Análise do Poco F3: veja como o celular da Xiaomi se sai em jogos, fotos e desempenho

Análise do Poco F3: veja como o celular da Xiaomi se sai em jogos, fotos e desempenho

Smartphone rodou tudo em jogos e surpreendeu principalmente na câmera macro

Em minhas primeiras impressões, já deu para perceber que o POCO F3 é um celular que entrega muito desempenho. Ele se saiu muito bem em jogos e não decepcionou em fotos, cheguei a fazer um comparativo com o Xiaomi Mi 11, mostrando como ele consegue bater de frente com o topo de linha da empresa em algumas situações. Nesta análise você confere os principais pontos do celular intermediário premium da Xiaomi, o melhor modelo em especificações da linha POCO até o momento.

Link de compra do POCO F3

Preços

Preço no lançamentoU$ 349,00 22/03/2021U$ 129,00 24/11/2020U$ 249,00 22/03/2021U$ 159,00 19/05/2021
Preço atualizadoU$ 349,00 22/03/2021U$ 129,00 24/11/2020U$ 249,00 22/03/2021U$ 159,00 19/05/2021

Ficha Técnica

FabricantePoco Poco Poco Poco

Display

Tamanho6,67 polegadas6,53 polegadas6,67 polegadas6,5 polegadas
Resolução1080 x 2400, 395 ppi 1080 x 2340, 395 ppi 1080 x 2400, 395 ppi 1080 x 2400, 405 ppi
TecnologiaAMOLED, 120Hz, HDR10+, 900 nits IPS LCD IPS LCD, 120Hz, HDR10, 450 nits IPS LCD, 900Hz, 400 nits
ProteçãoCorning Gorilla Glass 5 Corning Gorilla Glass 3 Corning Gorilla Glass 6 Corning Gorilla Glass 3

Câmera

Traseira48MP + 8MP + 5MP Tripla: 48MP + 2MP + 2MP 48MP + 8MP + 2MP + 2MP Tripla: 48MP + 2MP + 2MP
Vídeos4K 30fps, 1080p 960fps 1080p 30FPS 4K 30fps, 1080p 60fps 4k 30fps, 1080p 120fps
Frontal20 MP, f/2.5, (wide) 8 MP, f/2.1, (wide) 20 MP, f/2.2 (wide) 8 MP, f/2.0, (wide)
Detalhes48 MP, f/1.8, 26mm (wide) + 8 MP, f/2.2, 119º (ultrawide) + 5 MP, f/2.4, 50mm (macro) 48 MP, f/1.8, (wide) + 2 MP, f/2.4, (macro) + 2 MP, f/2.4, (depth) 48 MP, f/1.8, (wide) + 8 MP, f/2.2, 119? (ultrawide) + 2 MP, f/2.4, (macro) + 2 MP, f/2.4, (depth) 48 MP, f/1.8, 26mm (wide) + 2 MP, f/2.4, (macro) + 2 MP, f/2.4, (depth)

Especificações

Sistema OperacionalAndroid 11, MIUI 12 Android 10, MIUI 12 Android 11, MIUI 12 Android 11, MIUI 12
ProcessadorQualcomm Snapdragon 870 (7 nm) Qualcomm Snapdragon 662 (11nm) Qualcomm Snapdragon 860 (7 nm) MediaTek Dimensity 700 5G (7 nm)
Número de núcleos8 8 8 8
Clock3.2GHz 2GHz 2.96GHz 2.2 GHz
GPUAdreno 650 Adreno 610 Adreno 640 Mali-G57 MC2
Memória RAM6, 8 GB4 GB6, 8 GB4, 6 GB
Armazenamento internoUFS 3.1 128GB, 256 GBUFS 2.1 64GB, 128GB GBUFS 3.1 128GB, 256 GBUFS 2.2 64GB, 128 GB
Cartão microSDNÃO microSD microSDXC microSDXC
Bateria4520 mAh6000 mAh5160 mAh5000 mAh
Dimensões163,7 x 76,4 x 7,8 mm162,3 x 77,3 x 9,6 mm165,3 x 76,8 x 9,4 mm161,8 x 75,3 x 8,9 mm
Peso196 g198 g215 g190 g
Portas de conexãoUSB Tipo-C USB Tipo-C, 3.5mm USB Tipo-C, 3.5mm USB Tipo-C
REDE5G 4G 4G 5G
Tipo de cartão SIMDual SIM Dual SIM Hibrid Dual SIM Dual SIM

