 polegadas6,18 polegadas
Resolução1080 x 2312, 415 ppi 1080 x 2340, 393 ppi 1080 x 2246, 402 ppi 1080 x 2246, 403 ppi
TecnologiaIPS LCD Super AMOLED IPS LCD IPs LCD
ProteçãoCorning Gorilla Glass 3 Corning Gorilla Glass Corning Gorilla Glass

Câmera

TraseiraTripla: 24MP + 8MP + 2MP 25 MP + 8 MP + 5 MP Dual 12 MP + 8 MP Dual 12MP+5MP
Vídeos1080p 30fps [email protected] 2160p @ 30 FPS, 1080p @ 60 FPS 4K 30 fps, 1080p 140 fps
Frontal32MP, f/2.0 25MP f/2.0 8 MP 20MP, f/2.0
Detalhes24 MP, f/1.8, (wide), PDAF + 8 MP, 13mm (ultrawide) + 2 MP, f/2.4, depth sensor f/1.7 , f/2.2 , f/2.2 Traseiras 12 MP, f/1.8, 24mm, 1/2.55", 1.4µm, PDAF, 4-axis OIS + 8 MP, f/2.0, 12mm, 1/4", 1.12µm, no AF Traseira 12 MP, f/1.9, 1/2.55", 1.4µm, dual pixel PDAF + 5 MP, f/2.0, 1.12µm, depth sensor

Especificações

Sistema OperacionalAndroid 9 (Pie), EMUI 9.1 Android 9 Android 8 (Oreo) Android 8.1 (Oreo)
ProcessadorHisilicon Kirin 710 (12 nm) Samsung Exynos 9610 Qualcomm Snapdragon 636 Qualcomm Snapdragon 845
Número de núcleos8 8 8 8
Clock2.2 GHz 4x 2.3 GHz e 4x 1.7 GHz 1.8 GHz 4x2.8 GHz Kryo 385 Gold + 4x1.8 GHz Kryo 385 Silver
GPUMali-G51 MP4 Mali-G72 MP3 Adreno 509 Adreno 630
Memória RAM6 GB4 GB4, 6 GB6 GB
Armazenamento interno128 GB64 GB64, 128 GB64, 128 GB
Cartão microSDmicro SD SIM, até 512GB Até 2TB Até 256GB
Bateria3340 mAh4000 mAh3300 mAh4000 mAh
Dimensões152,9 x 72,7 x 7,4 mm158.5 x 74.7 x 7.7 mm153 x 75,7 x 7,9 mm155,5 x 75,3 x 8,8 mm
Peso159 g166 g155 g180 g
Portas de conexãoUSB Tipo-C USB Tipo-C, 3.5mm audio USB Tipo-C USB Tipo-C, P2
REDELTE LTE LTE LTE
Tipo de cartão SIMDual Nano SIM Dual Nano SIM Dual Nano SIM Dual Nano-SIM hibrido

Recursos

Leitor de DigitalSIM SIM, na tela SIM SIM
ResistênciaNÃO NÃO NÃO NÃO
RadioNÃO SIM SIM SIM
Bluetooth5.0 5.0 5.0 5.0
Carregamento sem fioNÃO NÃO NÃO NÃO
NFCSIM NÃO SIM NÃO
GPSA-GPS, GLONASS, BDS A-GPS, GLONASS, GALILEO, BDS A-GPS, GLONASS, BDS, GALILEO A-GPS, GLONASS, BDS
ExtrasCarregamento rápido de 18w Carregamento rápido de 25W ZenUI, reconhecimento facil

Design e Tela

A primeira característica que chama a atenção no Huawei P30 Lite é seu design. Com uma tela de 6,1 polegadas, ele é um pouco menor que boa parte dos aparelhos que vem mirando próximo dos 6,4", algo que somado as bordas muito estreitas em torno da tela, tornam ele muito compacto e leve. Mesmo comparado ao Galaxy A50 que testamos recentemente, por exemplo, ele é um aparelho que chama a atenção por seu porte e leveza, e deve agradar quem busca um celular mais enxuto.

O P30 Lite é bastante fino e leve

Para comportar a câmera frontal nesse mundo "sem bordas", a Huawei usou um entalhe em forma de gota no topo da tela, algo que ficou discreto e que casa bem com a interface do sistema, sendo que você pode deixar aparente ou usar o topo da barra de notificações sempre na cor preta para fazer ele "sumir". A solução para o sensor de digitais foi posicioná-lo na parte traseira. É algo que me agrada por ser mais eficiente que leitores em baixo da tela, como vimos também no A50, mas que pode desagradar aqueles que não gostam de ter que levantar o aparelho da mesa para fazer a leitura da digital, por exemplo.

Os materiais usados seguem a cartilha não oficial do segmento. Bordas em metal dão robustez enquanto na traseira o vidro dá um belo (e frágil) acabamento. Acho interessante destacar que o aparelho que recebemos para testes tem um belíssimo degradê que vai do azul claro ao roxo com um acabamento em forma de "S". Já testamos alguns aparelhos com essa tendência de degradês, mas esse é o primeiro que achei realmente bonito.

Mesmo com as economias, o P30 Lite tem uma boa tela e um belo visual

O display na resolução FullHD+ tem um bom nível de contraste e saturação das cores, e é bastante agradável ao uso. Nas configurações é bem fácil definir se você prefere alta saturação das cores, bem-vindo para valorizar games, fotos e vídeo, ou um perfil mais neutro, algo que deixa menos "cansativo" olhar para a tela por períodos maiores. Mesmo não alcançando o AMOLED quando o assunto é vivacidade, esse display se sai bem dentro do segmento.

Como economias frente à versão Pro, aqui não temos mais o NFC, carregamento por indução e também ficou de fora resistência à água e poeira, economias comuns nesse segmento de aparelhos. Infelizmente também "dançou" o sensor de infravermelho, que possibilitava usar o celular como controle remoto de vários eletrodomésticos e que está presente no modelo mais caro.

Performance

Uma parte importante das economias frente ao P30 Pro acontece no hardware utilizado. É por isso que o Lite deixa de lado o chip topo de linha da Huawei para dar lugar ao Kirin 710, um SoC intermediário. Para muito do uso diário essa troca não traz mudanças muito perceptíveis, já que esse processador dá conta de um uso confortável do Android, algo auxiliado pela boa quantidade de memória RAM (4GB) disponíveis.

No uso cotidiano ele abre e alterna entre apps de forma bastante ágil, realizando o multitarefa praticamente sem engasgos. O único momento que sentimos as diferenças entre o 710 e o topo de linha do P30 Pro é em games ou apps muito específicos de alto desempenho, pois é aqui que o chip mais poderoso entregava gráficos melhores, por exemplo. Ainda assim, o P30 Lite tem desempenho para rodar jogos sem problemas.

Um ponto bastante positivo é que a Huawei não economizou no armazenamento, então esse dispositivo traz um total de 128GB de memória interna, uma quantidade de armazenamento bastante generosa. Mesmo isso sendo mais que o suficiente para a grande maioria dos consumidores, os que precisarem de mais espaço poderão colocar um cartão microSD para obter mais armazenamento.

Câmera

O Huawei P30 Pro fez fama graças a seu conjunto de câmeras impressionante. O P30 Lite vem para fazer jus a esse legado com um conjunto um pouco mais modestos de câmeras. A primeira baixa é justamente um dos grandes destaques do Pro: esse aparelho não conta com o zoom híbrido de 10x. Aqui temos uma câmera principal grande-angular, uma adicional com ângulo ultra grande angular e uma extra atuando em conjunto com as demais, que serve para captação de profundidade da cena.

Infelizmente há uma grande diferença entre o que é entregue com o P30 Pro e o Lite. Enquanto o topo de linha se destacou como o melhor smartphone pra fotos que testamos, o Lite tem dificuldades de se sair bem frente a rivais do segmento intermediário/premium. Em cenas com boa qualidade na iluminação, ele se sai bem com boas cores e contrastes, porém quando temos situações mais desafiantes, seus resultados são apenas aceitáveis, com muita granulação, perda de definição da imagem e cores lavadas.

Mas nem tudo são notícias ruins. Apesar de não possuir estabilização óptica, a estabilização digital faz bom uso da alta resolução do sensor e via software consegue deixar a imagem bem estável em vídeos. A câmera frontal, que também conta com um sensor de alta resolução, se saiu bem e entregou fotos bastante detalhadas e resultados bem interessantes.

Autonomia

Na teoria o P30 Lite tem uma boa quantidade de bateria, com um total de 3300 mAh, e seus hardwares interemediários ajudam na conservação de energia, porém na prática ele não se saiu muito melhor que o P30 Pro, que comprometeu um pouco de sua portabilidade para por uma bateria maior.

Em nossos testes, o P30 Lite segurou um dia completo de uso chegando ao final com algo próximo dos 15% de bateria restante, ou seja, começando a entrar no modo economia de energia. É um aparelho que consegue entregar autonomia para um dia, mas não estica para muito além disso, sendo recomendável carregá-lo todos os dias se faz um uso intenso dele.

Um destaque na parte de bateria é o carregamento. Usando o carregador presente na caixa, foi possível recarregar 21% em apenas 15 minutos na energia, um dos resultados mais rápidos que já tivemos entre os aparelhos testados aqui no Mundo Conectado. 