Recursos

Leitor de DigitalSIM, na lateral SIM, na lateral SIM, na lateral SIM, na lateral
ResistênciaNÃO NÃO IP53 (poeira e gotas de água) NÃO
RadioNÃO SIM N/A FM
Bluetooth5.1 5.0 5.0 5.1
Carregamento sem fioNÃO NÃO NÃO NÃO
NFCSIM NÃO SIM SIM
GPSA-GPS, GLONASS, BDS, GALILEO, QZSS, NavIC A-GPS, GLONASS, BDS A-GPS, GLONASS, GALILEO, BDS A-GPS, GLONASS, GALILEO, BDS
ExtrasCarregamento rápido de 33W (100% em 52 minutos) Carregamento rápido de 18W Carregamento rápido de 33W (100% em 59 minutos) Carregamento rápido de 18W


Design

Apesar de bonito, o POCO F3 tem uma traseira que deixa muitas marcas de dedo, o que acaba ofuscando  o detalhe de reflexos. Além disso, pode parecer bobo, mas ele escorrega muito da mão por ser muito liso e também pelo seu material utilizado. Sendo assim, não tem como deixá-lo sem capinha.

Para o design de câmera, a Xiaomi deu bastante destaque e escolheu uma organização de lente bastante semelhante à do Xiaomi Mi 11. Fora isso, temos o detalhe "POCO 5G" atrás, uma das laterais sem qualquer botão e a outra com os controles de volume e leitor de digitais/power.

Sobre as cores, testamos o modelo Night Black (preto), mas ele está disponível também no que a Xiaomi chama de Artic White (branco) e Deep Ocean Blue (azul).

Continua após a publicidade

A versão em azul parece a mais bonita, e a versão em preto é sem dúvida a mais discreta, e sem perder em estilo.

Já o modelo branco pode ser uma solução para as marcas de dedo muito aparentes por conta do material utilizado. De qualquer forma, nenhum deles é muito chamativo ou tem um design que pode desapontar algumas pessoas.

Ele é um celular fino e segue a média de tamanho do mercado atualmente com sua tela de 6.67".


Tela

Sobre o tamanho da tela, costumava dizer que celulares pequenos cabem no bolso, não são pesados, mas a indústria está com escassez deste tipo de aparelho. Fica até difícil falar isso porque não são muitos os aparelhos para serem recomendados que tenham um tamanho de tela pequeno.

Ainda assim, esses pontos precisam ser levados em consideração. É um péssimo momento para quem não curte celulares grandes. Até pensando nisso, a Asus lançou o Zenfone 8, que tem tela de 5,9", mas é um topo de linha. Você pode saber mais sobre este smartphone no vídeo que fizemos sobre ele.

E sobre o POCO F3, a tela é um dos seus destaques. O aparelho traz tecnologia HDR10+, 120Hz e um excelente tamanho para assistir conteúdo e também jogar.

A tela AMOLED oferece bom nível de contraste e cores bastante vivas. Também a taxa de atualização mais alta garantiu uma experiência acima da média, excelente para jogos com suporte à opção.

Por essa faixa de preço, a Xiaomi conseguiu se sair melhor até mesmo que a Samsung com aparelhos como o Galaxy A71, que não traz HDR10, HDR10+ ou taxa de atualização diferenciada.

Continua após a publicidade

Outro ponto importante, o brilho de tela em dia de sol, na rua, foi suficiente para visualizar bem o que é mostrado na tela. Até comparei com o POCO M3 para sentir a diferença de um celular com mais brilho e foi perceptível.


Bateria

A bateria dele é de 4520mAh e não deixou a desejar no nosso tradicional teste de bateria. O POCO F3 terminou as 4 horas de testes com 66%. 

As condições do teste:

  • 30 minutos de Spotify
  • 30 minutos de jogatina
  • 1 hora de Netflix
  • 1 hora de YouTube

Ele consegue entregar ao menos um dia de bateria sem problema. Se você é alguém que tem uso moderado, assiste um pouco de Netflix, joga um pouquinho uma vez por dia, provavelmente vai precisar recarregar somente após um dia e meio de uso.

Quem curte jogar e assistir muito conteúdo, com ele, muito provavelmente vai precisar carregá-lo no fim do dia. A bateria consegue segurar cerca de 9 horas contínuas de streaming e jogos. Então, em uso combinado, a autonomia não foi um grande destaque mas também não aparece como um problema.

Isso quer dizer que você provavelmente não se incomodará com a bateria se tem uso moderado, mas também não deve se surpreender. Usuários que precisam de muita bateria vão precisa recarregá-lo com uma frequência maior.


Sistema e desempenho

A MIUI 12 está com a interface menos invasiva já feita pela Xiaomi, vem apenas com os aplicativos essenciais, incluindo os que aproveitam os recursos do aparelho e também alguns outros úteis. Entre os aplicativos menos populares já instalados de fábrica podemos listar a Bússola, o Gravador de Tela e o ShareMe.