Recursos e Extras

Assim com diversas outras fabricantes asiáticas, a Huawei opta por trazer uma nova roupagem para sua linha de smartphones, no caso a EMUIU. Ela traz modificações nos layouts e organizações dos elementos do sistema, bem como algumas novas funcionalidades.

Uma das primeiras mudanças notáveis é a saída da gaveta de aplicativos, que dá lugar a filosofia semelhante ao do iOS de que todo app instalado está nas telas iniciais. No restante, as interações são basicamente as mesmas do Android padrão, com os três botões básicos de navegação na base da tela e a barra de notificações e atalhos no topo.

Um ponto bastante negativo da EMUIU é que sua aparência é muito datada. Os menus e ícones tem um visual já bastante desgastado, fazendo parecer o Android de diversos anos atrás. Na contramão das interfaces mais arejadas e organizadas, a interface da Huawei é tomada por blocões quadrados e ícones bem desinteressantes.

Na parte de apps pré-instalados, felizmente a empresa chinesa não pega pesado e trouxe apenas alguns utilitários mais básicos, como apps de rádio, um "espelho" que usa a câmera frontal, apps próprios para vídeos e músicas e uma central de temas. 

Conclusão

O P30 Lite faz diversas concessões para trazer um preço mais acessível que o caro P30 Lite, com os principais cortes atingindo a performance, algumas funcionalidades e, principalmente, a câmera.

Notas: Huawei P30 Lite
Design
9,5
Tela
9,0
Performance
9,0
Autonomia
7,5
Câmera
7,0

Na parte do design o aparelho consegue até ser melhor que a versão Pro. Abrindo mão da câmera zoom e da bateria de alta capacidade, ele é consideravelmente mais fino e leve, mantendo um excelente nível nos acabamentos e na tela. Em termos de performance, ele também deixou de ter o alto desempenho do modelo topo de linha, porém manteve a capacidade de trazer uma competente experiência com o sistema Android.

O P30 Lite manda bem no design e na performance, mas decepciona na câmera

Mas as coisas começam a complicar mais com outros cortes. O carregamento por indução, o NFC e a resistência à água e poeira são economias comuns nesse segmento de preço, porém a câmera ficou abaixo da expectativa. Mesmo sendo esperada uma redução da qualidade, o P30 Lite acaba se saindo pior que outros rivais do segmento de preço, como o Galaxy A50 e o Moto One Vision (quando ele coloca o modo "Visão Noturna" para trabalhar em cenas mais escuras). 

Isso traz um problema sério para esse modelo, que precisa de algum diferencial para se destacar em um segmento de preço que está muito saturado de opções. Com um preço entre os R$ 1.5 a 2 mil (e que chegou pelo sem sentido custo de R$ 2.5 mil) ele tem pesos pesados de múltiplas fabricantes ocupando esse espaço, com vários aparelhos que também contam com bons designs, excelente performance e câmeras que são melhores que a presente aqui. 

O Huawei P30 Lite é um bom aparelho do segmento intermediário/premium e que traz toda as características de um bom celular, como belo design, bom desempenho e uma bela tela, mas ficou devendo uma câmera mais eficiente, mais próximo do que vemos no P30 Pro, pra fazer frente aos vários bons aparelhos desse segmento de preço. 

Nota

7,5

Prós

  • Design fino, compacto e leve
  • Boa performance
  • Carregamento rápido incluso na caixa
  • Boa estabilização de vídeo e câmera frontal
  • Grande quantidade de memória

Contras

  • Fotos com qualidade abaixo de rivais
  • Interface EMUIU com visual datado
Huawei P40 e P40 Pro terão lançamento global em 2020 [Rumor]

Huawei P40 e P40 Pro terão lançamento global em 2020 [Rumor]

Eles poderiam ser lançados mesmo com o embargo comercial imposto pelos Estados Unidos


Galaxy Note 10+ Star Wars Special Edition será lançado em dezembro

Galaxy Note 10+ Star Wars Special Edition será lançado em dezembro

Aparelho estará disponível em quantidades limitadas nos Estados Unidos e em outras regiões


Huawei começa venda do Mate X na China e estoque esgota no mesmo dia

Huawei começa venda do Mate X na China e estoque esgota no mesmo dia

Celular dobrável da empresa custa o equivalente a R$ 10.000, mas todas unidades foram vendidas


Samsung Galaxy S11 pode ter suporte para captura de vídeo em 8K

Samsung Galaxy S11 pode ter suporte para captura de vídeo em 8K

Aparelho também deve vir com novos modos de câmera


Sony anuncia update para o Android 10 em 8 modelos Xperia, mas só dois recebem neste ano

Sony anuncia update para o Android 10 em 8 modelos Xperia, mas só dois recebem neste ano

Empresa finalmente vai atualizar seus celulares, mas serão poucos e só no ano que vem