Ainda assim, há um detalhe simples que realmente me incomoda na MIUI, e tem relação com o WhatsApp e outros aplicativos de redes sociais. Se você recebe uma mensagem no aplicativo, o celular vai te alertar normalmente que uma mensagem chegou. Se você visualizar a mensagem, tudo certo, a notificação desaparece.

Porém, se você não abre, se você não marca a mensagem como lida, o celular continua enviando a notificação para você de tempos em tempos. É algo simples, mas que incomoda em todo celular da Xiaomi testado por mim.

Também há uma dúvida, esta mais curiosidade do que um incômodo: até quando a MIUI vai manter o anúncio após a instalação de um aplicativo? É algo que está aí, muita gente já se acostumou, você pode desativar, mas está presente. Como parte do modelo de negócio da empresa, não sei se isso muda tão cedo ou se há planos para mudar isto, mas tive a dúvida após tantos aparelhos testados.

Mas, falando sobre o desempenho, ele conta com armazenamento UFS 3.1, tecnologia mais atual de escrita e leitura de arquivos. Se você não conhece, não ouviu falar e nem sabe do impacto que isso pode causar no desempenho de um smartphone, recomendo conferir nosso artigo completo sobre o assunto.

Estamos sempre falando sobre a diferença que um bom processador faz e muitas vezes esquecemos de falar da velocidade de leitura e escrita de arquivos, o que é um erro.

Isso porque há um impacto direto no desempenho da câmera, jogos e também em outros aplicativos. Nesse caso, o UFS 3.1 é o mesmo presente no Xiaomi Mi 11, o que mostra que o celular traz recursos de um topo de linha, ainda que seja um intermediário.

Desempenho em jogos

Com um processador Snapdragon 870 e 8GB de memória RAM seria estranho o celular apresentar algum travamento, o que não aconteceu em nenhum momento. O aparelho se manteve estável e conseguiu rodar os principais jogos da PlayStore sem grandes dificuldades. Com meus testes, o chip gráfico Adreno 650 mostrou que consegue segurar bem os principais títulos da loja de aplicativos.

Vale ressaltar que ele tem resfriamento líquido, o que auxilia a manter a estabilidade. Mas depois de uma jogatina um pouco mais longa você vai sentir o celular esquentar bastante, nada que resulte em um impacto muito perceptível no desempenho.

PUBG MOBILE, Call of Duty: Mobile, Free Fire e Asphalt 9 rodaram a 60 quadros por segundo sem quedas de frames.

Por outro lado, Genshin Impact teve algumas pequenas quedas de quadro, na maior parte do tempo roda a 60, mas pode chegar a cerca de 45 em alguns momentos. Destaco aqui que estamos falando de um dos jogos mais pesados da PlayStore e também que isso aconteceu em apenas alguns trechos e na qualidade "extremamente alta".

Então o POCO F3 é o celular que indico para você que gosta de jogar, já que a tela não vai limitar sua experiência (pelo contrário) e ainda poderá rodar todos os jogos da PlayStore.

Com suporte aos 120Hz, testei Injustice 2, que rodou a 120 quadros por segundo e com uma estabilidade muito satisfatória.

Destaque para o Game Turbo da Xiaomi, que traz informações do desempenho do jogo, aba de aplicativos e vem com atalho para a gravação do gameplay.


Câmeras

O conjunto de câmeras do POCO F3:

- 48MP principal
- 8MP grande-angular
- 5MP macro
- 20MP selfie

Principal vs Grande-angular

Minha ideia inicial era mostrar aqui abaixo um comparativo simples entre a principal padrão, principal com o sensor cheio de 48MP e a mesma foto feita com a grande-angular.

Mas, no fim das contas, as fotos tiradas na qualidade máxima acabam ficando muito semelhantes colocadas aqui no site. A diferença acontece mesmo quando você amplia a imagem e vê a quantidade de detalhes que ela foi capaz de capturar a mais.

Como vivemos acessando conteúdos em telas pequenas, o pós-processamento, a escolha das cores ou de quando e quanto o HDR é aplicado se torna um ponto importantíssimo. Neste caso, algumas fotos com o HDR podem ter um verde menos vivo, o que estranhei um pouco. Ainda assim, de modo geral, as fotos ficaram boas.

Abaixo, compartilho a mesma foto tirada com a câmera principal e com a grande-angular para comparação.

Como você pode perceber, a grande-angular tem um efeito de distorção. Mesmo que você não esteja apontando diretamente contra luz isso pode acontecer. De qualquer forma, não é o tipo de efeito que me incomoda, é até interessante ver como o celular consegue equilibrar as cores sem estourar a foto.

Câmera macro

O POCO F3 me fez perceber que sim, a macro se justifica mesmo quando traz 5MP. Para chegar a esta conclusão, fiz um teste simples, tirei a mesma foto com a câmera principal e a macro. O resultado está abaixo. Mas é claro, vale ressaltar que isso de maneira alguma significa que todos os aparelhos com macro de 5MP fazem fotos aceitáveis ou de qualidade.

Sem a macro no POCO F3, não seria possível fazer estas fotos.

Diferente do POCO M3, o POCO F3 se sai muito bem com a câmera macro, permitindo até mesmo que o foco seja alterado em poucos milímetros, ainda que você esteja próximo demais do objeto.

Nos exemplos acima com a câmera principal não é possível se aproximar mais dos objetos, este é o foco mais próximo que a câmera permite sem utilizar a macro.

Outras fotos com a câmera Macro

Vale ressaltar que as fotos acima foram tiradas em excelentes condições de iluminação, em um dia ensolarado. As fotos em ambientes internos não são tão boas quanto, mas ainda assim está perto do que temos de melhor em um celular atualmente. Abaixo é possível ver algumas tiradas dentro do estúdio, com exceção da que aparece uma abelha.


Recursos

Os recursos deste celular ajudam a diferenciá-lo de um intermediário mais simples e também de um aparelho de entrada.

Segundo a Xiaomi, ele traz um sistema de refrigeração líquida para manter seu desempenho. E de fato ele não esquenta muito rápido ao jogar.

Um outro ponto positivo é seu alto-falante estéreo, que consegue ser alto e ter bastante definição. Isso ficou bastante evidente ao compará-lo com o POCO M3.

Ainda assim é perceptível que ele tem espaço para ser melhor, percebo isso pelos testes feitos com o Mi 11. O topo de linha da Xiaomi surpreende com o recurso desenvolvido com tecnologia Harman Kardon, consegue ser ainda mais encorpado e com excelente volume.

Para não parecer simplista, sempre comparo com outros celulares mono e outros com saída estéreo daqui da redação. A conclusão foi muito positiva.

Ele também tem 5G, algo que no momento não é um grande destaque para os brasileiros, mas deve mudar nos próximos anos.

O leitor de digitais na lateral compartilha a funcionalidade de botão liga/desliga, o que a indústria já adotou para os intermediários.

Por último, o face unlock se mostrou algo bastante preciso para um sistema baseado em câmera e software, sem um sensor muito detalhado para profundidade. 


Conclusão

O POCO F3 cumpre bem seu papel como intermediário-premium, ele não deixa desejar em quase nenhum aspecto. A entrada para fone de ouvido ainda me faz muita falta, mas também acredito que é o caminho que indústria seguirá nos próximos anos. Também a MIUI tem um detalhe ou outro que me incomoda, como a parte de notificações.

Compre aqui o celular POCO F3

É muito desempenho em um celular que não é topo de linha, você tem câmera excelente com um conjunto secundário que se justifica. E você joga tudo no máximo com uma tela muito acima da média e bom brilho para usar no dia a dia fora de casa, na rua.

User img

Neri Neto

O universo geek faz parte do dia a dia, da vida, deste jornalista. Formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, Neri Neto é responsável por conteúdos diversos no Mundo Conectado. Ele adora tecnologia, cinema, games e descobriu ainda na infância que a linguagem dos vídeos seria perfeita para falar de tudo que ama.

Análise do Samsung GALAXY S21 ULTRA: tela INCRÍVEL e câmeras para TODAS AS SITUAÇÕES

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Xiaomi deve lançar novo smartphone dobrável no final do ano

Xiaomi deve lançar novo smartphone dobrável no final do ano

Rumor aponta que modelo virá com processador Snapdragon 888 e câmera de 108MP


Renderizações mostram design do Google Pixel 6 e Pixel 6 Pro

Renderizações mostram design do Google Pixel 6 e Pixel 6 Pro

Os novos smartphones da Google devem trazer alterações de estilo


Novo carregador da Xiaomi deve apresentar velocidades recorde

Novo carregador da Xiaomi deve apresentar velocidades recorde

Aparelho será apresentado amanhã e deve ter carregamento HyperCharge


Atualização do Windows 10 corrige problema de baixar jogos do Game Pass

Atualização do Windows 10 corrige problema de baixar jogos do Game Pass

Erro estava redirecionando os jogadores para a Microsoft Store a tentarem baixar um jogo


Atualização do Gboard traz pequenas mudanças de design

Atualização do Gboard traz pequenas mudanças de design

As teclas 123 e Enter estão em formato de pílula, pouco mais cilíndricas